Conseguindo tempo para trabalhar em casa


Trabalhar para si próprio é o sonho de muitas pessoas. Por diversos motivos, como a atual crise econômica a nível mundial, entretanto, não é uma boa ideia desistir de um emprego, caso já tenha um. Para essas pessoas, então, uma solução é começar o seu trabalho em casa. enquanto ainda mantém seu emprego! Traçaremos aqui algumas dicas que podem ajudá-lo a conseguir tempo para uma atividade extra em casa, sem prejudicar (muito) a sua rotina.

Saiba aproveitar melhor o seu tempo livre. Pode ser a hora do almoço (preferivelmente fora do local de trabalho, a fim de não criar problemas para si próprio!), algum tempo antes de ir dormir ou ao acordar. O importante é encontrar um momento em seu dia que você possa utilizar para desenvolver parte de suas atividades-extra.

É provável que você não cumprir tudo somente nesses momentos, mas eles serão bastante úteis para iniciar ou completar pequenas atividades.

Use algum tempo de seus fins de semana e feriados para cumprir seu novo trabalho. Talvez você não goste, pois irá tirar-lhe parte do seu tempo de descanso, mas é inevitável. Lembre-se que, com o seu trabalho em casa, você pretende conseguir aumentar seu poder aquisitivo, criando-lhe novas oportunidades futuras para uma vida com uma maior qualidade.

E tenha calma! Se por algum motivo você não puder trabalhar em seus negócios em um dia, há sempre um dia seguinte onde poderá cumprir suas tarefas. Para que isso funcione, claro, você não pode ficar adiando seus afazeres indefinidamente, caso contrário, não estará a ter realmente um trabalho em casa, mas somente uma ilusão.

A chave para começar um negócio em casa é… fazer isso. Então, apenas faça isso! Liste suas obrigações, planeje-se, organize-se melhor e o resultado será novos desafios em sua vida, que o levarão a novos patamares!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Ainda buscando a fórmula secreta para ganhar dinheiro com o Google?

Quantos empreendedores online tentam encontrar a fórmula secreta para ganhar dinheiro com o Google, por meio de seus programas de afiliados? Muitas. Contadas na base de centenas de milhares (ou se brincar, talvez mais). Mas quantas pessoas realmente ganham um bom dinheiro por meio delas? Bem menos do que você provavelmente imagina.

Não se sinta o único a desejar ganhar dinheiro online e após meses ou mesmo anos tentando, não encontrar a “fórmula secreta”. Isso é normal. Mas escute bem, aqui vai o grande segredo… Não há fórmula secreta! Isso mesmo, não há!

Por muito tempo, marketeiros divulgaram possíveis “fórmulas secretas” com o intuito de ganharem dinheiro daqueles que desejavam ganhar dinheiro. Algo mais ou menos como os vendedores de pás e picaretas faziam com aqueles que queriam encontrar outro no oeste dos Estados Unidos há muito tempo atrás. E, como a própria História comprova, os vendedores de pás e picaretas ganharam muito mais dinheiro do que o ganho médio dos garimpeiros.

Assim, você precisa fugir dessa “corrida pelo ouro” sem sentido e entender que não se trata de uma fórmula secreta, mas um processo que, se bem executado, pode render-lhe o dinheiro que tanto almeja. E como estamos falando em ganhar dinheiro com o Google, vou assumir que o Google Adsense deve fazer parte desse processo.

Em primeiro lugar, você deve encontrar um nicho que seja rentável no Adsense e que você tenha um bom domínio (ou muita vontade de aprender). Pode-se encontrar um bom nicho em questão de minutos, mas aconselho que tome uma tarde inteira estudando vários domínios a fim de identificar aquele que melhor se encaixa em seu perfil, aquele sobre o qual você escreverá e conversará com seus leitores com o maior prazer possível.

Como procurar por tais nichos? Por meio do site http://adwords.google.com . Lá você encontrará diversas ferramentas, sendo uma a ferramenta de busca de palavras-chave. Basta ter uma conta gratuita do Google (sua conta GMail!) e pronto. Aí, você poderá pesquisar por várias palavras-chave e encontrará várias outras como resultados. Procure uma que tenha pelo menos 15.000 visitas mensais e várias outras relacionadas bem como uma competição média ou alta no Adwords. Se ela for sobre um tema que você possui bastante conhecimento ou vontade de aprender, então você estará diante de uma possível mina de ouro.

Depois de saber qual será o seu nicho, o próximo passo é ter seu próprio blog ou website focado naquele tema. Sim, você pode começar com um blog gratuito no Blogger.com e depois mudar para o seu próprio espaço, mas será muito melhor (principalmente para os seus resultados financeiros) se já fizer tudo desde o início em algo que seja realmente seu. Assim sendo, escolha um provedor de hospedagem, adquira um nome de domínio bem legal para o seu nicho, instale a plataforma WordPress nele, configure um tema bem bonito e vamos ao próximo passo…

Agora que você já está com a estrutura básica pronta, é hora de começar a escrever conteúdo. Escreva textos que respondem a dúvidas reais das pessoas. Como encontrar essas dúvidas? Essa é a parte mais fácil, vá até sites de perguntas e respostas como o Yahoo! Respostas e veja o que o pessoal está perguntando! Se possível, crie um filtro para palavras-chave de seu interesse e salve aqueles links em seu navegador, assim ficará muito mais fácil encontrar diariamente dúvidas para serem respondidas. Escreva um texto para cada problema encontrado. Não vou ficar aqui discutindo quantas palavras deve ter seu texto, mas geralmente textos maiores conseguem melhor posição nos motores de busca.

Se tudo já está configurado e você já escreveu pelo menos cinco artigos, comece a divulgar seu blog nas redes sociais e fóruns de discussão. Essa parte não é difícil e exigirá no máximo uma hora por dia para gerenciar tais perfis – na verdade, pode ser feita até com menos tempo. Foque em manter contato e engajamento com pessoas que se interessem e leiam seu conteúdo. É muito melhor uma conta com somente 1.000 seguidores ativos e que lêem seu blog do que com 10.000 seguidores que nem sabem quem você é!

Se você configurar sua conta do Google Adsense direitinho, escrever bons artigos semanalmente (melhor ainda se diariamente!) e fizer bem a divulgação dos textos nas redes sociais, é bem provável que não demore muito a começar a “ganhar dinheiro com o Google”, como muitas pessoas têm sonhado!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Ganhe dinheiro escrevendo artigos!

Você está pensando em como ganhar dinheiro e, em meio a tantas buscas e andanças, acabou chegando aqui? Então puxe uma cadeira, pois aqui no Trabalhar em Casa Hoje suas dúvidas encontram respostas! ;-) E nossa discussão hoje é sobre ganhar dinheiro escrevendo artigos, uma oportunidade bastante procurada.

Se você já está procurando oportunidades para trabalhar em sua casa a tempo suficiente, já deve ter conhecido sites e blogs onde se pode escrever artigos. Muitos deles são utilizados de forma gratuita, com interesse única e exclusivamente para o article marketing, mas em alguns deles podemos escrever e ganhar dinheiro!

Como serei pago?

Há duas principais formas de pagamento:

  • Preço por artigo, onde há um valor fixo ou variando de acordo com a quantidade de palavras e qualidade do artigo. Se você está procurando um jeito de ganhar dinheiro a curto prazo, essa é uma boa estratégia, uma vez que os preços por artigo podem variar de R$ 3,00 a R$ 20,00, dependendo do tema, de sua experiência, extensão do artigo e do website em que irá publicá-lo;
  • Ganhos residuais, neste caso você irá ganhar uma parte do que o website/blog irá ganhar por meio de publicidades expostas em seus artigos. Esta pode ser uma boa estratégia a médio e longo prazo, pois apesar de inicialmente ganhar muito pouco ou nada por artigo, com o passar do tempo o número de artigos publicados irá crescer e, assim, seus ganhos.

Onde posso escrever?

Há vários websites e blogs onde se pode trabalhar escrevendo artigos, a maioria deles trabalhando com ganhos residuais.

Isso acontece porque os riscos são menores para o dono do website ou blog, isto é, ele só irá pagar-lhe se aquele artigo que você escreveu realmente ganhar algum dinheiro. Entretanto eu preciso ser sincero contigo: se não houver nenhuma orientação sobre como você deve proceder a fim de levar tráfego para aqueles artigos que você escrever, seus ganhos residuais serão bastante baixos, o que pode frustrar-lhe bastante. Para isso, eu tenho uma solução, mas falo sobre ela daqui a pouco. Vamos primeiro conhecer alguns lugares onde se pode escrever e ganhar dinheiro!

Babado.org

Não conheço muito desse site, mas outro dia em minhas “andanças pela web” deparei-me com este website e eles pagam um valor fixo por artigo, o que pode ser interessante para quem está procurando ganhos a curto prazo.

O valor varia de R$ 3,00 a R$ 7,00 por artigo, o que, dependendo do tipo de conteúdo abordado pode ser um bom negócio (fácil e rápido de fazer) ou um mau negócio (difícil e exige muita pesquisa ou experiência no assunto).

A página do website traz informações gerais sobre o que eles requerem e a forma de contato, bem como cinco títulos de artigos sugeridos, dos quais o interessado deve escolher um, escrever um artigo e enviar para a seleção.

Tentei acessar o site agora a fim de conseguir mais informações, mas infelizmente o mesmo está fora do ar no momento… Bem, vamos para o próximo.

oSabeTudo.com

Este é outro site onde você pode ganhar dinheiro escrevendo, mas neste caso tratam-se de ganhos residuais.

Para ganhar dinheiro com artigos para O Sabe Tudo você precisará cadastrar-se no site e ter uma conta do Google Adsense, sistema de publicidade da companhia Google.

Para não cometer erros, é muito importante que leia toda a política de uso do Google Adsense, como o próprio O Sabe Tudo recomenda, a fim de não ter seus artigos reprovados pela editoração do site.

Squidoo.com

Squidoo é um site bem conhecido para quem trabalha com Internet Marketing e permite-lhe ganhar dinheiro lá de duas formas:

  • Por meio dos anúncios que aparecerem em seus artigos;
  • Por meio de seus próprios links de programas de afiliados, uma vez que você pode publicar links para programas de afiliados lá, ou direcionando tráfego para os seus blogs ou websites.

Apesar de ser um site em língua inglesa não há problemas em criar lenses (como as páginas no Squidoo são chamadas) em língua portuguesa.

UPDATE: Não recomendo mais o site Squidoo com o intuito de ganhar dinheiro escrevendo, principalmente escrevendo textos em língua portuguesa, já que as últimas atualizações do mesmo apagaram completamente todos os meus artigos em língua portuguesa e, “de brinde”, aqueles em língua inglesa também!

GigaMundo.com

Há algum tempo atrás publiquei aqui neste blog o artigo Quer trabalhar conosco? onde divulguei a oportunidade de trabalhar comigo escrevendo artigos. Há uma tabela de preços fixada com valores bem interessantes – o preço do artigo varia atualmente de R$ 4,00 a R$ 7,00 e pagamos uma bonificação de 10% a 50% dependendo da qualidade do artigo.

Na época, pareceu-me algo bastante interessante: sei que há pessoas procurando novas oportunidades de ganhar algum dinheiro extra e eu estava precisando de escritores freelancers, então, por que não?

Acredito que pelo fato de ter criado uma página muito bem explicada sobre o que a pessoa precisa saber e valores, recebi um bom número de emails de pessoas interessadas e algumas delas começaram a trabalhar comigo. Atualmente, possuímos três escritores freelancers ativos e pretendo fechar parceria com outros três ou mais ao longo do ano.

Infelizmente, por agora, não estamos fechando acordos com novos freelancers. Isso acontece devido ao fato de que já temos as vagas preenchidas, tanto de escritores freelancers (na verdade, há uma sobrando, mas já temos gente demais “na reserva”) quanto de assistentes (eu pretendia ter dois assistentes part-time este ano sendo ao menos um presencial e consegui dois presenciais! Então está melhor ainda :-) ).

UPDATE: Estou “riscando” meu blog, por enquanto, pois no momento interrompi as atividades com escritores parceiros devido a dificuldades em conciliar todas as minhas atividades!

Mas, você lembra que lá em cima eu falei que iria solucionar o problema do pessoal quanto à falta de informação sobre como melhor trabalhar com artigos e ganhos residuais? Pois bem, em breve espero trazer não somente uma grande oportunidade de negócios para vocês, mas também uma excelente chance de aprender mais e de forma séria.

Então, se você não está ainda ganhando dinheiro escrevendo artigos, é só esperar um pouco…

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Lanchonete saudável

Outro tipo de negócio muito rentável em nossa sociedade que começa a despontar é o das lanchonetes especializadas em alimentos saudáveis. Um estudo feito por especialistas revela que cerca de 64% das pessoas com idade a cima de 30 anos buscam cada vez mais por dietas mais saudáveis em seu dia a dia para prevenir doenças e manter o corpo e a vida mais saudável. Tendo esse estudo como base podemos explicar o aumento de redes de lanchonetes, padarias e “fast foods” especializadas em alimentos saudáveis.

Muitos restaurantes tem incrementado o seu cardápio com alimentos mais saudáveis e menos calóricos pois o interesse por este tipo de alimento só tem crescido pelas pessoas. Já são muitos os lugares que oferecem pratos menos calóricos e todos tem obtido sucesso, já que há uma grande procura das pessoas por um estilo de vida mais saudável.

Uma empresa apostou neste setor em 2007 com sua primeira loja especializada em pratos saudáveis. De lá pra cá o número de lojas dobrou, ou melhor quadruplicou. Hoje, são 4 lojas especializadas no ramo e tem feito bastante sucesso. Em 2009 as quatro unidades da empresa faturaram 4,5 milhões e as perspectiva para esse ano é de 10 milhões de reais.

E agora, alguns dados publicados pela PEGN que com certeza são do interesse de todos que desejam iniciar tal empreendimento:

  • Investimento de R$ 310.000,00;
    • Equipamento e instalações – R$ 250.000,00;
      • Estoque, caixa eletrônico e impressora de cupom fiscal;
      • Cortador de frios e legumes, esterilizador de louça;
      • Microondas;
      • Geladeira;
      • Forno;
    • Capital de giro – R$ 60.000,00;
  • Faturamento médio mensal – R$ 85.000;
  • Funcionários – 15;
    • 1 dono;
    • 14 empregados para três turnos.
  • Prazo de retorno – 36 meses.

A idéia do negócio é oferecer qualidade e inovação aos clientes, na empresa que fez sucesso em são paulo o cardápio exibe os pratos com seu valor calórico e todos os nutrientes, o cliente se sente a vontade e pode descansar sabendo o que está comendo e com a certeza da qualidade do alimento.

Em todos os alimentos oferecidos pela lanchonete o cardápio é bem funcional e exibe tudo o que o cliente procura saber, é preciso ter também um bom atendimento assim como divulgação do empreendimento no local onde será implantado. Segundo o dono da empresa o objetivo dele é expandir as franquias de sua marca neste ano.

Ele ainda afirma que os lanches saudáveis são o futuro dos fast foods e lanchonetes e a cada dia que passa aumenta a procura das pessoas por alimentos mais saudáveis, desde as mais novas as pessoas com mais idade, temos clientes de diversos tipos afirma. O sucesso é garantido, começar a empreender neste negócio é necessário um bom plano de negócios e uma boa administração.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Está difícil aprender a trabalhar em casa?

Hoje, estive pensando nas dificuldades que muita gente deve ter ao começar a trabalhar em casa. O primeiro problema que muitos possuem é: onde encontrar informação realmente válida sobre oportunidades e como preparar-se para elas?

Atualmente, os motores de busca funcionam como guias para encontrarmos mais facilmente a informação na Internet e é justamente neles que muitos devem buscá-la – aliás, é bem provável que você tenha chegado aqui por meio do Google Search, Bing, Yahoo! ou outro motor de busca.

Mas será que podemos acreditar em tudo o que encontramos por aí? Será que dá para aprender por meio de qualquer um desses sites? Bem, a fim de averiguar isso, decidi fazer uma busca por “trabalhar em casa” no Google Search e o resultado não me surpreendeu… Vejam só o que encontrei (os resultados comentados aqui podem não se encontrar na mesma ordem daqueles encontrados no motor de busca):

  • Quatro dos resultados são potencialmente pirâmides financeiras, uma estrutura financeira e hierárquica frágil onde não há nenhum produto ou serviço circulando, somente o dinheiro, prejudicando aqueles que estão nas camadas inferiores. Saiba mais sobre elas em A verdade sobre esquemas “Fique rico rápido”;
  • Um diretório de empresas que, infelizmente, listava muitas falsas oportunidades em sua página sobre o tema;
  • Uma possível oportunidade de negócio comprando produtos baratos do exterior, mas que, uma vez que não posso analisar realmente o conteúdo apresentado por elas, não posso categorizá-los como realmente sérios ou não;
  • Um site com um funcionamento muito similar a um sistema de afiliados que testei há cerca de dois anos atrás e que abandonei após algum tempo por não ser muito compatível com o perfil de negócios que espero ter;
  • Um website que aparenta até ser uma piada, tamanha é a quantidade de links de afiliados e necessidade de uma melhor manutenção no mesmo!

Como podem ver, estou “reprovando” 8 dos 10 resultados. Os únicos dois resultados dos top 10 do Google Search para aquela busca em minha opinião são:

Seis negócios para você montar em casa

Trata-se de um artigo da Revista PEGN, bastante respeitada (principalmente por mim) quando o assunto é pequenos negócios!

A matéria fala sobre oportunidades de negócios que podemos desenvolver a partir de nossa casa, reduzindo certos custos com escritório próprio, o que pode é de grande ajuda quando nosso objetivo é aprender a trabalhar em casa – e, claro, escolher boas oportunidades.

Perceba que o artigo é composto por quatro páginas – na primeira vez que olhei a página, não consegui identificar facilmente o link para a próxima página, você encontrará no box “Ainda nesta matéria” após o texto de cada página.

Trabalho em casa: como encontrar um emprego e escapar das armadilhas

O site Efetividade.net também traz uma grande contribuição para quem quer trabalhar em casa por meio deste artigo, onde expõe alguns dos riscos e como escapar deles.

Acredito que se todos seguissem à risca o que ele fala, ao menos 50% dos sites com conteúdo irrelevante que vemos na Internet e que tentam somente ganhar o dinheiro de internautas incautos desapareceriam de uma vez por todas, já que não teriam mais como lucrar com isso.

Conclusão: Zero a zero…

Bem, no fim das contas encontramos dois excelentes artigos a serem lidos, mas isso só não basta – estou certo de que você, caro leitor, gostaria de mais informações sobre como começar a trabalhar em casa.

Resumidamente, trabalhar em casa consiste em descobrir algo que você pode fazer bem de sua própria casa (geralmente atividades focadas em informação e tecnologia ou montagem e venda de certos produtos, como bijuterias, perfumes, livros, etc.), estudar os detalhes necessários para realizar tais operações e então iniciá-las – com o tempo, a experiência ajuda a corrigir as imperfeições e corrigir o rumo.

Como só estas palavras provavelmente não lhe serão suficientes, espero planejar e publicar ainda este ano um curso tão completo quanto for possível sobre o assunto.

Mas e você, amigo, leitor. Conte-nos sobre suas dificuldades em aprender a trabalhar em casa!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quero trabalhar em casa – e agora?

Quem nunca desejou trabalhar em casa? Ou ser seu próprio chefe? Criar seu próprio negócio em casa é algo que exige muito esforço, força de vontade, dedicação e principalmente trabalho. Quer ser seu próprio patrão? Mas não tem muita certeza se o negócio irá gerar frutos ou se ao menos não tem certeza de que é isso o que quer, começe aos poucos e devagar.
Não hesite em estudar para apefeiçoar seus conhecimentos, pesquise e leia bastante sobre negócios, finanças, enfim sobre tudo o que acontece no dia a dia. Procure cursos para informar-se e especializar-se mais sobre a área que pretende execer e atuar, investindo em si mesmo.

Comece testando o seu negócio faça um breve plano dos objetivos do que você quer com ele e os quais não quer também, tenha um foco, e procure separar um pouco a vida pessoal da profissional, que pode se tornar um pouco complicado se não existir comunicação, já que você estará em sua residência com outras pessoas da famíla, então comunique-se diga a todos como é o seu traballho. Um ponto a ser considerado é também separar as finanças pessoais das finanças do negócio, essa é uma boa opção. Para não entrar em divídas e permitir que elas virem uma bola de neve.

Além disso seja bastante disciplinado, determine seus horários e delimite o local onde seu negócio funcionará, é importante para a produtividade do seu trabalho não cair. E agora como devo proseguir para criar meu pequeno empreendimento?

Bom como todo negócio, você deve ter primeiro uma ideia depois averiguar se existe mercado para o serviço ou produto que irá vender, e como funciona, pesquisando nos concorrentes e com os fornecedores. Para que ter pleno domínio do seu negócio e descobrir se ele compensará.
Faça alguns destes questionamento a si relacionadas ao seu futuro negócio, existe mercado para o meu produto? E quanto a concorrência? Nesta área sou um dos primeiros a oferecer tal produto? Como vou promover eles? Quanto cobrarei? E por fim posso competir com meus concorrentes?
Essas perguntas são algumas provavéis dificuldades que encontrará na jornada de criação do planejamento do seu empreendimento. Planejamento para um pequeno negócio? Sim, ele é necessário e deve estar sempre presente para que saiba lidar com futuras situações e escolher as decisões corretas em momentos difíceis.

Divulgue a sua marca, publicidade é o portal para que seus clientes cheguem até seu produto. Por exemplo se seu negócio é de vendas pela internet e você não utiliza nenhuma estratégia de marketing, como sua clientela chegará até seu negócio? Neste Caso vale a pena investir em anúncios de publicidade online.

Sempre pense positivo acredite no seu trabalho e empenho, não permita que a ansia de ter resultados rápidos com seu empreendimento deixem te abater, muito menos medo e preocupação. Importante também identificar os erros e saiber como fazer diferente e melhor nas próximas vezes, mantenha seus pensamentos bem positivos! ;)

E por fim torne seu negócio em sua realização profissional, não uma escapatoria para não fazer nada ou para a falta de emprego. Busque sempre fazer melhor para seus clientes e pense a cada dia em de crescer e se desenvolver, melhorando seu negócio. :D

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Restaurantes e padarias 24 horas

Falaremos agora de mais um empreendimento muito lucrativo nos tempos de hoje, os restaurantes e padarias 24 horas. Pra quem quer começar neste ramo existem algumas dificuldades encontradas por muitas pessoas que já mergulharam neste ramo de negócio.

Encontrar mão de obra qualificada, ter um bom controle financeiro e evitar alguns desperdícios são algumas das dificuldades encontradas por algumas pessoas. Segundo o sócio de uma rede de quatro padarias 24 horas em são paulo o negócio é lucrativo, a empresa começou a funcionar em 1996 e um ano depois passou a funcionar 24 horas por dia.

No ano de 2009 a rede de padarias conseguiu atender cerca de 8 mil clientes e foi uma das primeiras padarias a contar com bufê no jantar. Além disso, a empresa tem crescimento de 15% ao ano e o tíquete médio é de 17 reais. É preciso ter um bom diferencial para fazer sucesso nesse ramo.

Para quem deseja começar a empreender neste ramo o dono da empresa avisa: ” O trabalho é intenso, somos indústria e comércio ao mesmo tempo” e “O faturamento pode ser alto mas os gastos também são muito grandes” afirma o sócio da rede. Além disso para ter sucesso no ramo é preciso uma estrutura muito bem planejada para funcionar durante três turnos sem interrupção e oferecer qualidade e bom atendimento ao público.

Vale lembrar também que é preciso diversificar o cardápio para poder agradar os diferentes tipos de pessoas e investir bastante na divulgação, mas na área do empreendimento pois ninguém sai de outro bairro para ir em uma padaria.

E agora, alguns dados publicados pela PEGN que com certeza são do interesse de todos que desejam iniciar tal empreendimento:

  • Investimento de R$ 1,15 milhão
    • Equipamento e instalações – R$ 1 milhão
      • Forno, fogão e utensílios de cozinha;
      • Câmara fria, refrigeradores e expositores;
      • Exaustor, mesas e cadeiras para 30 pessoas;
      • Sistema integrado de gestão e impressora fiscal;
      • Computador com Internet;
    • Capital de giro – R$ 150.000,00;
  • Faturamento médio mensal – R$ 150.000;
  • Funcionários – 24;
    • 1 dono;
    • 3 padeiros;
    • 3 confeiteiros;
    • 2 cozinheiros;
    • 10 atendentes;
    • 3 caixas;
    • 2 seguranças.
  • Prazo de retorno – 48 meses.

O ramo do negócio é animador, vem crescendo muito no país e é uma ótima oportunidade de negócio. Mas nunca esqueça que este ramo precisa apresentar para seus clientes diferencial e bom atendimento, além da qualidade do que é vendido. Os custos são muito altos mas o rendimento é bem confortável.

Isso torna o setor muito popular por apresentar boas margens de lucro, mas é preciso estar atento a administração do negócio e contar sempre com uma boa “base” para não ter surpresas no empreendimento. Além disso, a qualidade dos produtos e a qualidade do ambiente são essenciais na montagem do empreendimento. Pois as pessoas e futuros clientes vão gostar de um local organizado e que principalmente, oferece serviços e produtos de qualidade.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Gestão do Dinheiro

Não sei se você está acompanhando nosso blog e já leu nossos outros artigos. Se leu, ótimo, está no caminho certo. Se não leu, bem, a verdade é que está perdendo tempo. Alguns até dizem “não preciso de mais dinheiro em minha vida”. Falam isso e logo depois correm até uma casa lotérica para apostar o suado dinheiro que ganharam em algum jogo de azar, como a Mega Sena, por exemplo. Se não precisa, por que faz isso?

O fato é que muitos possuem problemas em sua educação, principalmente quando o assunto é gestão do dinheiro. Pior, o problema não é somente que não aprendemos o certo sobre o dinheiro, é que também aprendemos coisas erradas sobre o dinheiro! Sendo assim, como diz Harv Eker em Os Segredos da Mente Milionária, precisamos começar desaprendendo para só então poder aprender o certo.

Bem, aqui vão, então, duas dicas sobre o que desaprender e aprender quando o assunto é gestão do dinheiro!

Para ser rico, você precisa pensar como rico!

Este é o primeiro passo importante: pense como rico! E o grande problema é que muitos torcem o nariz e reclamam ao ler isso. Isso porque enraizam em suas mentes que pessoas ricas são mesquinhas, arrogantes e somente querem ganhar mais e mais às custas dos outros. Quando você tem isso enraizado em sua mente, é muito difícil querer pensar e agir como um rico, não é mesmo?

Mas se você realmente quer cuidar bem do seu dinheiro e até mesmo fazer o seu patrimônio crescer, então você precisa começar a pensar como um rico. Enquanto que uma pessoa com menores condições financeiras costumam comprometer boa parte do que lhe sobre de seus rendimentos mensais com compras supérfluas (e muitas vezes a crédito, o que aumenta ainda mais a bola de neve), ricos geralmente as compram com a parte do dinheiro que não lhes prejudicará, isto é, eles não comprometem todo o seu rendimento mensal.

Você pode estar pensando: isso é fácil quando se ganha muito, mas e quando se ganha pouco? Justamente quando se ganha pouco é que mais precisamos pensar e agir dessa forma, a fim de conseguirmos não somente economizar, mas também ganhar mais!

Esta é somente uma das formas de pensar, para encontrar muitas outras, indico a leitura de Os Segredos da Mente Milionária, onde poderão encontrar muita coisa legal. Ou continuem acompanhando nosso blog, pois iremos trazer muitas ideias boas por aqui. ;-)

Princípio 80 / 20 aplicado aos negócios e ao dinheiro

Não sei se você conhece a lei de Paretto, mas se não conhece, deveria. Trata-se de um princípio que afirma que 80% dos resultados são obtidos por meio de 20% de nossos esforços. Em outras palavras, 20% de todo o esforço que você realiza é responsável por 80% dos resultados que você conquista, os outros 80% geram somente 20%. Na verdade, em certas ocasiões, relatos mostram que os números podem ser ainda mais assustadores, apontando que 90% dos resultados são alcançados com somente 10% dos esforços.

O que isso tudo deveria significar para você é que você precisa descobrir quais são os 20% de esforços seus que resultam em 80% dos resultados quando o assunto é dinheiro e repensar quanto aos outros 80% de esforços, eliminando completamente aqueles que não surtem efeito algum, minimizando aqueles cujos resultados são muito pequenos.

O ideal, na verdade, é realizar um corte drástico a fim de dobrar seus esforços sobre os 20% realmente produtivos, o que pode significar em, talvez, quase dobrar os resultados, mas sabemos que nem sempre isso é possível. Por exemplo, se você trabalha em uma empresa e percebe que há muitas reuniões desnecessárias ocorrendo semanalmente, pode não conseguir convencer seu chefe de que elas são desnecessárias em um primeiro momento, mas pode ir negociando com ele a fim de reduzir o número de reuniões a fim de focar em outras atividades que poderão ser muito mais produtivas.

Quanto a isso aqui, ninguém é melhor que Tim Ferris em seu livro Four Hour Workweek, que também possui edição traduzida no Brasil – mas a que comprei é em inglês, mesmo.

O quê? Só isso? Só duas dicas? Meu amigo, um conselho: se achou pouco estas duas dicas, é porque ainda não tentou colocá-las realmente em prática, para perceber que somente essas duas dicas podem ser responsáveis por uma grande mudança em sua vida! Bem, e agora, boa sorte reestruturando a gestão do seu dinheiro!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Ganhando o controle sobre suas finanças

Comentamos em artigos anteriores que para ficar rico, você precisa pensar e agir! Talvez tomado por tal espírito de iniciativa, você finalmente decidiu que é hora de fazer algo sobre suas finanças pessoais. O problema é que você realmente não sabe por onde começar. Bem, a sorte está do seu lado hoje, porque o artigo que se segue vai lhe dar algumas dicas sobre boas coisas que você pode fazer imediatamente para ajudá-lo a voltar para o caminho certo.

Dicas para manter o controle sobre suas finanças

No mundo de hoje é fácil apenas correr por aí e comprar as coisas sem pensar nas consequências. Você gasta o dinheiro e realmente não percebe o quanto foi gasto. Bem, o primeiro passo para gerir o seu dinheiro é descobrir o quanto você está gastando. Portanto, manter o controle de seus ganhos e, no final da semana verificar se estão de acordo com quanto você gasta. Tente manter em seu controle as informações de forma separada, assim você sabe exatamente quanto vai para alimentação, vestuário, etc. Isso, então, pode ajudá-lo a decidir onde você pode fazer algumas mudanças.

Tente fazer cortes onde for possível. Provavelmente você não precisa gastar tanto com suas contas de telefone fixo, celular e acesso à internet. Você também poderia viver sem TV a cabo. Veja as coisas de que você poderia se livrar ou minimizar para ajudar a aumentar quanto de dinheiro sobra em seu bolso.

Aproveite bem o tempo na hora de comprar. Muitos itens podem ser comprados online com um desconto significativo. Além disso, muitas destas lojas ainda oferecem frete grátis. Verifique se você pode obter certas coisas online em vez de ir a uma loja local e acabar pagando mais caro. Se você for a uma loja local, verifique os preços. Procure em anúncios locais quais itens estão à venda. Você também pode perguntar nas lojas se elas oferecem catálogos por correio, o que pode poupar-lhe tempo e até mesmo algum dinheiro.

Tente não fazer compras em seus cartões de crédito. Muitas vezes é muito fácil perder o controle dessas compras e se empolgar. Qualquer compra que é feita no cartão de crédito estará mais para um empréstimo, na medida em que pode levá-lo a usar o famoso crédito rotativo. Se você não mantiver o controle de quanto você está gastando, é fácil acabar extrapolando seu limite mensal. Se você usar cartões de crédito, certifique-se de manter o controle de quanto você está gastando mensalmente – e quanto é o seu limite mensal para tal. Não só vai ajudá-lo a manter-se mais responsável com seus gastos, mas também irá ajudá-lo a se certificar de que você terá dinheiro suficiente para cobrir suas despesas.

Certifique-se de pagar suas contas assim que recebê-las. Ao pagar suas contas antes da data de vencimento, você não precisará pagar juros. Cada dia que passa após o vendimento você terá um valor maior para pagar. Se você pagar atrasado, não só você tem que pagar juros sobre os dias extras, mas também será cobrada uma taxa de atraso.

Muitas vezes, o primeiro passo para fazer uma mudança é o mais difícil. O artigo acima deu-lhe algumas ideias sobre alguns passos simples que você pode tomar para ajudar a sua situação financeira. Então dê o primeiro passo hoje ganhando o controle sobre suas finanças.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Casa de repouso

O crescimento da população idosa tem sido constante no Brasil e no mundo e isso abre diversas frentes para investimento nessa área e é sobre isso que vamos falar aqui no idéias de negócios.

Segundo o IBGE os brasileiros a cima de 65 anos representar cerca de 10,5% da população, o que significa mais de 19 milhões de pessoas e esse número segundo só tem a crescer com o passar do tempo. O crescimento é muito grande neste setor, a rede Casa vila mariana de são paulo está a 30 anos no mercado e fez sucesso.

O lugar mais parece uma área residencial com um ambiente que lembra uma pousada e tem até suítes individuais. A rede conta com casas para pessoas lúcidas e com casas para pessoa que preciso de atenção médica. Segundo o dono da empresa a imagem dos antigos asilos mudou com as novas casa-pousada de descanso para idosos.

Eles recebem cuidados por tempo integral e são muito bem cuidados em uma ambiente muito acolhedor e amigável. Os clientes da casa se sentem muito bem cuidados e gostam muito do local, as mulheres sempre pedem ajuda para ficar mais bonitas e os homens gostam de serviços cuidadosos conta o dono da empresa.

É um negócio que se feito com competência tem muitas chances de ser um grande sucesso, as cinco unidades da casa faturam por ano 4 milhões de reais e segundo o dono a casa funciona de diversas formas, o idoso pode passar o dia no local e voltar para o seu lar durante a noite ou até por temporada hospedado no local.

Para investir na área é preciso ter cuidado e atenção, pois existem, diversas normas da Anvisa e da prefeitura para a construção de lugares assim, os corredores precisam estar de acordo com as normas e até a largura das rampas de acesso. Mas as perspectivas do mercado compensam todos os custos do empreendimento.

E agora, alguns dados publicados pela PEGN que com certeza são do interesse de todos que desejam iniciar tal empreendimento:

  • Investimento de R$ 100.000,00;
    • Equipamento e instalações – R$ 70.000,00;
      • Imóvel com pelo menos cinco quartos e espaço;
      • Reformas;
      • equipamentos;
      • Móveis e equipamentos;
      • Médicos e cadeira de rodas;
    • Capital de giro – R$ 30.000,00;
  • Faturamento médio mensal – R$ 45.000;
  • Funcionários – 8;
    • 1 dono;
    • 2 enfermeiras;
    • 2 técnicos em enfermagem;
    • 2 cozinheiras
    • 1 faxineira
  • Prazo de retorno – 36 meses.

O empreendimento precisa ser construído de acordo com as normas, esse é o primeiro passo. Com uma boa administração e atendimento o sucesso desse negócio é garantido, além disso é preciso também uma boa análise do local onde será construído assim como o público alvo da região.

A casa de repouso deve ser um local de descanso para os idosos, um local para fugir de problemas do dia a dia na melhor fase da vida, portando uma dica muito boa para quem deseja investir na área é construir um local agradável de se vive, passear e dormir. O local deve ser como um passeio, toda vez que seus clientes entrarem pelas portas de sua empresa.

Por Luis Carlos Lacê

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS