O que preciso para trabalhar pela Internet?


Para muitos, trabalhar pela Internet, de sua própria casa, parece o emprego dos sonhos. Sem trânsito, no conforto de seu lar e sem um chefe a vigiá-lo todo o tempo. Entretanto, é preciso observar certos pontos a fim de não considerar esta decisão como sendo “o trabalho dos sonhos”, o perfeito “mar de rosas”.

Apesar de não haver um chefe a vigiá-lo a cada segundo, a cobrança pelos resultados será ainda maior – afinal de contas, não há como alguém estar por perto de você a observá-lo e saber se está realmente a desempenhar seu trabalho. É muito mais fácil perder a concentração em suas tarefas, distrair-se e, quando lembrar outra vez que está na verdade trabalhando, muito tempo poderá ter passado – tempo este que foi simplesmente desperdiçado. E se há muitos problemas em cumprir os horários e as tarefas, é possível que comece a bagunçar a sua “agenda de trabalho”, passando a usar parte do tempo que deveria dedicar à sua família a pôr em dia as tarefas do trabalho. Como se pode perceber, pode ser esta uma faca de dois gumes.

Bem, analisando prós e contras, é possível dizer que há mais vantagens que desvantagens, desde que, claro, você tome as devidas precauções para reduzir ao máximo os riscos. E para poder trabalhar pela Internet, é justamente disso que você precisará!

Se você possui um emprego e deseja negociar com o seu chefe para trabalhar em casa, é bom fazer as coisas de forma bem gradual. Primeiro, tenha um bom home office em sua casa e converse com sua esposa e filhos a fim de que entendam os seus objetivos e permitam-no trabalhar em paz no escritórios nos horários que forem futuramente designados. Depois disso, negocie com o seu chefe a possibilidade de sair algum dia um pouco mais cedo e terminar uma certa tarefa em casa – se ele perceber no dia seguinte que a tarefa foi entregue dentro do prazo e com um bom rendimento, será este um ponto positivo.

Não tente avançar muito rapidamente, é necessário que as coisas fluam de forma que não aparente que você quer forçá-lo a tomar uma decisão. Após algumas semanas, negocie terminar uma outra tarefa em casa e, após mais algum tempo, tente aumentar o volume de tarefas, até conseguir um dia inteiro de trabalho em casa para cada uma ou duas semanas no escritório.

Um autor bastante interessante para quem deseja traçar um plano para deixar o escritório e poder trabalhar de qualquer lugar do mundo (literalmente!) é Tim Ferriss, autor de Trabalhe Quatro Horas Semanais. Ele apresenta a necessidade de trabalhar à distância como parte de um plano ainda maior que pode permiti-lo desenvolver seu próprio negócio (e trabalhar mais ainda de casa!) sem ter que deixar o atual emprego. Devo confessar que o plano de Tim é bastante agressivo, mas se bem estudado, você pode aplicá-lo de forma mais moderada e conseguir excelentes resultados.

Ter paciência e evoluir de forma gradativa é muito importante, afinal de contas trata-se de algo bastante arriscado para a empresa (como controlar o horário de trabalho do funcionário?) e que vai contra a cultura corporativa na maior parte das empresas brasileiras. Entretanto, quanto mais você conseguir sucesso em suas tarefas, é bem provável que a empresa se torne mais e mais flexível a fim de permitir-lhe trabalhar de sua própria casa, pela Internet.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Ganhe mais dinheiro com o Natal!

Natal está chegando mais cedo este ano… Na verdade, sendo bem sincero, este é um dos maiores clichés que já ouvi em minha vida, mas o intuito é justamente esse: tentar levar o público a organizar-se para o Natal. E aí entra toda a questão de comprar a decoração natalina, os presentes para família e amigos, as coisas para fazer a ceia etc.

E adivinha só? Você pode ganhar dinheiro com o Natal sem nem sair de casa! É isso mesmo! Calma que eu já vou explicar: trata-se simplesmente de estar no lugar certo e na hora certa, “vendendo” o produto certo para a pessoa certa.

Nessa época do ano (de novembro até início de janeiro) às varejistas praticamente dobram seus gastos com publicidade e pessoal de vendas com o intuito de alcançar seu público-alvo em uma época em que praticamente já é tradição comprar. E você, meu amigo ou amiga, pode ser a pessoa certa para ajudar nisso.

Há várias maneiras de ganhar dinheiro aqui: se você já possui um blog e ganhar dinheiro por meio da publicidade exibida (por exemplo, Adsense e HotWords), pode simplesmente escrever mais conteúdo focado em produtos natalinos ou coisas relacionadas. Se você possui um blog onde revisa produtos tecnológicos, filmes ou qualquer outro tipo de produto, pode então falar sobre mais produtos que estarão saindo no final do ano e que servem muito bem como presentes – e, então, incluir links ou botões para produtos afiliados. E se você já possui sua própria loja virtual, nem é preciso dizer-lhe como pode ganhar dinheiro nesse Natal, não é mesmo?

Entretanto, se você ainda não se preparou para ganhar mais dinheiro, é melhor se apressar, pois o período de vendas já começou e a “febre natalina” geralmente dura até a véspera de Natal. Quanto mais demorar para elaborar sua estratégia e pô-la em prática, mais dinheiro estará perdendo!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Papel do líder em uma organização

Nossa sociedade atualmente prega muito a importância de um líder nas empresas, mas será que sabemos mesmo qual o papel de um líder em uma organização? Todos os cursos livres, técnicos e de pós-graduação em administração ou gestão de negócios usam essa expressão ao menos uma vez. Liderança já se tornou um termo bastante abrangente, formado por vários atributos positivos importantes para as formações de equipes eficientes e tal termo até mesmo vem se ramificando, por exemplo, formando uma nova expressão – a liderança servidora.

Mas não basta falar, é preciso por em prática – e a grande pergunta que fica no ar é: as organizações estão realmente favorecendo a formação de líderes dentro de suas instalações? O que mais encontramos por aí, chefes autoritários ou líderes carismáticos? Infelizmente, a imagem do “chefe autoritário” ainda é mais comum do que o “líder servidor”. Um erro muito comum é acreditar que liderança é algo congênito, isto é, com o qual já se nasce e pronto, que não pode ser desenvolvido – mas este é um grande equívoco, pois as várias habilidades de um líder podem ser aprendidas e treinadas. Um líder deve ter uma boa capacidade de compreensão, ouvindo pares e subordinados antes de tomar uma decisão, deve também saber negociar a fim de que todos concordem com a decisão tomada e deve ser bastante comunicador, pois falhas em comunicação podem comprometer todos os resultados obtidos por meio de sua liderança.

Entretanto, mesmo sendo gritante a importância do papel de um líder nas organizações, muitas delas ainda encontram dificuldades para o desenvolvimento de tal talento. Problemas na cultura organizacional podem levar a suprimir toda e qualquer iniciativa de liderança que se desenvolva na mesma. E infelizmente, como este é um conceito bastante apreciado pela sociedade, até mesmo empresas com tais problemas culturais dizem apreciar e incentivar o espírito de liderança nas mesmas, transformando este em uma tática de marketing. Precisa-se, assim, de uma completa reforma do ambiente organizacional para que não somente líderes, mas também os vários outros talentos possam despontar.

Ser líder. Pode parecer algo fácil de entender e aplicar, porém o que estamos vendo nas empresas é que não é algo tão simples assim. E se a sua empresa ainda não está atenta a isso, então ela pode ter grandes problemas com concorrentes que já desenvolvem tais vantagens.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Medicamentos fitoterápicos

Olá mais uma vez! Hoje vamos apresentar um negócio que tem feito muito sucesso em nosso país e que também é muito importante em nossa sociedade, os medicamentos fitoterápicos.

Nos últimos anos muitas pessoas têm procurado por medicamentos fitoterápicos, à base de plantas medicinais de todo o mundo. Cada dia que passa aumenta o interesse de pessoas por esses medicamentos. A Anvisa já divulgou que existem mais de 500 formulações do gênero produzidas por 119 indústrias.

O Sistema Único de Saúde (SUS) já autorizou a prescrição de oito remédios como estes para a rede pública, o número parece pouco se relacionado à quantidade de medicamentos que é produzido em nosso país, mas esses oito medicamentos representam um grande aumento no setor de medicamentos fitoterápicos.

Associação Brasileira de Fitoterapia estima que a venda de medicamentos fitoterápicos movimenta por ano cerca de 1bilhão de reais no Brasil. 60% desse valor para manipulados e 40% para industrializados. O setor está em constante crescimento e as expectativas de quem investe na área são grandes.

E agora, mais alguns números que são do interesse daqueles que desejam iniciar um negócio no ramo de medicamentos fitoterápicos:

  • Investimento de R$ 430.000,00;
    • Equipamento e instalações – R$ 400.000,00;
      • equipamentos de manipulação de sólidos, líquidos e semisólidos;
      • Balcão fechado;
      • Gôndolas de autoserviço;
      • Linha telefônica;
      • Computador com Internet;
    • Capital de giro – R$ 30.000,00;
  • Faturamento médio mensal – R$ 40.000;
  • Funcionários – 7;
    • 1 dono;
    • 1 caixa
    • 1 atendente;
    • 2 profissionais de manipulação;
    • 1 financeiro;
    • 1 limpeza;
  • Prazo de retorno – 24 meses.

O setor está em crescimento constante em nosso país e quem desejar investir no ramo terá que cumprir as normas da Anvisa, ter licença e alvará sanitário expedidos pelo órgão municipal e estadual de vigilância sanitária. Além disso, também é preciso ter um farmacêutico responsável pela empresa e certidão de regularidade técnica, emitida pelo Conselho Regional de Farmácia.

O maior desafio para quem deseja investir no ramo é encontrar uma mão-de-obra especializada em manipulação em nosso país, pensando nisso a Associação Brasileira de Farmacêuticos criou cursos profissionalizantes na área, mas mesmo assim ainda há uma grande falta de profissionais no ramo.

Uma saída para este problema é o treinamento nas próprias empresas, e a divulgação do negócio não segue os padrões normais da sociedade, é muito importante o boca a boca com pessoas e instituições do bairro onde será implantada a empresa, além de uma conscientização de quem está próximo à mesma.

Antes do investimento, é necessário realizar uma boa pesquisa e uma análise do local onde será implantado o futuro empreendimento, tenha em mente que o empreendimento crescerá conforme a administração do mesmo trabalha ao seu favor. Portanto invista em um bom plano de negócios e administre bem o seu empreendimento para conduzi-lo ao sucesso em nosso país.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Ganhar dinheiro com mala direta?

Olá amigos e leitores do Trabalhar em Casa Hoje! Aqui estamos a tratar sobre mais uma das oportunidades de ganhar dinheiro trabalhando em casa que mais vemos na Internet: ganhar dinheiro com mala direta.

Em um outro blog meu, um leitor perguntou-me certa vez: “Vejo vários sites na Internet falando sobre a fantástica oportunidade de ganhar dinheiro enviando mala direta… É mesmo possível?”

Errr… Não! E agora vou explicar por quê.

Pare para pensar: a tarefa de mala direta é bem simples, você envelopa algo, leva até o correio e manda. Trabalho puramente manual. Eles geralmente lhe prometem fantásticos ganhos e, para ter acesso a tudo isso, você somente precisa pagar uma taxa única de R$ 25,00, R$ 40,00 ou R$ 70,00!

Quando falei aqui sobre a oportunidade de ganhar dinheiro escrevendo artigos, trouxe uma oportunidade de verdade: você presta um serviço a um website (como escritor), o mesmo publica o seu artigo, o que atrai leitores que podem ocasionalmente adquirir um produto daquele website ou visualizar anúncios de outras empresas lá. Percebe a diferença? Aqui, você prestou um serviço e foi pago por ele e é um negócio sólido porque o proprietário do website também vai lucrar, seja vendendo o produto ou exibindo anúncios, e o visitante também, pois conseguiu acesso à informação de qualidade!

Se não há um serviço real que seja do interesse do consumidor final e da empresa envolvida, então não é uma oportunidade de negócio sério. Enviar mala direta sem ser solicitado não é algo que agregue valor ao consumidor e, se você está somente a tentar convencer outros a também entrarem no mesmo esquema, aí sim a coisa fica ainda pior, tornando-se tão somente uma pirâmide financeira!

Já no caso de envio de mala direta, esta nada mais é que uma prática bem desatualizada em minha opinião e que não agrega valor algum – você vai estar a praticar spam, só isso!

Em outras palavras, essa ideia de ganhar dinheiro com mala direta ou mesmo ganhar dinheiro envelopando, como às vezes é chamado, não vale a pena. Do nosso ponto de vista, fuja dessa enrascada!

No próximo artigo, trarei uma outra oportunidade de trabalhar em casa séria, no caso o marketing de afiliados. Até breve!

Por Caroline Brasil

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Franquia – boa opção para seu negócio

A dica de hoje é para quem deseja ter seu próprio negócio mas ainda está perdido quanto a qual deve ser o seu primeiro passo – e a dica é bem simples, estude a viabilidade de adquirir uma das várias franquias de sucesso. Bem, talvez você esteja pensando que a expressão franquia seja somente uma “expressão na moda”, já que vemos tantas pessoas falando-a ultimamente, que tal analisarmos se esta é realmente uma boa oportunidade ou não?

Quem está começando um negócio pode encontrar nas franquias uma oportunidade e tanto, pois trata-se da oportunidade de adquirir o direito de uso não somente de uma marca, mas de processos documentados e testados, garantindo assim um melhor desempenho dos mesmos. Toda franquia “vende” isso, uma marca bem como um “plano de negócios já pronto” (na verdade, não o plano todo, mas um bom conjunto de processos e estratégias). A ABF (Associação Brasileira de Franchising) apresenta várias estatísticas e dados sobre o atual desempenho das franquias e até agora o cenário tem sido muito favorável, apontando um crescimento bem mais rápido que outros modelos de negócios. Até mesmo investidores estão adotando dados oferecidos por franquias como uma forma de avaliar o potencial de crescimento de uma empresa naquele ramo.

Só para que você melhor conheça as chances de um negócio do tipo, a taxa de mortalidade dentre as empresas franqueadas é muito menor do que aquela apontada por empresas não-franqueadas – somente 5% nos primeiros três anos, algo realmente muito baixo quando comparado aos 46% encontrados dentre outras empresas do mesmo setor. Além disso, está crescendo o interesse dos empreendedores por franquias, o que pode converter-se em maior concorrência, caso você não tome sua decisão logo!

Franquias que lidam com itens de necessidade básica, como alimentação e vestuário, apresentam-se dentre as mais procuradas. Franquias de alimentos experimentaram um crescimento muito bom no ano de 2011 e espera-se que tal crescimento se repita em 2012. Uma outra opção de franquia que já começa a despontar são as franquias home-based, isto é, que você pode desenvolver e trabalhar sem precisar sair de sua casa, utilizando-se para isso somente de um escritório que pode estar na mesma – mas é bom tomar cuidado, pois há muitos mentirosos aproveitando-se do momento para vender falsas “franquias”.

Entretanto, cuidado para que o otimismo demais não lhe “suba à cabeça”, pois franquia não é sinônimo de dinheiro fácil. Você ainda terá concorrência – e precisará estudar como lidar e superar a mesma. E lembre-se que não importa se sua empresa é uma franqueada ou não, você sempre terá concorrência e precisa aprender como lidar com a concorrência sem evitar o seu próprio crescimento.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Aluguel de carros blindados

Em um mundo onde é tão necessário ter segurança, ter um carro blindado passou a ser muito importante para clientes da classe A. Muitas pessoas têm recorrido a esse serviço que traz mais segurança para os usuários e também lucro para quem empreende no ramo.

Uma empresa criada há nove anos no Rio de Janeiro resolveu investir na área e passou o ano de 2009 longe da crise financeira mundial. A empresa fechou o aquele ano com crescimento de 70% e alcançou o lucro de 400 mil reais e as expectativas de crescimento são bem grandes!

O dono da empresa opera com dois veículos, um ford fusion e um ômega blindado. Segundo ele é possível começar no ramo com apenas um veículo e aconselha os futuros empresários a investirem em um Ômega blindado, pois além de ser muito espaçoso é bastante procurado pelos clientes.

Para termos ideia, a diária de um Ômega blindado custa em torno de 1.200 reais e um Ford Fusion cerca de 800 reais. Caso o cliente deseje alugar mais de um veículo de uma só vez é necessário ter uma parceria com outras empresas do ramo para não perder o cliente, por isso é muito importante ter bons contatos no ramo e com os concorrentes!

A desvalorização dos carros blindados é muito maior que a de carros comuns, portanto quem deseja investir na compra do primeiro carro deve fazer uma pesquisa na cidade onde pretende implantar o negócio a fim de saber a demanda para o primeiro ano de atividade e assim planejar melhor o futuro do negócio.

E agora, vamos apresentar alguns dados que podem ajudá-lo a iniciar tal empreendimento:

  • Investimento de R$ 180.000,00;
    • Equipamento e instalações – R$ 150.000,00;
      • 1 carro blindado;
      • Móveis de escritório e linha telefônica;
      • Computador com Internet;
    • Capital de giro – R$ 30.000,00;
  • Faturamento médio mensal – R$ 15.000;
  • Funcionários – 2;
    • 1 dono;
    • 1 motorista
  • Prazo de retorno – 36 meses.

O ramo é fechado, não é em qualquer lugar que vemos aluguel de carros blindados, mas a demanda por esse serviço tende a crescer! O novato que deseja investir na área precisa ter paciência para firmar parcerias e conquistar a confiança das empresas. Além disso, para ter um negócio no ramo é necessário ter autorização do exército e certificado de blindagem.

Antes de começar a investir em seu futuro negócio é fundamental fazer uma pesquisa a fim de encontrar o seu público-alvo e realizar uma análise do local do empreendimento, invista também na divulgação da empresa, fornecendo boas informações que atraiam os clientes; tenha paciência e seu empreendimento será um sucesso!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Internet Marketing – você já tem sua própria estratégia?

Você pode estar pensando “mas eu só quero trabalhar em casa, realmente preciso de uma estratégia de Internet Marketing?” e a resposta é… sim e muito! Você pode estar a trabalhar em casa, mas ainda precisa estar visível, apresentando os seus produtos e serviços.

Internet Marketing nada mais é que um conjunto de ferramentas e métodos que podem ser empregadas no favorecimento de uma marca, produto ou serviço junto a um possível público-alvo utilizando-se para tal da Internet. Em outras palavras, trata-se das práticas de marketing empregadas por meio da web!

Se você já possui alguns clientes e encontra-se satisfeito com os resultados atuais, pode até achar desnecessário isso, mas o que aconteceria caso um ou mesmo todos os atuais clientes o abandonassem? E se estivesse a lançar um novo produto ou serviço hoje, como conseguiria alcançar o seu público-alvo?

Viu só? A tarefa pode não ser das mais fáceis. Há inúmeras estratégias de Internet Marketing, mas destacaremos aqui as três que mais são aplicadas atualmente: o Search Engine Marketing, o Email Marketing e o Social Marketing.

O Search Engine Marketing, como o próprio nome diz, leva em consideração esforços de marketing com o intuito de posicionar-se bem nos motores de busca e, assim, conseguir visitantes por meio dos mesmos. Aqui, otimização de conteúdo para palavras-chave, técnicas de SEO (Search Engine Optimization) e article marketing são algumas das expressões de ordem.

O Email Marketing busca a construção de uma grande lista de emails de pessoas interessadas em seus serviços que podem ser facilmente contatadas por e-mail. Aqui, geralmente precisamos construir squeeze pages com apresentações em vídeo ou conteúdo textual e oferecer algum benefício em troca da subscrição daquela pessoa.

O Social Marketing trabalha com as redes sociais, isto é, com suas redes de amigos e contatos em websites como o Twitter, Facebook, Orkut, etc. Há várias ferramentas (algumas gratuitas, outras pagas) que podem ajudá-lo aqui, mas o principal a lembrar é que deve evitar certas práticas abusivas que podem levá-lo a ser taxado como spammer. Desenvolver um bom relacionamento com os seus amigos e seguidores aqui pode favorecê-lo, inclusive melhorando o caráter viral que tal estratégia pode ter.

Você não é obrigado a adotar somente uma estratégia, na verdade, o melhor a ser feito é uma combinação de todas elas, empregando mais esforços aonde possa ter melhores resultados. Além disso, não esqueça da importância de ter seu próprio website, onde poderá apresentar os seus produtos ou serviços.

Sei que este artigo está enxuto demais para um assunto tão vasto quanto este, mas o meu objetivo foi realmente o de fazer uma introdução, uma primeira abordagem. Agora, você pode seguir estudando cada um dos termos aqui apresentados e seus estudos deveriam ser suficientes para que possa ter bons resultados em sua estratégia de Internet Marketing. ;-)

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Escolhendo um pequeno negócio lucrativo

Várias são as possíveis razões para você estar lendo este artigo: talvez você buscou sobre o assunto na web, é nosso leitor ou simplesmente caiu aqui “de pára-quedas”. Seja lá qual for o motivo, é provável que você esteja interessado em saber quais as opções de pequenos negócios lucrativos que mais estão crescendo este ano e, assim, descobrir aquela que pode mais lhe agradar.

Enquanto que aqui fora, no “mundo real”, grandes empresas (supermercados, lojas, distribuidoras, etc.) estão a praticamente anular a força dos pequenos concorrentes, na web vemos um movimento contrário, criando assim muitas oportunidades para quem quer desenvolver um pequeno negócio online. Então esta pode ser, talvez, uma boa oportunidade para você, desde que analisada com bastante calma.

Então, se você gosta da ideia de ter um negócio na web, talvez esta seja uma boa oportunidade, mas não vá pensando que é só “criar um website e pronto”, como vemos muitos comentando. Bem longe disso. Se você quer ter um negócio online, precisará aprender a lidar com o mesmo com seriedade e muito respeito, dedicando um bom tempo a aprender muita informação sobre o mesmo, afinal de contas ele também vai exigir investimentos e empenho de sua parte.

Outra modalidade de negócio que vemos sendo muito comentada ultimamente são as franquias. Quem adquire uma franquia não está adquirindo somente uma ideia de negócio ou uma marca, está “comprando” também todas as orientações necessárias para a estrutura inicial de seu negócio a fim de aumentar as suas chances de sucesso.

Caso deseje adquirir uma franquia, precisará analisar cada uma das opções existentes a fim de identificar não somente aquela que melhor se assemelha ao seu perfil, mas também aquela que “cabe em seu bolso”, pois cada franquia possui seus próprios valores para taxa de franquia e investimento inicial. E é bom salientar que você não deveria escolher um negócio somente por que o mesmo pode render-lhe muito dinheiro, escolha sempre algo que você conheça e entenda a fim de aumentar suas chances. E se aceita um conselho de amigo, tome muito cuidado com as ditas “franquias virtuais”. Algumas pessoas estão “vendendo” pirâmides financeiras disfarçadas de “franquias virtuais”, dizendo que você somente precisa pagar uma taxa e pronto, você ganhará dinheiro sem esforço algum! Lembre-se: não existe isso de ganhar dinheiro sem esforço!

Aqui apresentei duas opções de pequenos negócios lucrativos. Estas não são as únicas opções disponíveis – há muitas outras por aí – mas são aquelas que gostaria de aqui destacar neste momento, e agora é por sua conta analisar estas e outras opções e começar a ganhar dinheiro!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Ensino a Distância

A modalidade de ensino a distância tem se mostrado como uma das grandes ideias de negócios nos últimos anos, com a popularização do uso da Internet para fins educacionais. A revista Pequenas Empresas Grandes Negócios, por exemplo, dá destaque a isso em sua matéria Boas ideias de negócios na área de Educação.

Segundo dados da Abed (Associação Brasileira de Educação à Distância), até janeiro de 2010 eram cerca de 3,5 milhões de alunos, matriculados em mais de 1.700 cursos à distância espalhados por todo o Brasil, um número 33% maior em relação ao ano anterior.

Hoje, há diversos cursos à distância: desde cursos livres ou de extensão a cursos técnico-profissionalizantes, de graduação ou de pós-graduação. Tudo isso, resultado de subsídios para a expansão e acessibilização da educação a todos.

Cursos de capacitação profissional voltados para o turismo, gastronomia e idiomas estão em alta devido à Copa do Mundo em 2014 e Olimpíadas em 2016, cada vez mais próximas, segundo Marta Maia, conselheira da Abed. Entretanto, cursos ligados à TI e segurança também podem trazer bons resultados.

Diversos são os recursos que podem ser empregados no ensino à distância, sendo que os mais empregados atualmente são:

  • Livros e apostilas impressos ou digitais, geralmente no formato PDF;
  • Aulas gravadas em vídeo e disponibilizadas pela web ou em DVD, podendo-se empregar também vídeo conferências para apresentações ao vivo – que poderão ser gravadas em vídeo para posterior disponibilização também;
  • Podcasts, arquivos de áudio contendo explicações ou aulas, acompanhados ou não das transcrições – arquivos em texto contendo o conteúdo do arquivo de áudio;
  • Fóruns de discussão ou outro mecanismo para interação entre alunos, monitores e professores;
  • Aplicações específicas para execução de avaliações online.

Abaixo, dados financeiros publicados pela PEGN e que são do interesse de quem desejar atuar nesta área:

  • Investimento de R$ 70.000,00;
    • Equipamento e instalações – R$ 50.000,00;
      • 8 computadores;
      • Conexão de Internet banda larga;
      • Mesa;
      • Cadeira;
      • Linha telefônica;
    • Capital de Giro – R$ 20.000;
  • Faturamento médio mensal – R$ 6.000,00;
  • Funcionários – 10;
    • 1 dono;
    • 1 recepcionista;
    • 1 atendente;
    • 1 financeiro;
    • 1 coordenador;
    • 5 professores;
  • Prazo de retorno – 36 meses.

Apesar de parecer bastante salgado o investimento, é possível iniciar seu próprio negócio de ensino à distância com recursos financeiros menores – às vezes, até mesmo com menos de R$ 5.000,00 – entretanto, não deveria ser considerado como regra e a redução nos investimentos leva consequentemente a uma redução no faturamento médio mensal!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS