Análise do planejamento de recursos humanos e operacionais – teoria

Agora que você já conseguiu descobrir qual estratégia de marketing, propaganda e publicidade irá precisar é o momento de analisar tudo que será necessário para colocar todos os seus planos e idéias em prática. E para isso serão necessários: equipamento (operações) e pessoas.

Análise operacional

Muitos devem estar pensando: (1) Do que se trata esta parte e outros ainda podem estar se perguntando (2) Por que é necessário fazer uma análise de operações se estamos lidando apenas com um negócio online e não físico.

Então vamos por partes:

1 – Realizar uma análise operacional significa fazer o estudo de todo o equipamento necessário para colocar o seu negócio em prática.

2 – Quando um negócio é online, ele baseia-se em operações que devem ser bem sucedidas a fim de trazer lucros para a sua empresa.

Agora que já foi explicado, vamos ver como isso é fundamental ao seu novo negócio online e pode ser capaz de evitar muitos problemas futuros.

Lembre-se que você não precisará investir em um espaço físico para sua loja, talvez precise somente de um escritório ou um espaço reservado em sua casa para ser o seu ambiente de trabalho e assim administrar o seu site. Sendo assim, o que chamará a atenção, impressionará e estimulará o consumidor a adquirir o seu produto é saber que está lidando com uma empresa capacitada.

Erros simples em falta de equipamentos necessários ou falhas de operações (principalmente as logísticas, quando se trata de Internet) estão derrubando muitas empresas grandes que praticam algum tipo de negócio online. Mas como evitar isso?

A palavra chave é planejamento! Quando existe planejamento, a margem de erros e imprevistos diminui consideravelmente e sua satisfação em relação a resultados e lucros tende a ser três vezes melhor. E já que é tão bom, como pode fazer isso?

Fácil! Vamos ao velho exercício de caneta e papel ou para quem não abre mão de jeito nenhum de seu notebook, netbook ou Ipad, também serve. Vá para um lugar tranqüilo onde você possa pensar sem interrupções, se for necessário peça para o seu marido ou esposa dar uma voltinha…rs (nota de Christiano: é por isso que peço à minha esposa para ir tantas vezes à casa da mãe dela! 😀 ).

Depois de relaxado e em um ambiente tranqüilo, comece imaginando como será o seu negócio… Visualize você colocando-o em prática… E vá anotando:

  • O que você está fazendo?

Registre o passo-a-passo, da maneira mais detalhada possível. Tente ser específico e separar tudo em tópicos. Exemplo:

1-Pego meu computador

2-Acesso o site X

3-Visualizo o relatório Y

4-Telefono para Ciclano

E assim por diante… Acabou?

Então pegue a lista que acabou de preencher e coloque na frente de cada operação realizada que tipo de material precisou para realizar aquilo.

É muito importante que as operações sejam extremamente detalhadas para que você não se esqueça de nenhum equipamento ou material que será necessário. Aqui vale colocar desde o seu notebook até o apontador se você é do tipo que vai usar um lápis.

Mas calma aí que a lista ainda não terminou.

Planejamento de recursos humanos

Sabemos que embora às vezes tentemos fazer diversas coisas ao mesmo tempo, querendo sempre dar conta de tudo, não conseguimos porque somos humanos, e também devido aquela lei da química (ou será da física? Não sou muito boa nessas matérias…) que diz que uma pessoa não pode estar em dois lugares ao mesmo tempo.

É aqui que entram as demais pessoas que irão te ajudar a realizar todas aquelas operações que você listou acima. Afinal, como você poderia estar cuidando das vendas do seu produto ou serviço ao mesmo tempo em que está fazendo uma pesquisa sobre a divulgação de sua marca na Internet, enquanto conversa com seus consumidores nas redes sociais e cuida do faturamento de toda a empresa?

Se você pensa que é possível fazer tudo isso ao mesmo tempo, depois me passe a fórmula porque eu cansei somente escrevendo todas essas etapas, imagine eu sozinha realizando tudo ao mesmo tempo?

Não vou dizer que ninguém consiga, pois várias empresas iniciam-se dessa forma. Desculpe-me discordar de você se faz parte deste grupo, mas se é para começar com o pé direito, vamos começar certo. Lógico que não precisará contratar centenas de pessoas para cada uma fazer uma única atividade, mas você deve saber dividir as operações pelo menos por área. Isso porque uma pessoa até consegue fazer tudo isso junto, mas o resultado com certeza é três vezes pior do que se houvessem três pessoas realizando isso.

Eu sei que muitos se assustam nesta parte e tentam reduzir os gastos ao máximo no início de um novo negócio, mas pense que em um negócio online qualquer falha pequena transforma-se em um grande desastre. E isso tudo nem é um bicho de sete cabeças como você está imaginando.

Antes de desesperar-se e ficar aí resmungando porque vai ter que gastar muito e se for assim não vai conseguir iniciar o seu negócio, pegue aquela listinha que você já escreveu com todas as operações e equipamentos. Agora se concentre como anteriormente e responda:

  • Quem vai realizar cada uma dessas operações?

Calma, não precisa ser vidente e colocar o nome de todos os seus futuros funcionários e nem pensar em qual nome mais gosta porque na hora de contratar alguém com certeza vai aparecer aquela pessoa com um nome estranho. Coloque apenas “Pessoa 1”, “Pessoa 2”… e assim por diante. Não se esqueça de colocar o seu nome nas operações que pretende tomar conta.

Tente separar as pessoas por área: vendas, marketing, design, financeiro, etc. Para aquelas onde existem muitas operações simultâneas e acredita que uma única pessoa não dará conta, coloque duas pessoas ou quantas achar necessário.

Lembre-se que esta parte é muito singular porque enquanto você precisa de uma ou duas pessoas apenas, já que seu negócio é mais simples, o seu amigo pode precisar de dez. Não se preocupe, concentre-se em seu negócio online e não no do vizinho.

Prontinho… agora só tente ver se a “Pessoa 1” terá que trabalhar em tempo integral ou se você não pode contratar uma pessoa freelancer para algumas horas diárias, por exemplo. Neste caso, tome cuidado para não contratar pessoas irresponsáveis que podem colocar tudo a perder.

Terminou a listinha (ou devo dizer listona)? Deixe-a bem guardada, em algum lugar que o cachorro não vá comer ou que seu filho ou sobrinho mais novo não vai achar. Se salvou no seu computador, crie cópias de segurança, grave em DVD e passe para o pen drive para não perder de nenhuma forma. Se você descobrir que seu negócio é viável até o último momento, vai precisar dessa lista milagrosa.

Depois já pode falar para sua esposa ou marido voltar para casa (se você havia pedido para ele(a) dar uma voltinha).

Está feito o seu planejamento de recursos humanos e operacionais para te mostrar mais uma vez se seu negócio online é viável ou se nem com um jeitinho vai dar certo. Agora você já pode relaxar e aguardar ansioso o nosso próximo e último tópico que dirá aquilo que mais interessa: se seu negócio online vai dar dinheiro.

Então até a próxima!

Por Jeniffer Elaina

[Este artigo faz parte de uma série que compõe o curso Análise da viabilidade de um negócio online]

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

One comment

  1. admin says:

    Muito bom artigo, Jeniffer! E podem esperar que amanhã (espero não atrasar, como da última vez…) teremos a parte “prática” aqui publicada também! Um abraço e até breve!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print