As redes sociais como um meio para o marketing

Quem aí ainda lembra da antiga rede social Orkut? Não faz muito tempo, aquela rede social foi comprada pela companhia Google que, mais tarde, acabou por enterrá-la. Hoje, as redes sociais que “imperam” na Internet são o Facebook, Twitter e, em um terceiro lugar um pouco distante, a Google (tanto que a Google já se decidiu por desfazer-se dela e desmembrá-la em três produtos, sendo um deles o Google Hangouts). E, claro, há também o Tumblr, adquirido pela Yahoo há alguns anos atrás, Instagram, Pinterest etc.

Enfim, há várias redes sociais na web, algumas mais conhecidas e outras nem tanto (como é o caso do FriendFeed, uma rede social muito similar ao Twitter e que encerrou suas atividades este ano), mas você sabe em que todas elas podem ajudá-lo em seus negócios? Divulgação, promoção, marketing. Por meio delas, você pode identificar pessoas que precisam de seus produtos e serviços e assim terá a oportunidade de ajudá-las por meio de seus produtos. E as redes têm evoluído de um jeito que há várias formas distintas de se alcançar tal intuito.

Uma abordagem empregada por grandes empresas, por exemplo, é dedicar algum orçamento para promoção de conteúdos envolvendo suas marcas nas redes. Quem nunca viu no Facebook uma propaganda de alguma empresa brasileira? Ou viu uma hashtag promovida no Twitter (já vi várias relacionadas a bancos)? Como tais campanhas envolvem orçamentos diretamente, é preciso saber melhor geri-los para não acabar gastando todo o seu dinheiro em uma única campanha e não alcançar o objetivo desejado. A área é tão promissora que uma empresa brasileira chamada EZLike foi criada exclusivamente com a missão de gerenciar campanhas de publicidades em Facebook para seus clientes – tal empresa foi vendida há pouco tempo para uma grande empresa de marketing canadense, se bem me lembro.

Outra abordagem empregada é criação de vínculos autênticos com possíveis consumidores por meio da interação (segui-los, conversar com eles, perguntar-lhes, apresentar-se etc.). Essa abordagem pode até ser desenvolvida sem um orçamento, entretanto irá exigir uma esforço muito maior da parte do empreendedor, já que não é tão simples assim cativar a atenção de usuários de tais redes, onde eles possuem muitas vezes 300, 3.000 ou até 30.000 amigos virtuais! Tanto é que há profissionais e empresas que prestam serviços como social managers, isto é, gerentes de contas em redes sociais.

Seja lá qual for a abordagem que utilize (aliás, você pode mesclar ambas!), se empregar corretamente as redes sociais em suas campanhas de marketing poderá expandir e muito o seu alcance, conseguindo levar ao conhecimento de um público muito maior de seus produtos e serviços!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print