Boas parcerias levam a bons negócios

Não sei como ficamos tanto tempo sem falar sobre algo tão relevante quanto a importância da formação de boas parcerias! Qualquer um que já tenha tentado algum tipo de empreendimento sabe que, quando se está “sozinho no barco”tudo fica mais difícil. E como nosso objetivo é o sucesso no mundo do dinheiro e dos negócios, não poderíamos ficar sem falar de tal assunto, não é mesmo?

Bem, na verdade, não havíamos falado sobre tal assunto até agora porque já falamos sobre muitas outras coisas também… São respostas a comentários, artigos, cursos, vídeo posts, etc. Mas enfim, o tema é realmente importante e chegou a hora de conversarmos sobre ele.

Mas antes de mais nada, vamos ver se nós realmente sabemos o que é uma parceria?

O que é parceria em um empreendimento?

Uma parceria em um empreendimento trata-se de algum tipo de acordo com outra entidade (seja ela pessoa física ou jurídica) em busca de algum benefício em algum tipo de empreendimento. A parceria pode ser unilateral, quando traz benefícios para somente uma das partes e bilateral quando ambas conseguem benefícios que lhe interessem.

Raras são as vezes em que parcerias unilaterais são formadas, no máximo é formada uma parceria desse tipo visando a médio prazo haver algum tipo de benefício para aquela que não foi beneficiada, mas isso pode ser um tanto quanto arriscado, já que pode haver um rompimento da parceria antes que haja a tal compensação.

Você pode formar uma parceria para diversos fins, sendo os mais discutidos e reconhecidos:

  • Para consultoria – quando um dos lados necessita de apoio de alguém experiente;
  • Para vendas – quando um dos lados pode vender o produto ou serviço do outro;
  • Para fornecimento – quando um dos lados fornece ou necessita de produto ou serviço do outro;
  • Para distribuição – quando um dos lados pode oferecer um canal para distribuição dos produtos ou serviços do outro;
  • Para marketing – quando um dos lados pode desempenhar direta ou indiretamente algum papel relacionado ao marketing da outra.

Como se pode perceber, há inúmeras possibilidades para a formação de uma parceria, mas o ponto em que eu gostaria de focarmos hoje é na importância da formação de uma boa parceria. Para tal, vou ilustrar o que pode acontecer quando formadas más parcerias…

O que acontece quando temos maus parceiros

Durante o ano de 2009, eu participava ativamente do fórum da Digital Point, um fórum de discussão focado em assuntos relacionados aos negócios na web. Não demorou muito, fiz algumas parcerias para troca de links (enquadra-se em “parceria para marketing”, na lista que citei anteriormente) e tudo parecia ir bem…

Este ano, quando fui checar as várias parcerias que eu tinha feito, percebi que vários deles não mais mantinham a sua parte – diversos websites estavam desativados e outros descaradamente simplesmente removeram os links para os meus websites.

O que aconteceu? Bem, tempo é dinheiro, como eu estava sem muito tempo, naquele momento pouco pude fazer, mas hoje eu removi deste website diversos links de parceiros (se prestar atenção, só permaneceram os links para os meus próprios websites… Isso mesmo, todos os outros não estavam respeitando mais a parceria!) e pus os nomes daqueles usuários e de seus websites em uma blacklist para não correr o risco de formar uma parceria com um deles outra vez.

Você deve estar pensando que isso é bobagem, mas não é – Google não vê com “bons olhos” websites que linkem para páginas que não existem ou que são domínios estacionados, de tal forma que isso poderia estar a me prejudicar. Em outras palavras, aquela parceria que deveria ajudar a divulgar os trabalhos de todos acabou por prejudicar-me.

Acredito que, com isso, qualquer um que já tenha vindo até o meu blog e escrito um comentário do tipo “Quer fazer parceria com meu website?” e publicado um link ou dois lá, já deve estar imaginando porque nem mesmo comento a respeito – já estou vacinado quanto a maus parceiros e, se eu sentir que você não terá garra suficiente para ir longe com o seu website, não fecharei parceria, pois isso poderá me prejudicar mais tarde.

Mas é claro que há também impacto (positivo!) quanto temos bons parceiros…

O que acontece quando temos bons parceiros

Boas parcerias podem ajudar o seu negócio a crescer mais rapidamente. Ano passado, formei uma parceria com Ramon Wadry da (quase falecida) Tech Now Press. Em minha opinião, a parceria era mais unilateral do que bilateral, já que se tratava quase que uma consultoria – efetuávamos troca de links também, mas o meu objetivo maior era ver até onde ele conseguiria chegar com o seu próprio negócio.

Infelizmente, parcerias não podem fazer milagres e parte ainda do empreendedor o esforço necessário para o seu sucesso. Ramon comentava-me que os ganhos em publicidades eram muito poucos… Mas com dez artigos só por mês e muito pouco trabalho em marketing, o que esperava? 😛

Caso ele não tivesse desistido e seguisse realmente o que eu aconselhava, acredito que hoje, cerca de um ano depois, ele poderia estar ganhando mais do que está conseguindo em seu atual emprego e com ampla oportunidade para expansão.

Um outro exemplo que posso comentar é o que faço com meus próprios websites: quando crio um novo website/blog, utilizo todos os outros websites e blogs que já possuo para, estrategicamente, impulsionar seu crescimento. Quando feito de forma adequada, nenhum dos outros websites e blogs é prejudicado e em questão de um a três meses já começo a ver os bons resultados no novo blog/website.

É uma pena, mas no momento, as melhores parcerias que tenho conseguido são “comigo mesmo”, o que não significa que tenha que ser assim para você também!

Mas… como identificar uma boa parceria?

Bem, como disse, uma boa parceria leva a bons negócios e uma boa parceria é conquistada com (e sendo) bons parceiros.

Aqui vão, então, algumas dicas para saber identificar uma boa oportunidade de parceria:

  • Faça parcerias com quem você conhece – evite parcerias com pessoas que você nunca viu em sua vida e, “do nada”, lhe dizem: “Oi, adoro o seu website, eu também tenho um, vamos fazer uma parceria?”. Se alguém lhe disser isso, faça como vou lhe dizer agora:
    • Não entre em pânico, isso pode acontecer com qualquer um;
    • Mostre um sorriso (mesmo que forçado) e diga um “Oi, que bom que você conhece meu website”;
    • Sem que a outra pessoa perceba, vá até a porta dos fundos, abra-a e fuja, gritando por socorro desesperadamente. Exagero meu? Vai por mim, você vai ter vontade de fazer isso; 🙂
  • Leve em consideração o tipo de negócio da outra pessoa – você não vai querer ter a imagem de certos tipos de negócios associada à imagem do seu, pode ter certeza disso;
  • Leve em consideração as parcerias que aquela pessoa possui – se aquela pessoa possui parceiros que não lhe agradam, talvez aquela pessoa não esteja tão focada em formar boas parcerias quanto você, o que pode significar problemas a longo prazo;
  • Considere também quanto tempo aquela pessoa já possui naquele negócio – pessoas que já possuem um determinado negócio há pelo menos nove meses e realmente investem seu tempo nele são mais confiáveis;
  • Seja você também um bom parceiro, tendo todas as qualidades que listamos acima – obviamente, um bom parceiro estará procurando um bom parceiro também!

Se seguir todos esses conselhos, estou certo de que poderá encontrar boas parcerias para o seu negócio!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print