Archive for Produtividade

Procrastinação não é seu único vilão

Já dissemos aqui que você pode dobrar sua produtividade e ganhar ainda mais. Sim, parece bem óbvio: se eu ganho X por fazer Y, se consigo fazer 2Y deveria ganhar 2X. Apesar de não ser essa proporção exata entre produção e ganho, caso siga o que falamos naquele artigo poderá melhorar até quatro vezes o seu retorno. O problema é que há um grande vilão impedindo muitos de alcançarem sua máxima produtividade e, para muitos, esse vilão é a procrastinação. Bem, neste artigo vou apontar-lhes que não é a procrastinação seu maior vilão, ou pelo menos o único vilão.

Resposta curta: Procrastinar não é bom, mas é normal na vida de todos. Você é quem deve encontrar as causas da procrastinação, combatê-las e implantar hábitos que levem a uma rotina produtiva. Agora vamos explicar por quê…

Procratinação é seu único vilão? Talvez, só que não.

Todo mundo procrastina de vez em quando

Isso é fato, não há esse super-herói que consiga ser 100% produtivo em sua rotina diária e jamais se distraia ou faça alguma outra coisa no lugar das tarefas mais importantes. E isso ficou ainda mais claro para mim lendo os artigos de Tim Ferriss, autor de Four Hour Workweek,  que confessa que ele próprio às vezes se descobre procrastinando, desperdiçando tempo quando deveria cumprir alguns itens de sua lista. O segredo, segundo ele, é perceber quando está procrastinando, voltar ao trabalho e focar sempre em cumprir primeiro as tarefas de maior valor.

Aproveito então para complementar com algo bem legal que aprendi lendo o livro Como o Coaching Funciona: simplesmente dizer “não cumpri aquela tarefa porque procrastinei (ou por preguiça), preciso ser mais disciplinado” pode não ser a melhor reflexão a ser feita. Talvez você não esteja somente com preguiça, talvez haja alguma razão interna que o impede de cumprir aquela tarefa – e, se tudo o que fazemos é afirmar de forma vaga que “procrastinamos” e precisamos de “disciplina”, estaremos desviando nossa atenção para aquilo que pode ser a verdadeira causa.

Listarei a seguir três possíveis fatores que podem estar levando-o a procrastinar…

Indisposição ou problema de saúde

Talvez você saiba que precisa passar mais tempo sentado para cumprir aquela tarefa, mas a sua coluna não está deixando (ei, você deveria procurar um médico!). Ou talvez você precise planejar uma ação de marketing para a sua loja, mas você não dormiu bem nas últimas duas semanas.

Ninguém é de ferro, então se você não cuidar de sua saúde (física, mental e emocional) é bem provável que não consiga cumprir todas as suas tarefas – e se você somente está culpando a procrastinação, provavelmente seus problemas vão se agravando lentamente e sua produtividade caindo ainda mais.

Não está alcançando resultados suficientes

Às vezes, é bem difícil continuar executando uma tarefa diariamente se não estiver conseguindo resultados suficientes. Por exemplo, se todos os dias você elaborar e publicar três ou cinco novas imagens publicitárias nas redes sociais, mas ao final do dia não conseguiu novas vendas devido a essa ação, provavelmente não se sentirá tão à vontade para continuar executando aquela tarefa, mesmo sabendo que é preciso, já que marketing em redes sociais melhora o alcance ao seu público-alvo – principalmente se você estiver vendendo pela web para todo território nacional.

O que fazer nesses casos então? Recomendo que analise bem por que não está conseguindo resultados. Talvez você somente esteja sendo um pouco precipitado, mas há chances também de que não esteja alcançando a audiência correta – e se o problema for este último, quanto antes corrigi-lo, não somente se sentirá mais motivado a continuar, mas também conseguirá mais vendas. E, claro, talvez a tática/estratégia que você esteja adotando seja ultrapassada e tais tarefas não valem mais a pena serem executadas.

Você realmente não quer fazer isso

Vamos supor, então, que o problema não é de saúde ou indisposição ou por não ver resultados – talvez até já esteja conseguindo-os -, mas mesmo assim você não consegue cumprir algumas de suas tarefas. Nesse caso, é bem provável que o grande problema é que você não possui nenhuma afinidade com a tarefa.

Tome como exemplo a necessidade de planejar, elaborar e publicar conteúdos para uma estratégia de marketing de conteúdo. Talvez você até goste da parte de planejamento e publicação, mas a elaboração de artigos, apresentações, vídeos e relatórios em PDF não são o seu forte – e quanto mais você tenta fazê-los, mais você repele tal tarefa, talvez até inconscientemente.

Nesse caso, mais uma vez não basta apenas dizer que o problema é a procrastinação – você precisa resolver a causa dela, que no caso seria a falta de afinidade. Se seu problema for similar ao que expus no parágrafo anterior, possa ser que você não goste muito de escrever por alguma deficiência. Nesse caso, você possui duas alternativas: delegar a tarefa a outra pessoa (o que significa pagar para tê-la feito) ou continuar a fazer você mesmo (o que exigirá primeiro aperfeiçoar-se para minimizar suas deficiências).

Já segui ambos os caminhos e aquele em que você possui melhor controle da qualidade final é aquele em que você mesmo cumpre a tarefa, mas na medida em que seu empreendimento vai prosperando ou você vai ascendendo em sua carreira profissional, nem sempre poderá fazer tudo você mesmo e terá que decidir se é melhor fazer ou delegar.

Enfim!

Dizer que a procrastinação é o único vilão é o primeiro passo para não resolver o problema. Você precisa se perguntar quais são as causas e descobrir o que pode fazer para reverter tal quadro.

A vida não é fácil. Sua rotina provavelmente não é nada fácil. Mas cada tarefa que não cumpra agora trará consequências mais tarde, assim sendo, siga os conselhos de David Allen (autor de Getting Things Done, no Brasil, A Arte de Fazer Acontecer) e Eben Pagan (autor do curso Wake Up Productive 2.0) e dê atenção e cumpra cada tarefa dentro do seu tempo somente uma vez, evitando desperdícios e focando naquilo que lhe trará mais resultados.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS