Archive for Negócio Próprio

Papo Reto: Por que você não está trabalhando em casa?

O papo reto de hoje será sobre oportunidades para trabalhar em casa. Aliás, por que você não está trabalhando em casa ainda? Parece um sonho, não? Não desperdiçar tempo tendo que se arrumar tanto, evitar todo aquele trânsito chato, poder dedicar algum tempo à sua família em um intervalo ou outro etc.

A resposta é simples: apesar de ser este o sonho de muitos brasileiros (fonte), muitos empregadores vêem com descrença a possibilidade de trabalhar em casa (fonte) e quem já trabalhou nessa modalidade (eu, por exemplo) sabe por que: para quem ainda não está acostumado, pode ser muito difícil manter a produtividade devido às várias interrupções que acontecem em casa (veja nosso artigo Trabalhar em casa pode afetar sua produtividade). Além disso, é muito mais difícil para o empregador gerenciar o tempo de trabalho do empregado e se o mesmo está realmente desempenhando suas tarefas – por isso uma boa opção pode ser negociar o pagamento baseado em produtividade, assim é você quem assume esse risco, não o empregador.

Mas vamos ao nosso “papo reto”: fui atrás do que está sendo falado por aí e li cerca de 15 artigos recentemente publicados para ver o que há de legal sobre o assunto, dos quais somente quatro textos pareciam realmente agregar algo novo. Seguem abaixo os tais artigos selecionados e o que eu gostei em cada um deles…

 

Artigo #1 Como encontrar emprego trabalhando de casa

Fonte WikiHow

Apesar de ter um título um pouco confuso, o texto é muito bom e bem completo. Discute pontos importantes para quem deseja começar a trabalhar em casa e não tem a mínima ideia do que está fazendo ou para quem já está trabalhando em seu home office mas está tendo dificuldades em manter sua carteira de clientes ou bater as metas de produtividade. É um artigo um pouco longo, mas que vale a pena ser lido e refletido com calma. Os pontos-chave do mesmo são:

  1. Ao buscar oportunidades para trabalhar em casa, evite falsas promessas focando em sites de anúncios bem conceituados e empresas realmente sérias;
  2. Consulte empresas locais para oferecer seus serviços, principalmente como autônomo, apontando as diversas vantagens que a empresa pode ter, como por exemplo um custo mais efetivo pela produtividade, menos gastos com impostos etc.
  3. Lembre-se de sua rede de contatos: amigos, parentes, isto é, todos que podem indicá-lo para possíveis funções que podem ser exercidas a partir de casa;
  4. Desenvolva competências essenciais para o trabalho remoto, como: domínio no uso do computador, foco em produtividade, comunicação, básico em línguas etc.
  5. Crie suas próprias oportunidades para trabalhar em casa: há várias oportunidades para trabalhar em casa que não envolvem um contrato direto com uma empresa, como atividades artesanais e programas de afiliados.

Como disse, este é um resumo dos cinco pontos-chave do artigo e realmente recomendo a leitura do mesmo. E para complementar essa leitura, sugiro também dois artigos nossos:

Quero trabalhar em casa… mas como?

Verdades e mentiras sobre trabalhar em casa

 

Artigo #2 Como começar seu próprio negócio de passar roupa

Artigo #3 Começar um negócio de conserto de celular

Fonte Trabalhar em Casa

Apesar destes dois artigos do website “Trabalhar em Casa” não serem especificamente para quem quer ter um home business (falei bonito, hein?), ambas as oportunidades podem ser executadas em casa, também. E se você tiver uma garagem que possa isolar do resto de sua casa, pode transformá-la em uma loja e oferecer lá seus serviços.

O que mais gostei destes artigos é que eles tratam de oportunidades para as quais sempre haverá demanda. Além disso, eles apresentam um passo-a-passo que, se somado ao que foi apresentado no artigo anterior, pode prepará-lo bem para iniciar seu próprio negócio em casa (no caso, os artigos falam sobre negócios de lavanderia e manutenção, mas você pode expandir para várias outras áreas ou focar certos nichos – subáreas).

 

Artigo #4 12 aplicativos para trabalhar de casa ou de qualquer lugar do mundo

Fonte Preparado Pra Valer

Em vez de falar sobre como prospectar ou se preparar para uma oportunidade para trabalhar em casa, este artigo aponta softwares que você provavelmente precisará durante suas atividades laborais. Eu diria que a lista com os 12 aplicativos é bem legal, mas provavelmente nem todos precisarão de todos eles, sendo que dos mesmos aqueles que considero mais imprescindíveis são:

  1. PayPal – a depender de quem é seu cliente-empresa ou seu modelo de negócio, você precisará de uma conta no PayPal para receber seu dinheiro. Algumas situações em que isso acontecerá:
    1. Você trabalha para uma empresa que prefere efetuar o pagamento dessa forma;
    2. Você está vendendo seus próprios produtos pela Internet;
    3. Você está vendendo produtos de terceiros (programas de afiliados).
  2. DropBox – fácil de usar, pode ser uma mão na roda para quem usa o computador para criar documentos, editar imagens, executar tarefas cotidianas, registrar vendas etc. pois permite que salve nas nuvens uma cópia de seus arquivos, que também podem ser compartilhados com outras pessoas, ou seja, você pode usá-lo para:
    1. Realizar backup (cópia de segurança) dos dados mais importantes;
    2. Compartilhar arquivos com outras pessoas.
  3. Skype – muito bom para realizar comunicação online, seja ela por meio de chat em texto, áudio ou vídeo. É possível até realizar videoconferências com um número limitado de pessoas (já usei para conferências via áudio com outras duas pessoas durante algumas horas e tudo fluiu perfeitamente);
  4. Basecamp – o artigo em questão cita esta ferramenta para gerenciamento de projetos e tarefas. Entretanto, se eu fosse citar alguma, recomendaria usar o WorkFlowy, que é a ferramenta que estou adotando no momento – é praticamente meu cérebro digital. Apesar de ser bem simples em seu design, ela é flexível o suficiente para que você a use do jeito que melhor funciona para você – e isso é simplesmente sensacional e comentarei mais sobre isso em outro momento.

Se você deseja trabalhar de sua casa mas não sabe por onde começar, eu espero que estas referências e comentários sejam bem úteis. Além disso, recomendo ler nossa seção Trabalhar em casa e acompanhar nosso blog, pois esse papo reto deu-me uma ideia legal – é só nos acompanhar para saber o que é!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Como ganhar dinheiro com Adsense #10


Texto x Imagem

Alguns anos atrás, cultivava-se a ideia de anúncios com textos conseguiam resultados melhores do que anúncios com imagens – o que levava muitos até mesmo a habilitarem somente anúncios textuais. Na verdade, dependerá muito do layout de seu website e do nicho em que atua.

Se o conteúdo do seu website é predominantemente texto, anúncios textuais podem ter um bom desempenho quando bem ajustados ao seu layout, enquanto anúncios com imagens também podem ser bons por facilmente atrair a atenção do visitante. Já websites que apresentem grande quantidade de imagens e vídeos podem apresentar melhor desempenho com anúncios textuais, já que evitam o excesso de imagens que poderia se formar. Na verdade, mais uma vez, você precisará testar para saber qual o melhor tipo de anúncio para o seu website – lembrando que você também pode manter ambos os tipos ativos.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Como ganhar dinheiro com Adsense #9

Ajuste o layout dos anúncios

Uma estratégia muito comum é ajustar o layout dos anúncios Adsense para serem iguais ao do website. A vantagem dessa tática é criar um layout mais uniforme para os seus visitantes, não exibindo “propagandas gritantes”, que poderiam levá-los a abandonar o website ou irritar-se com a aparência do mesmo. Além disso, as pessoas são mais propensas a clicar em links que pertencem ao próprio website do que a clicar em publicidades, levando-as a dar alguma atenção às publicidades que, de outra forma, nem mesmo olhariam.

Por outro lado, algumas pessoas seguem o caminho totalmente oposto, fazendo os anúncios se destacarem bem na página com o intuito de chamar a atenção. Tal tática é bastante ousada e arriscada, mas pode gerar um bom retorno financeiro caso o webdesigner saiba realmente o que está fazendo!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Como ganhar dinheiro com Adsense #8

Estime o potencial de rentabilidade de seu nicho

Não adianta criar um website com um layout incrível e conteúdo impressionante em um nicho que não possui muito interesse comercial. Você acabará com um website com 150 visitas por mês e um faturamento mensal inferior a um dólar – e, quando levar em consideração os custos para manter seu domínio e hospedagem, perceberá que está somente tendo prejuízo.

Assim sendo, por mais que você seja fanático ou especialista em um tema muito específico, é melhor expandi-lo um pouco a fim de aumentar o potencial de tráfego ou até mesmo buscar um nicho diferente porém relacionado onde haja maior intenção comercial. E baseie sua decisão em cálculos – no artigo Rentabilidade de um negócio online eu apresento uma fórmula bem simples para determinar o potencial de retorno.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Como ganhar dinheiro com Adsense #7

Use as ferramentas analíticas da Google

Ao usar as ferramentas analíticas da Google junto com o Adsense, você conseguirá alguma informação sobre o desempenho de seu website para certas palavras-chave, podendo assim identificar aquelas que estão lhe conseguindo melhor retorno, por exemplo.

Assim sendo, ao configurar o script para exibir anúncios do Google Adsense em suas páginas, certifique-se de configurar também os scripts para o Google Webmaster Tools e para o Google Analytics. E lembre-se de configurar todos na mesma conta Google, caso contrário as informações não serão completamente integradas entre eles!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Como ganhar dinheiro com Adsense #6

Foco no Adsense for Content

Além do Adsense for Content, há também o Adsense for Search, ambos disponíveis a todos os editores Adsense. Entretanto, o retorno sobre o Adsense for Search é muito baixo (falo por experiência própria), então apesar de ser útil como uma forma de rentabilizar as buscas em seu website, não o tome como principal forma de remuneração: foque realmente nos anúncios por meio do Adsense for Content.

O programa Adsense permite até três blocos de anúncio e uma caixa de busca, mas você não precisa usar todos eles. Lembre-se que “menos é mais” e pode ser muito melhor ter somente dois blocos de anúncio do que usar todas as opções, por exemplo. Como saber? Teste cada uma das possibilidades: aplique vários blocos de anúncio em lugares diferentes e monitore por algumas semanas os resultados, mantendo aqueles que tiverem melhor desempenho.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Como ganhar dinheiro com Adsense #5

Conteúdo sempre atualizado

Websites que atualizam frequentemente seu conteúdo apresentam mais chances de conseguir tráfego, conversão e CPC maiores. Enfim, são mais rentáveis. E quando falamos de atualização, estamos falando sobre publicar novas páginas, vídeos e/ou imagens bem como revisar e melhorar aquelas já publicadas.

Por mais que seu artigo “Guia da Jardinagem” tenha sido um sucesso em 2011, é bem provável que, se você revisá-lo e ampliá-lo, ele conseguirá muito mais visitantes bem como melhorar valores por clique nas publicidades, assim sendo, vale a pena não somente ter uma estratégia para elaboração de novos conteúdos como também para revisão e otimização dos já existentes!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Como ganhar dinheiro com Adsense #4

Posicione os anúncios nos melhores lugares

Com programas como o Google Adsense, seu faturamento é baseado em cliques válidos, isto é, cliques de pessoas realmente interessadas nos anúncios exibidos. Então, se você posicionar os anúncios em locais totalmente despercebidos pela sua audiência (por exemplo, colocando um bloco pequeno no final da página, do lado direito), você não conseguirá bons resultados.

No geral, o melhor lugar para expor os anúncios é na região “acima da dobra” (above the fold), isto é, na parte superior da página, visível sem a necessidade de rolá-la. Posicione-os próximos aos locais da página que provavelmente mais chamam a atenção de seu visitante e use os formatos mais recomendados na web (formatos quadrados e arranha-céus, geralmente).

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Como ganhar dinheiro com Adsense #3

Atraia visitantes para o seu site

Ganhar dinheiro por meio de publicidade é um “jogo de números”, como costumam dizer. Se a cada 1.000 visitantes você ganhar R$ 10,00 então você precisará de 100.000 visitantes mensais para alcançar uma renda extra de R$ 1.000,00. Um número um pouco alto para quem está começando, mas totalmente viável no longo prazo.

No fim das contas, os três fatores que mais importam para determinar o quanto você ganhará no final do mês são: tráfego, conversão e CPC. Quanto mais alto cada um dos três, melhores serão seus resultados. Assim sendo, não se esqueça de que é importante ter muito tráfego – principalmente tráfego interessado no seu conteúdo. Então busque estratégias para atrair visitantes ao seu website a partir de motores de busca, redes sociais, blogs etc.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Como ganhar dinheiro com Adsense #2

Produza conteúdo relevante

Nem todas as páginas são iguais – e a Google sabe disso. Assim, o potencial de retorno por meio de Adsense depende da qualidade de seu website, principalmente de seu conteúdo.

Seu conteúdo responde às dúvidas de seus visitantes? Seu website passa credibilidade e confiança? O conteúdo é visualmente bem organizado? Seu layout não está “poluído” (cheio de publicidades)?

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS