Archive for Trabalhar em Casa

Papo Reto: Por que você não está trabalhando em casa?

O papo reto de hoje será sobre oportunidades para trabalhar em casa. Aliás, por que você não está trabalhando em casa ainda? Parece um sonho, não? Não desperdiçar tempo tendo que se arrumar tanto, evitar todo aquele trânsito chato, poder dedicar algum tempo à sua família em um intervalo ou outro etc.

A resposta é simples: apesar de ser este o sonho de muitos brasileiros (fonte), muitos empregadores vêem com descrença a possibilidade de trabalhar em casa (fonte) e quem já trabalhou nessa modalidade (eu, por exemplo) sabe por que: para quem ainda não está acostumado, pode ser muito difícil manter a produtividade devido às várias interrupções que acontecem em casa (veja nosso artigo Trabalhar em casa pode afetar sua produtividade). Além disso, é muito mais difícil para o empregador gerenciar o tempo de trabalho do empregado e se o mesmo está realmente desempenhando suas tarefas – por isso uma boa opção pode ser negociar o pagamento baseado em produtividade, assim é você quem assume esse risco, não o empregador.

Mas vamos ao nosso “papo reto”: fui atrás do que está sendo falado por aí e li cerca de 15 artigos recentemente publicados para ver o que há de legal sobre o assunto, dos quais somente quatro textos pareciam realmente agregar algo novo. Seguem abaixo os tais artigos selecionados e o que eu gostei em cada um deles…

 

Artigo #1 Como encontrar emprego trabalhando de casa

Fonte WikiHow

Apesar de ter um título um pouco confuso, o texto é muito bom e bem completo. Discute pontos importantes para quem deseja começar a trabalhar em casa e não tem a mínima ideia do que está fazendo ou para quem já está trabalhando em seu home office mas está tendo dificuldades em manter sua carteira de clientes ou bater as metas de produtividade. É um artigo um pouco longo, mas que vale a pena ser lido e refletido com calma. Os pontos-chave do mesmo são:

  1. Ao buscar oportunidades para trabalhar em casa, evite falsas promessas focando em sites de anúncios bem conceituados e empresas realmente sérias;
  2. Consulte empresas locais para oferecer seus serviços, principalmente como autônomo, apontando as diversas vantagens que a empresa pode ter, como por exemplo um custo mais efetivo pela produtividade, menos gastos com impostos etc.
  3. Lembre-se de sua rede de contatos: amigos, parentes, isto é, todos que podem indicá-lo para possíveis funções que podem ser exercidas a partir de casa;
  4. Desenvolva competências essenciais para o trabalho remoto, como: domínio no uso do computador, foco em produtividade, comunicação, básico em línguas etc.
  5. Crie suas próprias oportunidades para trabalhar em casa: há várias oportunidades para trabalhar em casa que não envolvem um contrato direto com uma empresa, como atividades artesanais e programas de afiliados.

Como disse, este é um resumo dos cinco pontos-chave do artigo e realmente recomendo a leitura do mesmo. E para complementar essa leitura, sugiro também dois artigos nossos:

Quero trabalhar em casa… mas como?

Verdades e mentiras sobre trabalhar em casa

 

Artigo #2 Como começar seu próprio negócio de passar roupa

Artigo #3 Começar um negócio de conserto de celular

Fonte Trabalhar em Casa

Apesar destes dois artigos do website “Trabalhar em Casa” não serem especificamente para quem quer ter um home business (falei bonito, hein?), ambas as oportunidades podem ser executadas em casa, também. E se você tiver uma garagem que possa isolar do resto de sua casa, pode transformá-la em uma loja e oferecer lá seus serviços.

O que mais gostei destes artigos é que eles tratam de oportunidades para as quais sempre haverá demanda. Além disso, eles apresentam um passo-a-passo que, se somado ao que foi apresentado no artigo anterior, pode prepará-lo bem para iniciar seu próprio negócio em casa (no caso, os artigos falam sobre negócios de lavanderia e manutenção, mas você pode expandir para várias outras áreas ou focar certos nichos – subáreas).

 

Artigo #4 12 aplicativos para trabalhar de casa ou de qualquer lugar do mundo

Fonte Preparado Pra Valer

Em vez de falar sobre como prospectar ou se preparar para uma oportunidade para trabalhar em casa, este artigo aponta softwares que você provavelmente precisará durante suas atividades laborais. Eu diria que a lista com os 12 aplicativos é bem legal, mas provavelmente nem todos precisarão de todos eles, sendo que dos mesmos aqueles que considero mais imprescindíveis são:

  1. PayPal – a depender de quem é seu cliente-empresa ou seu modelo de negócio, você precisará de uma conta no PayPal para receber seu dinheiro. Algumas situações em que isso acontecerá:
    1. Você trabalha para uma empresa que prefere efetuar o pagamento dessa forma;
    2. Você está vendendo seus próprios produtos pela Internet;
    3. Você está vendendo produtos de terceiros (programas de afiliados).
  2. DropBox – fácil de usar, pode ser uma mão na roda para quem usa o computador para criar documentos, editar imagens, executar tarefas cotidianas, registrar vendas etc. pois permite que salve nas nuvens uma cópia de seus arquivos, que também podem ser compartilhados com outras pessoas, ou seja, você pode usá-lo para:
    1. Realizar backup (cópia de segurança) dos dados mais importantes;
    2. Compartilhar arquivos com outras pessoas.
  3. Skype – muito bom para realizar comunicação online, seja ela por meio de chat em texto, áudio ou vídeo. É possível até realizar videoconferências com um número limitado de pessoas (já usei para conferências via áudio com outras duas pessoas durante algumas horas e tudo fluiu perfeitamente);
  4. Basecamp – o artigo em questão cita esta ferramenta para gerenciamento de projetos e tarefas. Entretanto, se eu fosse citar alguma, recomendaria usar o WorkFlowy, que é a ferramenta que estou adotando no momento – é praticamente meu cérebro digital. Apesar de ser bem simples em seu design, ela é flexível o suficiente para que você a use do jeito que melhor funciona para você – e isso é simplesmente sensacional e comentarei mais sobre isso em outro momento.

Se você deseja trabalhar de sua casa mas não sabe por onde começar, eu espero que estas referências e comentários sejam bem úteis. Além disso, recomendo ler nossa seção Trabalhar em casa e acompanhar nosso blog, pois esse papo reto deu-me uma ideia legal – é só nos acompanhar para saber o que é!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Cuidados com as falsas oportunidades para trabalhar em casa


Muitas pessoas no mundo inteiro estão conectadas com a Internet, e algumas delas buscam uma oportunidade de negócio por este meio, querendo trabalhar e consequentemente ganhar dinheiro sem sair de casa. Não é mesmo? E existem também diversas propostas disponíveis na rede, algumas de enriquecimento rápido, trabalho fácil, grandes lucros e seja seu próprio patrão, dentre outras. Pois preste bastante atenção, no que iremos citar neste artigo sobre os cuidados com as falsas oportunidades para trabalhar em casa.

Você que quer trabalhar em casa com a Internet quanto por outros meios, tome cuidado com algumas dessas propostas, a maioria delas são golpes e fraudes. Mesmo que existam algumas reais e verdadeiras oportunidades de negócio (que são extremamente raras) é importante ficar sempre atento, grande parte não cumpre os resultados esperados.

Vamos citar como exemplo o sistema de Marketing Multi Nível também conhecido como Marketing de Rede, que você provavelmente já deve ter ouvido falar. É um sistema em que o conceito é bem simples, o objetivo da empresa que quer vender o produto ou serviço e contrata-o, e o contratado irá receber o dinheiro pelo valor da comissão das vendas, e essa empresa quer que você divulgue o sistema dela e ajude-a a conseguir mais pessoas para vender o produto, o que também você irá ganhar uma comissão extra em cima da quantidade de pessoas que você conseguiu “recrutar” e assim sucessivamente com os outros contratados, gerando uma pirâmide de comissões sobre vendas e indicações.

Resumindo é um sistema que forma uma rede de contatos através da indicação de novos associados independentes, por parte dos antigos associados. Mas então não vejo nada de errado no sistema… É realmente não tem nada de errado, mas o problema é que o capital do contratado deve vir das vendas e não das indicações de novas pessoas que é o que geralmente acontece, pois as empresas visão mais a ampliação do sistema, claro quanto mais gente mais vende e mais dinheiro para ela.

Veja algumas dicas para você não cair em falsas propostas de dinheiro fácil trabalhando em casa:

  • Sites dividosos na internet oferecendo propostas como “dinheiro rápido e fácil”, “ganhe fortunas”,e  “grandes lucros sem sair de casa”, desconfie sempre dessas supostas oportunidades nunca cadastre-se em sites duvidosos e nem envie dados pessoais, muitos deles exigem pagamentos de taxas para efetuar o cadastro com a justificativa de que são para custos de materias de treinamento e pagar o serviço de envio dos mesmos. Não se deixe cair nessas armadilhas.
  • Ganhe dinheiro rápido envelopando e distribuindo mala direta e cartas, se você nem sabe ou conhece o conteúdo correspondência e que produto/empresa está representando… verifique as fontes antes de começar um negócio, sempre!
  • Outro exemplo é aqueles representantes que fazem trabalho de porta em porta oferecendo metódos de trabalho sem sair de casa, cuidado isso pode ser perigoso pra você e para sua família!
  • Existe também aqueles engraçadinhos internautas que querem vender algum produto ou serviço que está disponível na rede gratuitamente, verifique antes de adquirir em outros sites se o serviço ou produto é ou não de graça.

E por fim se você busca um trabalho honesto, ou que quer uma fonte de renda secudária, ou somente deseja ampliar a renda, tenha sempre em mente que não existe mágica e nem milagre, e que dinheiro não se ganha fácil a não ser que seja de maneira honesta. 😉 Veja alguns sobre cuidados com fraudes e golpes!

Dê seu comentário sobre nosso artigo!

Por Caroline Brasil

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Ideas para ter a Internet a favor de seu negócio

Olá amigos do Clube, tudo certo? Aqui vai uma dica para quem está começando seu próprio negócio em casa. Quando você estiver com seu negócio em casa pronto e executando, vai desejar considerar todas as ideias e planos de ação possíveis para torná-lo um sucesso. Isso porque ter seu negócio funcionando é somente o primeiro passo e, agora, você precisa aprender muito mais sobre o que precisa para torná-lo um sucesso. Assim sendo, que tal focarmos em tudo o que a Internet pode fazer a favor de seu negócio em casa?

Certifique-se de criar páginas nas redes sociais para seu negócio. O primeiro lugar para promover um negócio dessa natureza com mais facilidade é cada rede social. Então esteja certo de considerar todas as medidas necessárias para criar e atualizar todas as páginas em redes sociais para o seu negócio. Uma vez que o faça, comece a atrair tantas pessoas quanto puder e promova seu negócio ao longo da semana. Esse é um bom jeito de encontrar novos possíveis consumidores e assim gerar mais lucros.

Comece a enviar mensagens e emails a todos os seus seguidores em uma frequência semanal. Um bom jeito de manter as pessoas que não estão nas redes sociais atualizadas é por meio de email marketing. E você não quer irritá-las, então é uma boa ideia não enviar-lhes muitas mensagens, apenas quanto tiver realmente coisas importantes a dizer. Você deveria enviar atualizações por e-mail às pessoas que o seguem uma ou duas vezes por semana. Esse é um bo jeito de manter as pessoas informadas sobre as novidades que você tem a oferecer, mas sem irritá-las.

Se você tem um website (e deveria ter um), comece a utilizar SEO (otimização para motores de busca) a seu favor. Você quer que muitas pessoas encontrem seu website do jeito mais fácil possível e o melhor jeito de conseguir que elas o encontrem é por meio de otimização para motores de busca. Quando você utiliza-se de SEO apropriadamente você pode melhorar e manter bons rankings nos motores de busca. Assim, certifique-se de investir algum tempo aprendendo sobre otimização para motores de busca, e você deveria perceber algumas mudanças drásticas no sucesso de seu website.

E aqui vai uma dica que, apesar de não ser relacionada à Internet, é essencial para o sucesso de seu negócio. Gaste seu tempo em casa (em seu negócio) de forma inteligente. Você deveria sempre estar no “modo trabalho” durante as horas normais de expediente. Embora seja ótimo ter a opção de ser hábil a trabalhar na hora que quiser, não seguir uma rotina irá prejudicar e muito sua produtividade. Então faça seu melhor para dedicar quantidade de tempo suficiente ao seu negócio no tempo certo para trabalhar. Enquanto mantiver seus esforços para melhorar sua produtividade trabalhando de casa, você poderá ter resultados muito melhores – e duradouros.

Se você prestou atenção ao que foi discutido neste artigo, deveria sentir-se mais confiante quanto ao emprego da Internet a favor de seu negócio. Tome algum tempo para por tais táticas em prática ainda hoje e veja como seu negócio em casa irá evoluir aos poucos. Você deveria perceber uma grande diferença em sua produtividade e no retorno de seu negócio em um curto espaço de tempo.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Algumas coisas a se pensar sobre criar seu negócio em casa

Trabalhar de sua própria casa pode ser muito interessante e recompensador, mas você precisa considerar algumas coisas antes que você inaugure seu negócio. Leia este artigo e certifique-se de estar pronto para começar.

Você precisa ter um plano concreto para alcançar seus consumidores. Trabalhar de casa pode ser muito “solitário” se você não tem métodos eficientes para deixar as pessoas saberem sobre seus produtos ou serviços. Maioria dos empreendedores que trabalham em casa confiam na Internet para promover seus negócios, mas há muitos outros métodos que você pode usar. Distribuir material promocional de mão em mão, gastar algum tempo em lugares onde se podem encontrar consumidores em potencial e participar de eventos locais. Alguns empreendedores até mesmo organizam pequenas festas ou encontros com seus clientes. Pode ser uma boa ideia se seu negócio está localizado em uma área que será facilmente acessível aos seus clientes.

Sua ideia de negócio deveria ser adaptada a um negócio em casa. Certifique-se de manter suprimentos em casa e preparar pacotes da forma mais conveniente possível e que seus clientes estarão contentes em pedir-lhe seus produtos pela Internet. Para certos produtos, como alimentos, pessoas preferem ir a lojas assim elas podem comprar os produtos mais frescos. E, claro, você deveria perguntar-se se você tem as habilidades necessárias para operar um negócio de sucesso. Você deveria ser um expert nos produtos que você está vendendo e saber um pouco sobre contabilidade, marketing e relacionamento com o consumidor. Você pode adquirir tais habilidades lendo sobre essas assuntos ou por meio de algum curso. Mantenha contato com outros proprietários de negócios em casa e aprenda o básico deles também.

Certifique-se de que você opera seu negócio legalmente. Você deveria registrar seu negócio e conseguir todas as licenças necessárias para operá-lo. Recentemente, o governo tem facilitado o processo de abertura de uma empresa, principalmente no caso do micro empreendedor individual – MEI. Você deveria ter seu negócio pronto para executar em duas semanas. Mantenha registro de todos os seus gastos e receitas assim você pode calcular e pagar seus impostos mais facilmente – isso faz parte da realidade de qualquer negócio registrado, não dá para fugir. Contrate um contador para ajudá-lo e faça alguma pesquisa para descobrir mais coisas sobre quais itens podem ser deduzidos, como o aluguel, gastos com internet e energia elétrica e/ou despesas com transporte.

E proteja sua privacidade mantendo seu negócio em casa tão profissional quanto possível. Você pode começar com o seu próprio número de celular, mas o ideal é ter um número só para seu negócio, assim a comunicação com clientes se tornará mais profissional. Estabeleça o horário de funcionamento de seu negócio – e siga-o rigorosamente! Tenha em mente que seu negócio em casa pode requerer algumas ajustes à sua família, especialmente quanto às crianças. Você precisa explicar à sua família que precisa de algum tempo para trabalhar e assim ter um tempo de maior qualidade para estar com eles no final do dia.

Siga estas dicas para preparar-se melhor antes de iniciar seu negócio. Você se tornará um empreendedor de sucesso se adotar métodos tão eficientes quanto estes e mantiver-se motivado!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Que tal trabalhar como freelancer?

Se você já está há algum tempo (semanas, talvez?) procurando informações sobre ganhar dinheiro na Internet, já deve ter lido ou ouvido alguma vez a palavra freelancer. Talvez você até tenha se interessado, percebido uma oportunidade de ganhar renda extra, mas… o que significa ser um freelancer?

Um freelancer é um profissional autônomo, isto é, alguém que presta um serviço para outra pessoa ou empresa sem qualquer vínculo empregatício com a mesma. Com isso, a empresa ganha vantagens por não ter obrigações trabalhistas com o profissional e o freelancer pode sair ganhando se souber negociar corretamente o preço pelo seu serviço.

Quem já trabalhou alguma vez como freelancer sabe que nem tudo é um “mar de rosas”, como em qualquer outro tipo de atividade, há vantagens e desvantagens…

Vantagens de ser um freelancer

  • A possibilidade de trabalhar de qualquer lugar, como sua própria casa, o que pode representar economia e conforto;
  • Uma vez que pode trabalhar em casa, é possível utilizar-se de diversos recursos que já existem nela, como a conexão de Internet, telefone, eletricidade, etc.
  • Como não há vínculo empregatício, não há exigência (ou pelo menos geralmente não há!) quanto a horário e/ou carga horária a cumprir;
  • Você pode ter um outro emprego como principal e atuar como freelancer em suas horas vagas, gerando assim uma renda extra.

Desvantagens de ser um freelancer

  • Não há leis trabalhistas defendendo freelancers, então não há férias, 13º salário, auxílio-desemprego, etc.
  • E se não há leis trabalhistas, muito cuidado na hora de fechar contratos, a fim de evitar calotes e modificações não cobradas;
  • Quando se trabalha sozinho e para vários clientes, pode-se facilmente perder o ritmo e a organização, o que pode prejudicar e muito o andamento dos projetos;
  • Se você é freelancer em tempo integral, ou seja, não possui outro emprego, lembre-se que não há aposentadoria ou FGTS, então você deve economizar e investir, pensando no futuro. A melhor solução é contribuir você mesmo com o INSS (a previdência pública) e se possível complementar com uma previdência privada.

Dicas para ser um freelancer de sucesso

Atuo como freelancer desde 2006, o que me ensinou várias coisas importantes para ter sucesso em meus freelances, como:

  • Trabalhe em algo que você seja realmente bom e goste – isso ajuda a tornar a atividade mais interessante, independente do resultado financeiro;
  • Muito cuidado na hora de fechar contratos: não seja tão rigoroso e inflexível a ponto do cliente sentir-se sufocado, mas também não deixe dúvidas quanto aos direitos e obrigações de cada parte;
  • Exponha sua imagem profissional por meio de um website ou blog com o seu portfólio;
  • Mais importante que saber conquistar novos clientes é saber manter aqueles que já conquistou – lembre-se sempre disso!

E então, amigo, pronto para ganhar dinheiro como freelancer?

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Trabalhar em casa pode afetar sua produtividade

Lendo notícias no site da UOL, tive conhecimento de que a empresa Yahoo! está a eliminar o modelo de trabalho “home office”, uma vez que sente prejuízos da produtividade de seus funcionários. Segundo a presidenta-executiva, análise do acessos ao sistema revelaram que muitos dos “trabalhadores em casa” acessavam o sistema em quantidade muito reduzida em relação ao que seria esperado – além disso, muitos dos trabalhadores home office iniciaram suas próprias empresas.

Apesar de que muitos podem ser defensores ardorosos do modelo de trabalho em casa e quererem condenar a empresa Yahoo! por estar a mudar sua forma de trabalho, precisamos ser sinceros: quando não há um chefe “no seu pé” o tempo todo a cobrar-lhe suas atividades, há chances disso impactar sua produtividade, seja você um empregado de uma empresa como a Yahoo!, seja você um profissional autônomo ou um pequeno empreendedor a iniciar o seu negócio.

É fácil falar das mil maravilhas que é trabalhar em casa, mas precisamos ser sinceros: trabalhar em casa pode afetar sua produtividade, sim, e isso pode ocorrer tanto de forma positiva quanto de forma negativa – dependerá do envolvimento e motivação da pessoa.

O que ficou claro no exemplo do Yahoo! é que muitos aproveitaram-se da oportunidade para “cultivar a sua musa” (quem leu o livro de Tim Ferriss sabe do que estou falando), pondo assim seus interesses pessoais muito acima dos interesses da empresa. Dessa forma, aquilo que poderia ser uma grande oportunidade para ter um funcionário bem mais motivado em seu trabalho acabou por ser uma grande armadilha, levando a empresa a desperdiçar grandes somas de recursos financeiros e humanos.

E o que acontece no caso de quem é profissional autônomo? Será que o modelo home office afeta negativamente também? Sim, afeta e muito! Se você, profissional autônomo, não souber coordenar suas atividades, basta lembrar que ao final do mês é baseado em sua produção/atuação que você terá seu pagamento – então se cair a produtividade, pode haver um impacto direto em seu bolso. Entretanto, o fato de afetar direta e muito rapidamente o orçamento do próprio profissional faz com que este se torne mais atento e busque alternativas para melhorar a sua produtividade.

Enfim, trabalhar em casa é um modelo totalmente diferente e pode vir “para o bem ou para o mal”, dependerá de como nos preparemos para ele. E se você está começando agora a trabalhar assim, seja por meio de uma empresa, seja por conta própria, precisa estar atento a algumas dicas:

  • Tenha um escritório isolado em sua casa. O ideal é que seja um escritório, mas se não possui tal espaço, pode ser em um canto de seu quarto, desde que o mesmo não seja acessado por outras pessoas várias vezes ao longo do dia, o que irá prejudicar suas atividades;
  • Reduza as distrações. Enquanto estiver em seu horário de trabalho, você precisa lembrar que não deveria acessar sites de redes sociais (exceto se uma tarefa dependa disso), jogos online, sistemas de mensagens instantâneas, etc. Foco nas suas atividades!
  • Não permita interrupções! Algo muito comum de ocorrer quando estamos trabalhando em casa é outras pessoas irem até nós para contar uma fofoca, comentar sobre uma notícia ou falar qualquer coisa que tenha visto na televisão e tenha considerado interessante. Inicialmente, seja educado e cordial, buscando dispensar a pessoa tão breve quanto possível, mas se a situação demorar-se muito ou a pessoa torna a repetir isso várias vezes, então você precisa ser bem sincero e lembrar que o seu ganha-pão depende do que você está fazendo ali!
  • Busque manter-se motivado. Se você é empregado ou contratado por alguém, precisa lembrar-se o tempo todo do seu papel fundamental dentro daquele negócio e da importância de seu trabalho, a fim de manter-se motivado. E se você é um empreendedor ou profissional autônomo, então deve lembrar-se que produtividade melhor pode significar resultado melhor!

Tenho certeza de que a presidenta-executiva do Yahoo! não estaria a mudar tanto o modelo adotado se a produtividade ainda estivesse em alta. Trabalhar em casa não deveria ser sinônimo de distrações ou de trabalho desregrado. E se você realmente quer que isso funcione, então precisa fazer por onde!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Verdades e mentiras sobre trabalhar em casa

Ter um negócio em casa pode ser uma das partes mais gratificantes de sua vida se você souber o que está fazendo. Mas se você não souber, pode se tornar um verdadeiro inferno – e pode ser difícil livrar-se disso, caso você não tenha nenhuma outra fonte de renda. O engraçado é que, apesar de ter ambas as facetas, isto é, o lado bom e o lado ruim, raramente vemos as pessoas a falarem sobre isso na Internet, não é?

Quando olhamos o que os “bem-sucedidos trabalhadores em casa” falam, parece que a vida deles é perfeita – diria que perfeita até demais. Hoje, vou desmascarar algumas dessas mentiras – doa a quem doer, pois a verdade precisa sempre ser dita, não é mesmo?

“Você não precisa gastar dinheiro para começar a trabalhar em casa!”

Mentira!

Vamos supor que você deseja trabalhar escrevendo conteúdo para websites. Até certo ponto, realmente você não precisa gastar dinheiro: você pode criar um blog gratuito na plataforma blogger.com para apresentar suas habilidades e divulgar seus serviços em sites como o freelancer.com, por exemplo. Mas é claro que, fazendo dessa forma, não parecerá tão profissional quanto se você tiver, por exemplo, seu próprio domínio com um website bem configurado.

Além disso, se você deseja alcançar seu público mais rapidamente, precisará investir tempo e/ou dinheiro em campanhas de marketing.

E por fim, mas não menos importante, todo negócio possui despesas com equipamentos e softwares necessários para a sua execução, sendo assim, não se deixe levar por aqueles que dizem que você não precisará gastar dinheiro algum para começar a trabalhar em casa – geralmente eles dizem, a seguir, que você pode comprar sua “solução mágica” por apenas R$ XX,00.

“Soluções automáticas ainda ganham dinheiro”

Mentira!

Toda vez que você ver uma página de qualquer vendedor divulgando um software que, segundo ele, estará fazendo-lhe muito dinheiro e que tudo o que você precisará é clicar em um botão ou dois, aceite meu conselho e corra o mais rápido que puder! Ah, é, é só uma página de internet, então feche-a o quanto antes!

Aceite meu conselho e nunca acredite em “soluções mágicas”. Há, claro, ferramentas interessantes para o seu negócio disponíveis na internet, que podem ajudá-lo a trabalhar melhor e mais rapidamente, mas não existe isso de ter um software que, sozinho, faz tudo o que você precisaria fazer para ganhar dinheiro – esse é o “papo” antes da venda, depois que você comprar, você vai descobrir que não é tão “automático” assim, ou pior, descobrirá que somente jogou todo o seu dinheiro fora.

“É possível ganhar dinheiro na internet em 2013”

Verdade!

É claro que é possível! Da mesma forma que em 2012, 2011 e todos os anos anteriores! Há pessoas que afirmam o contrário, mas geralmente são aqueles que desistiram na primeira tentativa, talvez porque buscassem uma solução mágica, um software em que bastasse apertar um botão e pronto estaria entrando rios de dinheiro em sua conta!

Quem buscar oportunidades sérias para ganhar dinheiro pela internet com certeza vai encontrá-las, mas desconfie de toda e qualquer oportunidade que parecer boa demais para ser verdade – se é bom demais para ser verdade, é porque não é verdade! Parta desse princípio e você evitará cair nas “garras” de vendedores que só querem seu dinheiro.

“É possível ganhar muito dinheiro envelopando ou respondendo pesquisas”

Mentira!

Geralmente quem afirma isso está tentando ganhar dinheiro por meio de algum programa de afiliado relacionado àqueles serviços e, se você “entrar na onda”, aquela pessoa ganhará talvez algum dinheiro, já você, meu amigo…

Mas talvez você esteja se perguntando: mas como se há tantos anúncios relacionados a mala direta ou preenchimento de pesquisas? Pois é, meu amigo, há negócios que giram em torno disso, mas o fato de seus proprietários e alguns envolvidos estarem ganhando dinheiro com isso não significa que todos os que se envolverem estarão a ganhar. Seja bem sincero: por que você ganharia R$ 10,00 ou R$ 20,00 pelo preenchimento de uma pesquisa que lhe tomou somente cinco minutos? Pense nisso!

Estamos em um ano “novinho em folha”, mas mesmo assim, muitas das antigas mentiras continuarão a circular pela Internet. E se você quer ganhar dinheiro trabalhando de casa de forma séria, então é bom ficar bastante atento para não cair em um dos muitos truques que há por aí!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Você está pronto para ter o seu negócio?

O mundo contemporâneo parece cada vez mais “infectar” jovens aventureiros a desenvolverem seu próprio negócio, principalmente quando a proposta de ter um negócio em casa é tão convidativa: tudo o que conseguimos ver somos nós mesmos a trabalhar o dia inteiro de pijama, sem se preocupar com trânsito, e a ver rios de dinheiro entrando em nossa conta bancária.

Bem, não posso negar quanto a parte do “trabalhar em casa vestindo pijama” ou “não se preocupar com o trânsito”, mas a verdade é que você não irá faturar muito com seu negócio nos primeiros meses, na verdade, muitos desistem antes mesmo de ver o dinheiro começar a entrar no negócio. E é por isso que essa pergunta é tão importante: você está pronto para ter o seu negócio em casa?

Enquanto que a ideia de trabalhar em casa pode parecer um sonho a ser realizado para muitos, ignorar os riscos e dores de cabeça que você terá com o mesmo não é uma forma muito saudável para se começar algo sério. Aqui estão algumas perguntas que você deveria responder antes de iniciar o seu negócio:

1. Você possui um home office bem organizado e pronto para trabalhar?

2. Você conhece muito bem o tipo de negócio que você deseja desenvolver?

3. Você possui tempo e dinheiro suficientes para investir em sua empreitada?

4. Você criou um bom plano de negócios para apoiá-lo em suas decisões?

5. Você conhece as ferramentas tecnológicas que podem melhor ajudá-lo na administração e produção?

Se a sua resposta foi sim para todas essas perguntas (e é muito importante que pense duas ou três vezes antes de dizer que foi sim para todas!), então está realmente na hora de você ter o seu próprio negócio. Se a sua resposta foi um não ou um talvez para uma daquelas perguntas, então pode ser uma boa ideia revisar um pouco seu plano de ação a fim de não se encontrar mais tarde com grandes problemas.

Não quero com isso “dar um banho de água fria” em todos, dizendo que não poderão alcançar sucesso em seu negócio em casa, mas a verdade é que a maior parte dos que desistem de seus negócios o fizeram por não estarem dispostos a realmente se dedicarem tanto quanto é necessário e é por isso que você precisa estar ciente disso antes de começar sua jornada.

A Internet tornou tudo muito mais fácil hoje em dia – você pode aprender uma nova profissão ou um novo negócio de casa e, muitas vezes, por um custo muito baixou ou mesmo gratuitamente – bem como criou novas oportunidades para ganhar dinheiro, mas é importante que você se lembre sempre que qualquer negócio, seja na Internet ou seja fora dela, é algo sério e você precisa tratar como tal se deseja alcançar bons resultados.

E lembre-se: se você lida com o seu negócio como se fosse um hobby ocasional, não reclame mais tarde porque ele não ganha dinheiro como se fosse um “negócio sério”, afinal de contas, esta foi uma decisão sua. E se você pensa que bastará criar um website ou criar uma conta de usuário em um programa qualquer e o dinheiro começará a aparecer em sua conta, talvez você tenha uma grande desilusão.

Mesmo se tratando de um negócio em casa, você deve tratá-lo com todo o respeito necessário, inclusive com um horário de expediente que ajude seu cérebro a compreender que “aquela hora é a hora de cuidar do seu negócio”.

E se você acha que está pronto para ter o seu negócio em casa, lembre-se: trate-o como se ele fosse uma empresa sediada em um prédio caro por meio de um financiamento bastante caro que você precisará pagar – diante dessas circunstâncias, você trataria seu negócio com a máxima responsabilidade e seriedade, afinal de contas, sua saúde financeira poderia ser severamente comprometida, não? Pense nisso.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Trabalhar em casa – sonho ou pesadelo?

Quem nunca trabalhou em sua própria casa talvez não possa imaginar como é a rotina de uma pessoa que vive dessa forma, como um freelancer, por exemplo. Bem, podemos dizer que não é muito diferente da rotina de quem trabalha em um escritório em uma empresa qualquer – com a diferença, claro, de que não é necessário enfrentar o trânsito a fim de chegar ao ambiente de trabalho. Em contrapartida, quem trabalha em casa pode se sentir muito sozinho em momentos de tomada de decisão. Como saber se estou optando pelo que realmente é bom? Como saber se esta é a melhor forma de proceder em minha loja virtual para que minhas vendas cresçam? E se elas despencarem, o que eu poderei fazer?

Se você acredita que possui muitas preocupações e dores de cabeça quando você trabalha para uma empresa em seu escritório, não espere que elas diminuam caso você deixe seu emprego e passe a trabalhar em casa ou mesmo se convencer o seu chefe a fazer parte de suas tarefas em um home office. Quanto mais independente você for, mais as recompensas (leia-se aqui os ganhos de cada mês) dependerão dos resultados que você conquista.

Prestou bastante atenção? Eu disse “resultados que você conquista” e não ” horas que você passa trabalhando” – e há uma grande diferença entre ambas as expressões, pois poucos são os trabalhos que desempenhamos pela web onde uma coisa é diretamente proporcional à outra. Os resultados dependem muito mais de suas habilidades em analisar problemas, estudar soluções e tomar decisões. Lembre-se disso!

Não se engane com as mentiras contadas por muitos que querem vender-lhe a ideia de que trabalhar em casa é fácil, não exige nenhum esforço e você poderá estar ganhando milhares de reais por dia a partir de semana que vem – se você ler as “letras miúdas” daquelas páginas de vendas, perceberá que eles citam serem aqueles casos de sucesso apontados nas páginas situações atípicas e que nem mesmo podem garantir que você terá sucesso.

Então a verdade é essa: trabalhar em casa não é o sonho idealizado por muitos, trabalhando-se somente seis ou oito horas por semana, ganhando-se uma fortuna e passando metade do ano de férias em alguma praia. Mas também não é nenhum pesadelo. E uma boa oportunidade de trabalho à distância geralmente não “cai do céu”, nós a “construímos” aos poucos, por meio de contatos, conhecimentos e estudando as oportunidades que aparecem de forma bastante tímida e disfarçada.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Importância da dedicação na hora de trabalhar em casa

Muitas pessoas sempre dizem quão fácil seria a vida se elas pudessem trabalhar em casa, mas o que aquelas pessoas não sabem é que isso não é realmente tão fácil assim. Você realmente tem que trabalhar duas vezes mais quando você está trabalhando em casa do que se estivesse em um escritório, principalmente porque é muito fácil perder o foco e desviar a atenção de suas atividades.

Este artigo busca apresentar-lhe a importância da dedicação na hora de trabalhar em casa a fim de tornar-se realmente um sucesso!

A grande diferença entre um home office e um escritório fora de sua casa

Simples: as interrupções. Quando em casa, se você possui marido/esposa e filho(s), é muito fácil haver inúmeras interrupções quando trabalhando em um home office – e isso comprometerá criticamente a sua dedicação ao trabalho.

Seu filho, esposa/marido ou qualquer outra pessoa que more com você pode interromper-lhe inúmeras vezes suas atividades profissionais com assuntos desnecessários ou que deveriam esperar até o momento certo. Um programa de TV engraçado pode parecer legal para quem está em casa somente assistindo TV, mas a partir do momento em que alguém interrompe o seu trabalho para mostrar-lhe o que está passando no programa, você estará com sérios problemas.

Bem, é nessa hora que você deve se preparar para tomar as rédeas e, assim, combater alguns desses problemas…

Evite distrações!

Este é o primeiro grande passo que você pode tomar – e confie em mim, não será nada fácil. Evite que qualquer coisa do mundo “não-trabalho” atrapalhe o seu mundo “trabalho” durante o horário do trabalho. De forma similar, evite que o trabalho atrapalhe seu cotidiano com sua família nos momentos em que não está trabalhando.

Isso tudo pode ser difícil no início, mas com o tempo você – e sua família – irá acostumar-se. A hora do trabalho deve ser um momento para trabalhar, independente de você estar em um escritório em um prédio comercial barulhento e de trânsito intenso ou em um home office aconchegante.

Configure bem o seu ambiente de trabalho

Tudo o que você precisa para o seu trabalho deveria estar lá, em seu home office. Durante o seu trabalho, você não deveria precisar sair do seu escritório e perambular pela casa por nada que seja inerente ao trabalho – você sairá para beber água ou ir ao banheiro, por exemplo, mas não deveria precisar sair para buscar um relatório em outra parte da casa ou para imprimir documentos.

É provável que, no início, você precise sair para buscar algo pela casa. Toda vez que fizer isso, tome nota a respeito de que materiais ou equipamentos você necessitou e, se possível, compre outro e deixe em seu escritório, somente para uso profissional. Isso evitará que você precise sair de lá.

Mantenha um horário de trabalho

Apesar da possibilidade de trabalhar em casa em qualquer horário do dia ser um grande atrativo, você perceberá que será muito mais produtivo se mantiver horários fixos para o trabalho em sua casa.

O horário varia de pessoa para pessoa: algumas são muito mais produtivas pelas madrugadas, enquanto outras preferem trabalhar pela manhã ou tarde. Isso dependerá de você e pode ser adaptado aos poucos, com o tempo.

Dedicação total é uma obrigação

Não importa se você atua como autônomo ou se é um empregado e conseguiu uma permissão no emprego para trabalhar em casa, dedicar-se completamente ao seu trabalho é uma obrigação sua, enquanto desempenha suas atividades.

E se você ainda tiver dúvidas quanto a isso, deveria perguntar-se se está realmente apto a trabalhar em casa!

Enfim…

Trabalhar em casa pode ser muito recompensador, mas também pode apresentar muitas armadilhas com as quais você precisa tomar cuidado, se realmente deseja tornar-se um sucesso profissionalmente. Dedicação total é sua obrigação e por meio das dicas aqui apresentadas deverá ser mais fácil conseguir isso em seu ambiente de trabalho.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS