Como escolher o nicho certo para você

Quando o assunto é escolher um nicho para a criação de um blog visando o retorno financeiro, geralmente os conselhos giram em torno de:

  • Deve girar em torno de um dos seus interesses (profissionais, educacionais ou como hobby);
  • Deve haver interesse comercial (de sua parte, caso esteja criando um blog para alavancar seu perfil profissional ou as vendas de sua loja, ou de outras empresas ou vendedores, para o caso de visar ganhar dinheiro por meio de programas de afiliados ou anúncios publicitários);
  • Deve haver suficiente público interessado naquele nicho (tal público é geralmente mensurado por meio do volume de buscas mensais de palavras-chave relacionadas ao nicho) com poder aquisitivo para adquirir algum produto ou serviço listado em seu blog.

Parece simples, lendo desta forma, mas como isso se faz na prática? Bem, aqui vai um guia passo-a-passo para que possa identificar os melhores nichos para o seu perfil.

Passo #1 – Liste suas experiências e interesses

Pegue uma folha de papel e divida-a em quatro colunas: experiências profissionais, habilidades e conhecimentos, conquistas em sua vida e coisas que deseja aprender.

Na coluna “experiências profissionais”, liste todos os tipos de empregos, cargos e trabalhos que já executou em sua vida. Exemplos: marceneiro, blogger, escritor de conteúdo para web, médico etc. Esteja certo de que para cada uma dessas profissões ou cargos há muitas pessoas interessadas em atuar também.

Na coluna “habilidades e conhecimentos”, liste todo tipo de habilidades, hobbies, cursos e outras coisas que você já conhece. Você possui formação ou curso em gestão de negócios? Liste isso. Você joga golfe? Liste isso. Você participou de cursos de educação infantil? Liste isso. Bem, acho que você já pegou a ideia.

Na coluna “conquistas em sua vida”, liste tudo aquilo que você já conseguiu e que sabe que há muitas pessoas que desejam o mesmo e que estão dispostas a pôr a mão no bolso para isso. Sei que isso parece “capitalista demais”, mas lembre-se: você quer ganhar dinheiro com seu blog, não é? Alguns exemplos de conquistas podem ser conseguir o primeiro emprego, sair das dívidas, conseguir uma promoção na empresa etc. As oportunidades aqui são muitas, mas lembre de focar naquilo que pessoas estarão dispostas a pagar para aprender – então, mesmo que você tenha conseguido criar a maior pipa subaquática do mundo, se ninguém está interessado em pagar para aprender isso, esqueça.

Na coluna “coisas que deseja aprender”, liste tudo o que você teria interesse em aprender, mas que ainda não sabe. Gostaria de aprender a pintar? Ótimo, liste. Que tal aprender a falar francês? Ponha na lista. O objetivo aqui é listar coisas que você terá prazer em escrever e compartilhar com outras pessoas enquanto aprende – isso mesmo, gerir um blog pode ser uma ótima oportunidade para aprender coisas novas. Somente se certifique de listar coisas que você realmente deseja aprender, pois por mais que seja rentável um nicho, se você não o conhece e não tem interesse real em aprender, será muito mais difícil manter um blog sobre o mesmo.

Agora, retorne para cada um dos itens de sua lista e tente descrever de forma tão resumida quanto for possível (sem perder a ideia original). Você provavelmente chegará a algo próximo do nome de um nicho.

Podemos dizer que cada um dos itens constantes nessa lista é um possível nicho em que você poderá ter seu blog. E para qualquer um deles você poderá rentabilizar seu blog tanto por meio de anúncios publicitários, programas de afiliados, venda de produtos próprios ou serviços de consultoria, exceto para os itens da coluna “coisas que deseja aprender”, onde é melhor concentrar-se em anúncios publicitários e programas de afiliados até desenvolver conhecimento e competência suficientes para oferecer seus próprios produtos e serviços.

Agora, é interessante que digite todos esses possíveis nichos em uma planilha eletrônica (no Microsoft Excel, por exemplo) para facilitar as análises necessárias nos próximos passos.

Passo #2 – Determine o tamanho da audiência

Agora que já temos uma lista com possíveis nichos (espero que ela tenha mais de 30 itens, assim você terá mais opções para escolher!), vá até a ferramenta Google Keyword Planner (GKP) e tente determinar qual o volume de buscas mensal para cada um daqueles nichos. Para nossa sorte, o GKP oferece uma aba chamada “Ideias de grupos de anúncios” onde alguns dados são sumarizados para grupos de palavras-chave relacionadas. Escolha o grupo mais fortemente relacionado ao nicho que deseja trabalhar e lá estará o volume de buscas mensal médio esperado.

Claro, esse valor não é perfeito, pois um nicho pode ter dezenas ou mesmo centenas de palavras-chave associadas a ele, mas precisamos limitar de forma objetiva os dados que serão analisados, então esse “corte” é suficiente.

Agora, inclua em sua planilha o volume de buscas para cada um dos nichos.

Passo #3 – Calcule a receita estimada

Este é um passo que dependerá muito da forma como você pretende rentabilizar seu blog! Mostrarei aqui como eu estimo a receita de um dado nicho para blogs monetizados por meio de anúncios publicitários (como o Google Adsense).

Para isso, além do volume de buscas mensal, precisamos conhecer o custo por clique (CPC) no programa Adwords e a competição entre os advertisers no programa Adwords. Todas essas variáveis influenciam positivamente na receita estimada.

Receita = (0,5 * Buscas) * (0,05 * 0,7 * CPC) * (Comp_Adwords / 2)

Isto é, para um dado nicho o máximo que posso conseguir de tráfego por meio das buscas é 50% do volume identificado (0,5 * Buscas), em média 5% dos visitantes clicam nas publicidades e cerca de 70% do valor do clique é pago aos publishers (0,05 * 0,7 * CPC), mas o valor do clique pago é influenciado pela competição no Adwords (Comp_Adwords / 2), onde uso 1 para representar competição baixa, 2 para competição média e 3 para competição alta.

Ficou tudo muito confuso? Não se preocupe, basta colocar os valores das variáveis na planilha, digitar a fórmula nas células e o cálculo será feito automaticamente.

Passo #4 – Analise a concorrência

Há diversos tipos de concorrência. Você pode competir por posições nos motores de busca (SERPs), por palavras-chave relevantes em campanhas de marketing CPC etc. Para facilitar o cálculo, levaremos em consideração somente a concorrência nos motores de busca.

Acredito que esta é a parte mais imprecisa a ser calculada. Há diversas ferramentas pagas capazes de calcular a concorrência para grupos de palavras-chave (daí você pode sumarizar os dados para cada nicho), mas oferecerei aqui uma forma bem simples (e, portanto, muito pouco precisa) que pode ajudá-lo nesta primeira análise.

Para cada nicho, escolha a palavra-chave relacionada com maior volume e digite no Google Search entre aspas duplas. Nos exemplos de nicho aqui apresentados até agora, irei digitar o próprio nome do nicho. No resultado da busca, há a seguinte informação para “criar jogos”:

Aproximadamente 131.000 resultados (0,24 segundos)

Agora, de posse do total de resultados, divida-o por 50.000 e pegue a parte inteira da divisão (isto é, sem arredondar) e adicione 1. Aquele valor determinará o valor da concorrência para esta análise preliminar. No caso do nicho “criar jogos”, teríamos então o valor 3 para a concorrência. A imagem abaixo apresenta nossa tabela com os nichos em estudo e suas respectivas concorrências.

tabela-escolhendo-nicho

Passo #5 – Ordene e decida!

Já temos todos os dados que precisamos. A partir da receita estimada e da concorrência nos motores de busca você já é capaz de buscar um nicho rentável. Para facilitar a nossa percepção dos resultados encontrados, criei em minha tabela uma coluna “valor” que apresenta a relação “receita / concorrência” que encontramos, veja a figura abaixo.

Quanto maior o valor desta última coluna, maior é o potencial de receita e/ou menor a concorrência estimada. Assim, nichos como “criar blogs” e “como jogar futebol” parecem ser bastante rentáveis, enquanto que os nichos “magic the gathering” e “ganhar dinheiro extra” serão bem difíceis, devido a alta concorrência.

Entretanto, é importante lembrar que há um elo bastante fraco em nossa cadeia de raciocínio: a estimativa da concorrência. Perceba que enquanto a palavra-chave “criar blogs” apresenta somente 44.000 resultados no Google Search, a palavra-chave “como criar blogs” apresenta 90.900 resultados! Isso aponta uma grande imprecisão, pois “criar blogs” deveria aparecer mais vezes na Internet do que “como criar blogs”, não acha? Além disso, estamos analisando a concorrência para somente uma palavra-chave, quando na verdade cada palavra-chave de um nicho possui seu próprio nível de concorrência, que pode variar bastante!

Enfim, basear-se somente no número de resultados encontrados em busca para definir a concorrência pode não ser uma boa ideia. Uma solução um pouco melhor (e ainda gratuita!) é instalar e ativar o plugin SEO Quake em seu browser (disponível para Firefox e Chrome), realizar a mesma busca anterior (desta vez sem as aspas duplas) e colher informações sobre Page Rank, número de páginas do domínio, quantidade de backlinks etc. Analisando-se tais dados, pode-se ter uma ideia melhor da concorrência em torno daquele nicho. E há artigos na web falando sobre como analisar a concorrência utilizando-se do SEO Quake!

E, claro, há soluções pagas, que podem oferecer uma estimativa da concorrência mais precisa e de forma muito mais automatizada. Eu, por exemplo, ofereço serviços de pesquisa de nicho, onde avalio a concorrência e ofereço também um plano de ação para acelerar o desenvolvimento inicial de seu blog ou website (momento propaganda!).

Nichos dentro de nichos

Os passos apresentados anteriormente podem ajudá-lo a encontrar nichos, mas algumas vezes podemos estar analisando nichos grandes demais e, portanto, grande concorrência. Nesses casos, podemos buscar nichos dentro daqueles nichos, isto é, buscar um tema mais específico e, assim, uma audiência mais específica – e, provavelmente, com uma concorrência menor.

Tome como exemplo o nicho “perder peso”. Apesar de ser algo bem específico, há um bom volume de buscas em torno de tal nicho bem como uma grande concorrência. O que nós podemos fazer? Escolher um nicho dentro do mesmo, como “exercícios para perder peso”, reavaliar volume de buscas e concorrência e provavelmente encontraremos algo mais fácil de disputar, porém ainda com bom retorno!

Este artigo faz parte de uma série que compõe o minicurso Como Criar Um Blog De Sucesso]

Psiu! Gostaria de conhecer as dez perguntas que podem norteá-lo na escolha de um nicho, como encontrar sugestões para nichos “quentes” e como identificar palavras-chave usadas por potenciais consumidores? Você já sabe: espere e poderá ver tudo isso em meu futuro e-book!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print