Como ganhar dinheiro com fotografia

O mundo por trás de uma lente fotográfica é um mundo visto por uma perspectiva completamente nova e diferente, cujo enquadramento isola e privilegia a visão e todas as atenções a um quadro, apenas; um pedacinho digno de toda admiração possível e merecedor de ser pausado por toda a eternidade, enquanto tudo ao redor continua a girar e acontecer. Mas como ganhar dinheiro com fotografia?

Mais e mais fotógrafos levam suas paixões e câmeras às ruas com o objetivo de guardar para si esses momentos de tempo congelados em uma fotografia. O controle sobre o tempo com um clique – a eterna luta contra o tique-taque incessante e as tentativas de barganhar com ele – e, principalmente, o garimpo focalizado, ou mesmo fora de foco, da beleza que nos rodeia.

O flerte com a fotos, no entanto, pode virar algo mais sério e é possível ganhar dinheiro com fotografia. Do namorico de finais de semana à paixão e, dela, descobre-se o amor, que pode inspirar os laços de um casamento para a vida toda. Assim pode se apresentar a evolução de um fotógrafo amador que resolve levar o seu hobby a um objetivo profissional, dando valor às suas obras e, consequentemente, transformando a fotografia em um meio de vida.

Que tal sair às ruas e treinar à exaustão o seu talento para ser remunerado por algo que você realmente gosta e sente prazer em fazer? A diferença entre o amadorismo e o profissionalismo começa pelo seu desejo e coragem de enfrentar o mundo com o olhar atento por trás das lentes fotográficas. Por isso, confira abaixo algumas dicas e orientações para que você inspire o profissional adormecido dentro das suas ambições.

O amor pelo que você faz é o diferencial ao ganhar dinheiro com fotografia

Se você gosta de fotografia e topou ir adiante como uma forma de renda para você, obviamente essa atividade é apaixonante, mas renove o seu amor por ela diariamente e busque enquadrar o que realmente seja apaixonante para ganhar dinheiro com fotografia.

Fotografar casamentos pode dar dinheiro e estar em alta no ramo, mas escolher um serviço pelo dinheiro, e não pela afinidade pessoal, pode significar o primeiro passo para um serviço cansativo e burocrático.

A área de atuação

Esta dica é um complemento da primeira. Descoberta a sua paixão, dedique as suas atenções e talento para o nicho que realmente move o seu ânimo. A especialização é um caminho primordial para você fazer o seu nome – sendo muito mais proveitoso do que ser um profissional que faz um pouco de tudo, sem saber, exatamente, muito sobre muitas coisas.

Dedique seu tempo e dinheiro

Investir no seu talento vai além de contar as moedas para adquirir um equipamento de última geração (ainda que seja uma parte importante do profissional encontrar um equipamento à altura das suas ambições). Aperfeiçoar as suas técnicas envolve investir, também, em conhecimento, seja com cursos e workshops ou, também, na apresentação do seu trabalho – com página na internet, blog e o projeto para um estúdio que tenha a sua cara e intenções.

Valorize você e seu trabalho na internet

Ainda sobre a questão de investir em si mesmo, não há nada melhor e tão econômico, hoje em dia, do que manter uma página na internet funcional e sempre atualizada. É a forma mais rápida para fazer com que vejam e conheçam tanto você quanto o seu trabalho.

Divulgue seus trabalhos, fale sobre você, exponha seu talento e convide a todos para que curtam, comentem e compartilhem o seu talento pelos quatro cantos do universo virtual. Acredite, muitos trabalhos podem vir dessa fonte, principalmente. Vale o investimento e, hoje em dia, montar a sua própria página não é nenhum bicho de sete cabeças.

A prática leva ao clichê da perfeição

Saia às ruas e fotografe de tudo, pratique enquadramentos, luz e molde-se às suas paixões para que cada clique saia melhor que o outro. Organize passeios com outros fotógrafos e torne a experiência um aprendizado contínuo e sempre proveitoso. Essas saídas em grupo, inclusive, funcionam para muita gente como uma fonte extra de renda, no fim do mês.

Misture palavras com imagem

Fotógrafos que sabem onde colocar as palavras são mais completos. Afinal de contas, enxergar na fotografia todo um parágrafo explicando-a – algo absolutamente comum e corriqueiro no mundo jornalístico – pode ser o seu diferencial nesse acirrado ramo.

Coloque as ideias no papel e a sua visão nas fotografias. Isso pode ser fundamental para conseguir trabalhos constantemente. Ou, também, outra ideia é ter alguém para ser “as suas mãos”, fazendo um trabalho combinado onde você entra com as fotos e o seu parceiro, com o texto.

A adrenalina congelada em fotos radicais

Para quem se interessa por esportes – sejam eles radicais ou pacatos –, uma boa ideia é se informar sobre o calendário esportivo da região ou mesmo de outras cidades, se você dispuser de tempo para viagens, e fazer uma cobertura fotográfica por conta.

Lembrando que o portfólio de um fotógrafo é o seu trabalho, e quanto mais exemplos e prática você tiver, melhor o seu portfólio será.

Dê valor à fotografia em papel

Expor o seu trabalho, tal qual se fazia exclusivamente, até um tempo atrás, pode funcionar também para você. Peça um espaço em feiras livres ou dedicadas à fotografia ou converse com proprietários de estabelecimentos comerciais e ilustre as paredes deles com os seus melhores trabalhos. Uma renda extra e, também, uma outra forma de exposição do seu trabalho, nunca é demais.

Fotos para matar saudade ou ficar em dia

Empresas grandes, como American Greetings, Gibson Greetings e Hallmark Cards, são os expoentes de quem precisa constantemente de fotografias para estampar cartões-postais, calendários ou cartões comemorativos. Mas, embora pareçam inatingíveis para o fotógrafo dando os primeiros cliques de carreira, muitas outras empresas são acessíveis e podem ajudar você a expor a sua obra.

Muitos rostos, muitas fotos, muitos retratos

Retratistas com a câmera fotográfica podem conquistar o mundo e se encantar, a cada registro, da diversidade e riqueza do corpo humano.

O mercado para o profissional que faz retratos em fotografias está sempre em alta e, se o fotógrafo se interessa pela área, não vão faltar oportunidades. Desde o registro do recém-nascido ou da mamãe de primeira viagem aos books de modelos e fotos de toda a família, a amplitude desta área é enorme, e vale a exploração em flashes e poses.

Banco de imagens

Por fim, a divulgação do trabalho de um fotógrafo pode vir na forma dos bancos de imagens que, embora seja um mercado muito competitivo, garante muitos trabalhos e exige um amplo conhecimento na arte fotográfica, principalmente pela diversidade de trabalhos que surgem nesse disputado meio artístico.

São temas diversos que serão usados como propaganda e editoriais e, caso o fotógrafo encontre o seu rumo nesse ramo, as possibilidades são inúmeras, e a gratificação, idem. Procure por alguns bancos de imagem menores, em primeiro lugar, para montar o seu portfólio.

Considerações para ganhar dinheiro com fotografia

A grande dica, no fim das contas, é que o fotógrafo encontre a sua paixão dentro da sua grande paixão, que é a fotografia. A partir daí, os caminhos se abrem tal qual o seu equipamento faz, permitindo que a luz entre para uma nova fotografia emergir para você ganhar dinheiro com fotografia.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print