Como investir melhor? – parte 1

Olá a todos amigos do Clube do Dinheiro! Se você, amigo leitor, está imaginando que este, chamado Como investir melhor?, é mais um artigo-resposta… Está completamente certo! O número de comentários pendentes não baixa de jeito algum, então o jeito é partir para responder o quanto antes todos eles, não? E hoje decidi selecionar todos os comentários com dúvidas acerca de investimentos financeiros.

Bem, então o que estamos esperando, não é? Vamos começar a responder as dúvidas (ao som de Tihuana – Tropa de Elite)!

Posso confiar no Forex Clube?

E para começar nossa nova rodada de perguntas, aqui está o comentário de Samuca, publicado no artigo Cuidados ao tentar ganhar dinheiro em Forex:

Amigo, é verdadeiro esse tal site Forex Club? Na conta demo está muito fácil ganhar uma graninha, queria saber se realmente isso é fato mesmo ou mais um mero truque para enganar! Valew.

Olá Samuca, tudo bem? Não conheço diretamente o Forex Club – já visitei o site e li algumas de suas páginas, mas como no momento limito meus investimentos financeiros somente a investimentos de baixo risco (já tenho meus negócios online que são um pouco arriscados, não vejo porque, no momento, investir também em ações ou forex trading para tornar ainda mais arriscado no momento).

Sendo assim, é um pouco complicado emitir uma opinião completa a respeitodo Forex Club em si, mas o que posso falar mais é a respeito de Forex Trading: trata-se de um tipo de investimento em renda variável, mais arriscado até que o investimento em ações, sendo assim não considere o ato de ganhar dinheiro por meio de forex trading como sendo tão fácil quanto o simulador aparente: o papel do simulador é ser uma ferramenta a mostrar-lhe como se opera em tal tipo de investimento, mas não o considere tão fácil quanto pareça ser, ok?

Em minha opinião, quem busca atuar como day-trader (isto é, comprando e vendendo ações em uma taxa diária) ou forex trader deve ter bastante cuidado e investir muito em sua própria educação antes de começar isso, pois estamos falando de investimentos bastante arriscados por si só, imagina então quando não se tem um bom conhecimento ou experiência, ok?

Investimentos de baixo risco

Agora é a vez de respondermos nossa amiga Denise, que diz o seguinte (no artigo Caderneta de poupança e CDB continuam em baixa):

Quero saber mais sobre investimentos, qual o melhor a ser aplicado que não tenha tantos riscos mas seja viável na rentabilidade?

Olá Denise, tudo bem? Essa pergunta é justamente o X da questão, pois sempre que procuramos um investimento precisamos determinar quanto esperamos ganhar, em quanto tempo e quais os riscos que nós estamos dispostos a correr.

Quem busca ganhar mais em menor tempo vê-se obrigado a arriscar-se mais. Quem pode esperar mais pode então arriscar-se menos.

Claro, esse tipo de pergunta para ser bem respondido precisa que conheçamos diversas variáveis:

  • Quanto você pretende investir? Tudo aplicado de uma vez só ou mensalmente?
  • Quanto você espera ganhar?
  • Em quanto tempo pretende resgatar sua aplicação?
  • Você está certo de que pode esperar aquele tempo, isto é, possui outras reservas financeiras para caso surja uma emergência?
  • Quanto de seu dinheiro está disposto a arriscar, isto é, quanto você pode perder do mesmo e ainda assim sentir que “está tudo bem”?

Como você procura investimentos de baixo risco, recomendo que se atenha a investimentos em renda fixa (caderneta de poupança, certificados de depósito bancário e títulos públicos são alguns bons exemplos).

Outros blogs, como o Dinheirama e o Quero Ficar Rico, têm recomendado bastante aplicações em títulos públicos. Infelizmente ainda não tenho investido em tais aplicações (no momento, tenho algum dinheiro em fundos de investimento, com o menor risco e menor taxa de administração possível, claro), mas pelos cálculos que fiz e a conversa que tive com o gerente da agência bancária em que tenho conta na última vez que fui lá (eu sei, parece estranho, mas no máximo a cada dois meses há algo que preciso resolver por lá!) apontam que títulos públicos podem ser bastante interessantes, realmente.

Além disso, claro, se você tiver um bom capital, pode investir na aquisição e venda de imóveis (claro, não é mais um investimento financeiro, mas ganhar dinheiro com o menor risco possível é o que vale, não é?), mas para isso, deve adquirir o imóvel em uma área que esteja em valorização – veja bem “em valorização”, não que já esteja muito valorizada, ok?

Ah, não recomendo muito caderneta de poupança como investimento para valores acima de R$ 30.000,00 – em parte do ano passado e neste ano de 2011 até o mês de fevereiro o rendimento da mesma foi inferior à inflação. Especialistas afirmam que, após o bom desempenho em março, espera-se que a mesma continue a crescer acima da inflação nos próximos anos. Para valores menores ou para quem está começando a desenvolver o hábito de investir, a caderneta de poupança é um ótimo instrumento, mas para os outros casos, é provável que um título público ou um certificado de depósito bancário seja uma escolha melhor – com a subida da taxa básica de juros, CDBs passam a ganhar um pouco mais.

Investido em Forex fora do Brasil

Agora é a vez do comentário de Sofia, que diz o seguinte no artigo Comprando moeda estrangeira:

Olá eu estou querendo abrir uma conta para operar no Forex, mas estou tendo uma série de dúvidas, tenho acompanhado seu blog, e queria saber se as corretoras japonesas permitem que eu opere por elas estando no Brasil e como seria a declaração dos impostos declararia esse dinheiro como ganho no Japão? E isso é possível ou as corretoras americanas dão mais facilidade para se operar do Brasil? E no caso de eleger se uma corretora e confiável ou nao, teria que averiguar isso nos sites da CFTC e NFA, você teria uma lista das melhores corretoras de forex ou poderia me sugerir alguma? Obrigada

Antes de mais nada, é um prazer conhecê-la, Sofia, e quanto à dúvida de poder operar em uma corretora japonesa estando no Brasil, acredito que você não terá problemas quanto a isso, pois a maioria das operadoras de Forex Trading permite o cadastro de estrangeiros sem problemas.

Quanto à declaração do imposto de renda, se bem me lembro, você deverá especificar como ganho de capital no exterior (acredito que você terá uma conta-investidor junto à corretora no Japão e por meio dela você irá aplicar e resgatar o dinheiro. Mas é bom confirmar esses dados quanto à tributação em um corretor que REALMENTE entenda o assunto ou, caso não conheça um, junto à Receita Federal (toda cidade possui um “Plantão da Receita”, dirija-se ao mesmo e você encontrará informações bem mais certas).

Já quanto à dúvida de escolher entre uma corretora nos Estados Unidos ou no Japão, acredito que o problema não seja a nacionalidade: avalie a reputação e o serviço prestado pela corretora, não o país em que se encontra.

Já quanto à lista de corretoras mais confiáveis, infelizmente não disponho de tal informação, mas talvez o Marcelo Gonçalves Gameiro possa apresentar informação sobre isso em seu blog. Marcelo, se possível, publique um comentário aqui apontando para um artigo dessa natureza de que disponha, pode ser? 🙂

Elogio é bom e eu gosto 🙂

Jessica comentou o seguinte em nosso artigo Comprando moeda estrangeira:

Que artigo elucidativo! Linguagem simples e texto resumido mas ainda assim completo enquanto apanhado geral sobre o tema. Uma excelente introdução para leigas como eu!

Olá Jessica, tudo bem? Prazer em conhecê-la e fico feliz que tenha gostado de nosso artigo! Espero que nossos outros artigos também sejam igualmente interessantes e importantes para a senhorita!

Como conseguir um milhão de reais?

E agora, para não perdermos o ritmo, chegou a hora do comentário de nosso amigo Rafael, que diz o seguinte no artigo Aceite o desafio de ficar rico:

Olá!

Antes das perguntas, gostaria de te parabenizar pelo site, está realmente muito bom. Parabéns!
Ontem, procurando pela Internet sobre como conquistar meu 1º milhão, acabei achando o artigo no Gig@ Mundo (que está muito bom) e por ele achei o Clube do Dinheiro. Pretendo visitar os sites sempre que possível.

Tenho 16 anos, completo 17 em Junho e, como qualquer adolescente, tenho muitos sonhos e metas a alcançar. A principal meta em relação ao dinehiro, é conseguir juntar 1 milhão de reais até os meus 30 ou, no máximo, 35 anos. Sei que esse assunto já foi muito discutido aqui e que essa meta não é fácil. Gostaria de saber qual o melhor jeito para pessoas como eu, que estão começando a ganhar seu próprio dinheiro agora, de conseguir esse objetivo. Qual o melhor jeito de investir e em que investir? Se preferir, pode me responder via e-mail.

Sempre me interessei por assuntos como empreendedorismo e finanças, tanto que pretendo seguir a carreira de administrador de empresas e estou podendo aprender mais sobre esses assuntos aqui.
Parabéns pelo trabalho. Abraços.

Olá Rafael, prazer em conhecê-lo! Fico feliz que tenha gostado deste nosso blog, bem como do Giga Mundo – meu outro “bebê” 🙂 – e a meta de alcançar um milhão de reais até os 35 anos é muito factível, sim! Comento isso porque todo mundo acredita que para alcançar um milhão de reais deve-se abrir mão de tudo em sua vida e só irá alcançar isso aos cinquenta anos. Nada disso, mas é claro que é necessário ter um bom plano (e claro atualizar esse plano periodicamente).

Bem, vamos lá… A primeira coisa a ser feita é começar a poupar! Abra uma caderneta de poupança e comece a depositar parte do que ganha nela. Mesmo que uma caderneta de poupança não esteja rendendo muito, é melhor depositar nela do que gastar com algo desnecessário ou deixar esse dinheiro parado em sua conta-corrente, ok?

Ao mesmo tempo, comece a aprender mais sobre finanças pessoais, investimentos, negócios e oportunidades de ganhar algum dinheiro extra.

Não se descuide de sua formação educacional. Isto significa que, uma vez traçado seu objetivo, pense bem e defina como melhor conduzir sua formação educacional para atingir aquele objetivo. Se você pretende lidar com administração e negócios, é óbvio que cursos nesta área deveriam ser seu foco.

E esteja sempre avaliando como anda o crescimento de seu patrimônio e fazendo projeções. É provável que no início, como os ganhos são menores, apontem que você levará muito mais tempo para atingir seu objetivo do que o esperado. Não se desanime, com o tempo, você começa a ganhar mais, aprende a gastar melhor e assim seus sua projeção financeira fica mais clara e mais adequada ao seu plano.

Quando sentir-se preparado, comece um negócio próprio, passe a aplicar seu dinheiro em novos tipos de investimentos, enfim, vá progredindo. Se possível, estipule metas sobre quanto deve investir mensalmente e atualize tais valores anualmente (em outras palavras, a cada ano, como é esperado estar ganhando mais, passe a investir um pouco mais também).

Ah, e se gosta muito de namorar, muito cuidado para não acabar “antecipando as coisas” e assim casando muito cedo. Isso pode atrapalhar um pouquinho seus planos (atrapalharam os meus bastante XD), mas caso isso aconteça, não se preocupe, não é o fim do mundo: eu, por exemplo, estou aqui agora mesmo, a falar-lhe sobre investimentos, enquanto minha esposa está na universidade e meu filho, com dois anos e meio de idade, está na escola. 🙂 E por mais incrível que pareça, meus planos são de atingir um milhão de reais até os 35 anos também. 🙂

E, claro, em caso de dúvidas quanto a algo, procure assistência de alguém que tenha uma boa experiência naquilo em que você está em dúvida, ok?

Wow! Este artigo já está muito grande, é melhor ficarmos por aqui e, amanhã, devo publicar a “continuação” do mesmo, respondendo aos demais artigos sobre investimentos.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

3 comments

  1. DJS says:

    Olá Cristhiano, belo artigo como sempre!

    Bom então em sua opinião valores abaixo de 30.000,00 a unica alternativa de investimento seria a poupança mesmo?

    Qual a sua idade? 😀

    Abraços e obrigado.

  2. admin says:

    Olá DJS, tudo bem? Vai depender do prazo! Se você puder deixar esse dinheiro ao menos por um ano ou dois parado mesmo, um título público ou até mesmo um CDB Pós-Fixado pode ser uma boa solução.

    Ah, esqueci de comentar: o juro pago por um CDB Pós-Fixado NÃO É igual em todos os bancos! Isso quer dizer que alguns bancos podem pagar mais que outros! Em uma comunidade, certa vez, vi uns caras dizendo que com mais de R$ 25.000,00 é possível negociar no Itaú e conseguir rendimento de 100% do CDI em CDB DI! Se você negociar e conseguir tal valor, será muito interessante também!

    Um abraço e sucesso!

  3. DJS says:

    Na verdade eu creio que não soube me expressar bem e acabou que você provavelmente não entendeu minha pergunta, ou eu sua resposta 🙂

    Bom vamos reformular eu gostaria de saber a partir de que valores é interessante em sua opinião investir em outros investimentos diferentes da Poupança… Por exemplo em um CDB você acredita que a partir de quanto é realmente interessante investir? E no Tesouro Direto? E em Fundos de Investimento? E em ações? Bom acho que agora sim me expressei melhor 😀

    Eu li no Quero Ficar Rico que em bancos menores é possivel conseguir até mais de 100% do CDI…

    Abraços e obrigado.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print