Como sair do vermelho e ainda ganhar dinheiro?

Olá! Quem já teve dívidas sabe como é difícil sair do vermelho, sendo assim, nossa discussão de hoje será sobre isso: sair do sufoco das contas a pagar e passar para a alegria das contas a receber. Sim, é isso que nós queremos: quitar as dívidas, sair do vermelho, ganhar dinheiro e, se possível, tornar-se um investidor de sucesso e ficar rico! 🙂 Ah, e um bom dia a todos!

Esta com certeza não é uma tarefa fácil e exige muito esforço, dedicação e, se possível, ajuda. Bem, aqui estamos para oferecer alguma ajuda. 😀

Discutimos este assunto ano passado, no Giga Mundo, no artigo de nome Como sair do vermelho e fazer meu dinheiro render?. Nossos textos sobre negócios e finanças foram tão procurados por lá, que não resisti e decidi criar o Clube do Dinheiro, onde pretendo publicar versões atualizadas e mais aprofundadas dos artigos já publicados, bem como com novos artigos e até mesmo minicursos (como o Manual do Investidor).

No primeiro passo de nosso minicurso Manual do Investidor, você começou a entender a importância de investir e poupar. Mas… se você não possui dinheiro algum, como poupar?

Sendo assim, o “passo zero” seria aprender a como economizar o seu dinheiro, antes de começar a fazer ele render.

E agora é a hora de nos aprofundarmos ainda mais na “arte de sair do vermelho e ganhar as verdinhas”. E então, quer saber como ganhar dinheiro e viver com menos aflições financeiras? Aqui vão as dicas…

Dica #1: Ponha na ponta do lápis todos os gastos

Seja sincero: quando foi a última vez que você se preocupou em anotar aquilo com que você gastou em um mês? Você nem consegue lembrar-se, não é? Não se preocupe, muita gente comete esse erro.

Bem, se você está com um vazamento, o que faz? Procura aonde está o vazamento, não é? Imagine que seus gastos são o vazamento – é normal “escorrer” algum dinheiro para fora do seu tanque, mas não todo ele! Sendo assim, para procurarmos onde está o vazamento, temos que conhecer TODOS os nossos gastos.

Veja bem, eu friso o fato de que não é para “pôr na ponta do lápis os PRINCIPAIS gastos”, mas sim, “pôr na ponta do lápis TODOS os gastos”!

A diferença é muito grande. Vamos supor que você considere como principais gastos em sua vida as prestações da casa e o custo com alimentação, por serem os maiores valores. Juntos eles bem poderiam somar R$ 700,00.

Mas o seu saláriolíquido é de R$ 1.300,00 e todos os meses você termina sem um centavo e, pior, com dívidas para o próximo mês! O que aconteceu?

Bem, ao dar atenção somente aos “principais gastos” você esqueceu de vários gastos menores, como transporte, plano médico, gastos em passeios, etc. Dependendo de seu estilo de vida, esses “outros gastos” podem, facilmente, serem até três vezes maiores que aqueles que você considerava serem os principais gastos. Percebeu agora, quão grande fora o erro?

Parece bobagem, mas quando você vai morar sozinho e precisa cuidar de tudo, você logo percebe que o controle sobre esses “gastos esquecidos” fazem toda a diferença no fim do mês.

Sim, esta regra não está lhe ensinando como ganhar dinheiro, mas mostra-lhe como não gastar o seu dinheiro, pois você só pode economizar em algo se souber por onde seu dinheiro está indo embora.

Se você já está participando do minicurso Manual do Investidor e tem desenvolvido suas atividades, já deve ter baixado a planilha que lá oferecemos. Caso não esteja participando, corre e começa a participar do mesmo ou ao menos entra no artigo Planejamento Financeiro 2009, lê o artigo para saber como usar a planilha e baixa a planilha lá disponível, ok?

Com a planilha em mãos, você terá uma simples mas poderosa ferramenta para começar a criar o hábito de anotar e analisar todos os seus gastos (bem como os seus ganhos).

Algumas pessoas podem até ficar com preguiça de fazer isso, mas, lembre-se: você está no comando de sua vida. Se você não resolver hoje os seus problemas com contas e crédito bancário a pagar, não espere que amanhã tudo simplesmente desapareça e esteja bem. É você quem deve resolver seus problemas e o primeiro passo é este!

Dica #2: Diferencie gastos essenciais de supérfluos

Após efetuar todas as contas no papel (ou na planilha que disponibilizamos para download no Giga Mundo), você deve estar se perguntando – e agora, por onde devo começar a economizar para “tapar o vazamento”?

A fim de evitar que você comece a cortar até mesmo duas de suas refeições diárias só para economizar dinheiro, peço que se lembre de que deve nem todos os gastos são supérfluos. Reduzir ou mesmo cortar os gastos essenciais pode significar mais problemas. Por exemplo, se você trabalha com seu computador e está precisando de um computador novo. Se você não o adquirir, com certeza não poderá trabalhar tão bem.

Gastos com alimentação, moradia, transporte, saúde e segurança não podem ser encarados como supérfluos. Entretanto, se você analisar corretamente, pode encontrar boas opções para reduzir sem prejudicar nenhuma dessas necessidades.

Uma boa pesquisa sobre os preços dos alimentos, adoção de medicamentos genéricos, uso de transporte coletivo em certas ocasiões (ou sempre 🙂 ), são algumas das opções para tentar aliviar um pouco os custos aqui.

Agora sim, vamos aos gastos supérfluos. Em primeiro lugar: supérfluo é supérfluo! Parece óbvio, mas nem sempre é!

Muitas vezes, sabemos que um gasto é supérfluo, mas tratamos ele como se fosse um gasto essencial. Não conseguem deixar de comprar a pipoca e refrigerante grandes com refil para assistir àquele filme no cinema que estão assistindo pela terceira vez (esta semana).

Bem, se você, mesmo sabendo que não era necessário tudo isso, ainda diz para si mesmo “ah, mas eu não consigo…”, bem, sinto muito. Não importa o que eu diga, se VOCÊ não fizer a sua parte, será muito difícil sair do vermelho, quanto mais conseguir ganhar dinheiro. Perceba bem que estou grifando as palavras ganhar dinheiro: se você quer sair do vermelho e manter uma vida financeiramente estável, seu objetivo deve ser esse – reduzir custos, maximizar lucros. Nada sintetiza melhor a idéia base deste nosso Clube do que esta expressão. 😀

Lembre-se: suas anotações referentas aos seus gastos, sozinhas, nada podem fazer. Elas são um guia, mas é o corde de gastos que vai efetivamente conter a válvula de escape por onde o seu salário está fugindo.

Então já sabe: efetue cortes inteligentes sobre os gastos supérfluos e regule bem os gastos essenciais.

Bem, identificou os gastos supérfluos? Então agora é hora de…

Dica #3: Faça reduções nos gastos

Como dissemos no início, o primeiro passo conseguir ganhar dinheiro é saber economizar o dinheiro. Uma frase que mencionei no Giga Mundo e que ficou muito legal é:

“Reduzir seus gastos é uma forma de fazer o seu dinheiro voltar para o seu bolso”

Comecemos com as contas da casa: água, energia elétrica, telefone, tv a cabo, gás e celulares. Somando tudo isso, podemos ter facilmente um custo total de R$ 500,00 em nosso orçamento!

Obviamente você não pode cortar a água, mas pode cortar a tv a cabo!

Você pode procurar novos planos para os celulares a fim de reduzir tarifas e custos totais (não adianta mudar para tarifas mais reduzidas que te levam a gastar mais todo mês – nosso objetivo não é falar mais, é gastar menos!).

Institua uma política de contenção de gastos quanto à energia elétrica, telefone e gás e, ao final disso tudo, suas contas podem estar agora em torno de R$ 200,00. Sim senhor, conseguimos uma redução de 60% ou, se preferir em termos absolutos, R$ 300,00 a menos em nossas contas. Um bom progresso, não? 🙂

Todo produto/serviço que for adquirir, sempre verifique a relação “custo x benefício” bem como faça-se as perguntas: É realmente importante e urgente? É importante mas não urgente? Ou nem mesmo é importante?

Sempre que vir algo e desejar ardentemente comprar aquilo naquela hora, simplesmente vá embora, descanse e no dia seguinte, longe do brilho ofuscador e consumista dos produtos, pergunte-se: eu realmente preciso disso?

E quando estiver analisando e cortando gastos, muita atenção com serviços que cobram mensalidade fixa ou com a aquisição de produtos com preço parcelado para N meses. Ah, por falar nisso, vamos à próxima dica:

Dica #4: É proibido o uso do cartão de crédito e cheque especial!

A ilusão do “tenha agora, pague depois” acaba por colocar muita gente em uma tremenda encrenca. Na ânsia de comprar os presentes de Natal, no desejo de reformar a casa, no ímpeto de conseguir o tão sonhado carro novo… muitas pessoas acabam por usar o cartão de crédito ou o cheque especial.

Muitas vivem a dizer (e minha esposa é uma delas) que o cartão de crétido e o cheque especial permitem que as pessoas sem condições financeiras adquiram hoje determinado produto ou serviço em troca de pagar parceladamente depois. Realmente, parece muito legal, o problema é que temos em cima do uso de tais benefícios as famosas “taxas de juros”.

Conferi ontem e o juro do cheque especial no Banco do Brasil é de 7,98%. Isso quer dizer que para cada R$ 100,00 que você pense em adiar o pagamento, você terá um acréscimo de R$ 7,98 no primeiro mês. No segundo mês, serão mais R$ 8,62, e assim por diante. Está mais claro agora?

O comércio, como sempre, tem os seus artifícios: afirma-se que não há juros nas compras no cartão enquanto pagas em dia, mas se você perguntar quanto ficaria o preço do mesmo produto se comprado à vista, você saberá da existência de um desconto de 10% a 20%. Em outras palavras, por deixar para pagar amanhã, você vai pagar R$ 100,00. Se pudesse pagar hoje, pagaria R$ 80,00.

Em resumo, o valor do juro acabou sendo incluído no preço do produto. Muitos vão dizer que não é o que acontece, mas, para fins práticos, você não concorda comigo que, no fim das contas, pagando depois você pagará mais caro?

Certo, agora você deve estar pensando: mas eu não tenho dinheiro para pagar agora! Bem, sendo assim, faça uma análise: Trata-se de um gasto necessário? Você pode esperar até o próximo mês para adquirir o produto/serviço?

Se você respondeu sim às duas perguntas, então o melhor a fazer é esperar até o próximo mês, juntar o dinheiro e então adquirir o produto. Por quê?

  • Desembolsaria no total um valor menor;
  • Não perde o controle sobre os gastos em cartão e em cheque especial (vamos estar evitando eles!);
  • Terá alguma reserva financeira para o caso de surgir alguma urgência, onde geralmente a gente prefere abrir mão de comprar um determinado bem e ficar com a consciência tranqüila porque na hora da necessidade nós “tivemos como nos safar”.

Bem, acho que já conseguimos entender bastante sobre como economizar, agora, vamos à próxima parte: como ganhar dinheiro.

Dica #5: Busque fontes alternativas para conseguir algum dinheiro extra

Se você ficou surpreso, esperando alguma fórmula milagrosa para conseguir dinheiro, enganou-se. Como diz Harv Eker em Os Segredos da Mente Milionária: ou você trabalha para conseguir dinheiro ou você deixa o seu dinheiro trabalhar por você. Bem, como não temos dinheiro ainda (lembre-se, você está saindo do vermelho!), então o jeito é arregaçar as mangas e trabalhar!

Pegue algumas de suas horas livres e use-as para trabalhar em algo que tenha um rendimento SEGURO. Use também algumas de suas horas livre para aprender mais sobre oportunidades de negócios na Internet ou em empresas próximas aonde você mora, como ganhar dinheiro online ou não, etc. Enfim, a palavra de ordem aqui é: alcançar o seu sucesso financeiro.

Procure fazer algo que você possa conseguir administrar sozinho, inicialmente – quando se está em um momento delicado, quanto mais complexa é a investida, maiores as chances de fracasso.

É importante frisar que você deve procurar algo que vá complementar a renda de seu atual emprego, não substituí-lo – deixe para fazer tal decisão mais à frente, depois de sair da situação de risco e passar para um status bem mais confortável.

Eu, por exemplo, trabalho como professor substituto na Universidade Federal de Sergipe. Mas mantenho também atividades com duas outras empresas, bem como espero em algum bom momento conseguir transformar os meus blogs em boas oportunidades de negócios.

Dica #6: Aperfeiçoe-se mais e mais!

Quanto melhor profissional você for, melhor poderá cobrar pelos seus serviços. Quanto mais você estiver ciente de suas habilidades e daquilo que o mercado necessita, melhor você poderá adaptar-se. Sendo assim, não perca tempo: dedique-se à arte do aperfeiçoamento contínuo, pois ela poderá levá-lo a atingir patamares que você com certeza não conseguiria se somente desempenhasse a mesma atividade na mesma empresa por anos e anos.

Aqui neste ponto, quero fazer algumas sugestões de artigos muito bons que já escrevi e que estão publicados no Giga Mundo:

Quer ganhar mais dinheiro? Está pronto para o Webusiness 2.0? – Parte 1 (primeira parte de um minicurso que eu pretendo ministrar lá no Giga Mundo, então fique atento para as próximas partes dele também)

Cinco dicas para desenvolver o seu perfil empreendedor (cinco dicas muito importantes para quem quer desenvolver o seu próprio negócio, não importa se como micro ou multinacional)

Dez características do profissional de sucesso (dez características que você deve desenvolver e instigar em si mesmo e em seus pares e subordinados todo o tempo, não importa se você é um empregador, empregado ou autônomo)

Bem, depois de tanta economia, aperfeiçoamento e trabalho, é bem provável que finalmente tenha sobrado algum dinheiro… E agora?

Dica #7: Sobrou algum? Poupe ou Invista!

Um grande problema de muitas pessoas que chegam neste ponto é: assim que vêem que saíram do vermelho e começou a conseguir algum dinheiro sobrando, logo se levam pela euforia e começam a querer fazer compras, a gastar todo o dinheiro. Em outras palavras, esquecem-se de todas as regras aprendidas, novamente ficam no vermelho e saem por aí falando que todas aquelas dicas eram só bobagem, pois tudo acabou logo. Será?

Se você estiver seguindo as dicas, perceberá que elas não param na sexta: há uma sétima dica e ela lhe diz que se sobrar algum dinheiro, é interessante que você poupe ou invista ele de alguma forma. Sim, estamos começando a colocar o nosso dinheiro a trabalhar por nós. 🙂

Por enquanto, nosso dinheiro é um pobre trabalhador que não consegue muito (claro, ainda não economizamos o suficiente e não somos bons o suficiente para saber como melhor aplicá-lo), mas se persistirmos, ele logo começará a demonstrar-se muito mais forte e pronto para o trabalho, podendo, em algum momento, substituir-nos completamente.

Se você é um completo leigo e não sabe o que fazer, duas são as melhores opções: poupança ou fundo de investimento. No caso de fundo de investimento, você poderá investir em fundos de renda fixa ou fundos de renda variável. Estamos passando por um período turbulento, então se você precisa do dinheiro para um prazo curto (menor ou igual a três anos) ou não tem estômago para ver seu dinheiro toda hora ir e vir, então é melhor não ir em fundos de renda variável.

Bem, como vamos deixar para falar sobre tipos de renda e fundos de investimento em outra hora em nosso minicurso Manual do Investidor (é, eu sei, a propaganda é a alma do negócio 🙂 ), sua melhor opção é, com certeza, ir até o seu banco e procurar informar-se com uma atendente ou com o gerente a respeito da poupança, fundos de investimento e qual seria a melhor opção para o seu caso.

Cito aqui a poupança e os fundos de investimento pois eles possuem baixas taxas de risco (e, no início, quanto menores os riscos, mais tranqüilos ficamos 🙂 ), apesar de terem também baixos rendimentos.

Lembre-se: para garantir que possamos TER ALGO AMANHÃ (um bem maior ou uma aposentadoria mais cômoda, por exemplo), precisamos FAZER ALGUNS ESFORÇOS HOJE!

Dica #8: Aprenda mais sobre dinheiro, finanças e negócios

Quanto mais você conhecer o mercado financeiro, ações, aplicações e títulos, mais você poderá saber qual dessas opções melhor se encaixa ao seu perfil e objetivos.

Você já está começando esta dica 8 aqui, ao ler em nosso blog sobre como ganhar dinheiro, como cuidar da finança doméstica ou empresarial, como transformar oportunidades em negócios, etc. Você também estará fazendo isso ao participar (lá vou eu de novo com a propaganda!) do nosso minicurso de Manual do Investidor. Você também faz isso ao visitar as seções Negócios e Finanças do Giga Mundo.

Há muitos outros blogs e sites que podem ser usados como referência, dois deles são o Fique-Rico e Educação Financeira DiSOP. Mas vou deixar para falar melhor sobre boas referências em outro momento.

Dica #9: Lembre-se: planejamento é a alma do negócio!

Se você quer fazer algo certo, você precisa praticar, praticar e praticar, mas antes, é importante você planejar, planejar e planejar!

Sendo assim, crie o seu plano financeiro, o seu planejamento para sua nova vida assim que livrar-se daquela situação bancária difícil. E não se esqueça: todo planejamento deve ser revisado e atualizado periodicamente, caso contrário suas metas poderão tornar-se obsoletas.

Dica #10: Aceite o desafio, jogue esse jogo!

A última dica que posso lhe oferecer é que você deve transformar isso tudo em um jogo. Você deve “curtir” ver que seus esforços estão sendo bem recompensados, você deve aceitar o desafio de mudar de situação financeira e jogar esse jogo. Eu aceitei e adoro jogar ele! 😀

No campo financeiro, vivo a dizer que a vida é um jogo e minha conta bancária é o meu score (pontuação, em inglês). Sendo assim, como está indo a sua pontuação? Vamos lá, você precisa ganhar mais pontos para passar de fase!

Aceite o desafio, jogue esse jogo e ganhe mais dinheiro. Afinal de contas, fomos criados para viver plenamente em todos os sentidos e a área financeira é uma das muitas áreas em que podemos nos desenvolver e provar do que somos capazes!

Espero realmente que esta nova versão do artigo Como sair do vermelho e fazer meu dinheiro render? tenha agradado a todos. Bem, ela está com praticamente o dobro do tamanho, então espero que vocês realmente tenham gostado da leitura e, acima de tudo, ponham em prática o que aprenderam aqui!

E então, agora sabe como sair do vermelho, ainda ganhar dinheiro e, quem sabe, se tornar um investidor de sucesso? 😉

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

24 comments

  1. valdirene says:

    estou no vermelho vermelho mesmo e quero muito sair dessas situaçoes

  2. admin says:

    Olá Valdirene, tudo bem?

    Você já está dando o primeiro passo certo ao entender que há um problema e buscando a solução para o mesmo. O segundo passo agora é medir o “tamanho do problema”, no caso, levantar quanto você ganha e gasta mensalmente, quais gastos são dispensáveis e quais são indispensáveis e quais recursos pode dispor (tempo, economias, linha de crédito com menores juros) para conseguir “por as coisas na linha”.

    Tome o tempo que necessitar para conseguir estudar a situação e, como terceiro passo, execute o que foi planejado. Porém, muito cuidado para não “desviar-se do caminho” devido às tentações que podem aparecer, como as “promoções para pagar em X vezes sem juros”, pois elas são as que mais podem lhe prejudicar.

    Caso precise de ajuda, pode falar conosco por aqui, pois tanto eu quanto os outros leitores amaremos falar contigo sobre o assunto e ajudá-la a encontrar-se em uma posição financeira mais estável. 🙂

  3. Hygor says:

    Eu estou a ponto de me matar, tenho 30 anos e devo mais que tudo, meu nome é mais sujo que puleiro de pombo, eu peguei um emprestimo no banco de 15mil para abrir uma empresa, e iria pagar deduzindo do meu salario, abri a empresa em sociedade mas eu trabalhava ai veio a crise e veio a demissao, mas nao ta dando muito certo, moro de aluguel, tenho uma despesa bem alta, sou muito consumista, gosto de coisas boas, minha esposa tb nao tem muito controle com o dinheiro, nao tenho mais crédito, tive que transferiri a empresa pro nome da minha esposa pois o meu complicou d+, recebo carta toda semana das financeiras me cobrando, mas eu mal consigo pagar o meu aluguel e a prestaçao da moto que aliás foi a pior burrada da minha vida, estou pagando 2 motos. um verdadeiro roubo, pago 1 salario de aluguel, pago 120,00 de luz, compras por mes 250,00, fora que devo tb cartao de credito que emprestei para um parente e nao pagou uma divida de 2500,00 ja pensei em tentar pagar mas nunca sobra dinheiro para nada. Minha situação é deploravel, me sinto um fracassado. Eu tenho um retirada mensal de 1300,00 na empresa e só isso é a minha renda, trabalho na empresa o dia todo. nao sei mais o que fazer.

    Desculpe pelo desabafo.

  4. Tania says:

    Oi, tudo bem?
    Sempre estou em busca de algo para ganhar mais dinheiro, já fiz unha, bijuteria, chocolate,vendi roupa..o problema é que se levar um caslote lá se vai todo o trabalho. e leva bastante!Agora trabalho todo o dia, e curso faculdade a noite, e estou no vermelho médio…como ganhar dinheiro com pouco tempo assim? Ha sou casada e tenho casa, filho, marido e não tenho diarista…

  5. rosilene melo says:

    uma vez meu esposo me falou que varios amigos se reuniram e descobriram o que cada um deles precisava, um precisava de uma geladeira nova ,eles se reuniram viram o preço da geladeira foi dividinto por todos e cada um deu apenas 69 reais e compraram a vista ;no outro mes um precisou consertar o carro e se juntaram pagaram o conserto ,depois um outro ,depois outro e assim cada um colocava seu problema para o outro ,o problema mais serio foi de um deles que a divida era grande todos se juntaram e durante 3 meses conseguiram pagar a divida guando isto aconteceu perceberam que se juntando eles conseguiam muito se juntaram devono e aplicaram em acões pequenas mais vendiam logo para fazerem um capital maior e hoje são homens sem dividas e com uma situação financeira privilegiada.O UNICO PROBLEMA E COMO CONSEGUI UM GRUPO DE PESSOAS DISPOSTA A SE JUNTAR E AJUDAR UM AO OUTRO SEM TENTAR ENGANAR.SABE COMO ELES FIZERAM NO INCIO ERA DINHEIRO PEQUENO MAS NA DIVIDA ERA MUITO DINHEIRO ABRIRAM UMA POUPANÇA EM NOME DE DOIS QUE SO PODERIA SER SACADO COM A ASSINATURA DOS DOIS JUNTOS.nÃO QUE DUVIDASEM UM DO OUTRO,MAIS ERA MAIS FAZIL PARA JUNTAR O DINHEIRO NUM SO LUGAR E AINDA TER LUGRO,MAS ISTO FOI NA EPOCA ONDE A POUPANÇA RENDIA MAIS. AGORA NÃO SEI SE ISTO DARIA CERTO.TALVES ESTA ESPERIENCIA DE CERTO PARA ALGUEM.OBRIGADA.

  6. Olimpio Tadeu de Lacerda says:

    ESTOU QUERENDO SAIR DO VERMELHO, SÓ QUE TENHO MUITAS DIVIDAS ATRASADAS, COMO FAZER ????

  7. andersonbarros says:

    Pessoal, todos nós passamos por estes momentos de crise financeira e o importante, assim como lemos bastante aqui é colocar tudo na ponta do lápis e principalmente impor limites e prioridades ! sem isto não temos como sair do vermelho! Se você tem muitas dívidas, começe a priorizar e pagá-las uma a uma, afinal, você precisa começar a quitar para dar o ponta pé inicial ! eu tenho por mim mesmo esta experiência, eu tinha dívida e três cartões e acabava pagando sempre o mínimo de cada um para não ficar inadiplente, mas isto é uma burrada! o que fiz? liguei para as operadoras para negociar os pagamentos, claro que não quizeram logo de cara, pois meus cartões estavam “em dia”, então , deixei de pagar o mínimo, paguei outras contas com o dinheiro, depois que os cartões começaram a ligar, fui fazendo os acordos e pagando um a um !! enfim, sei que é difícil, mas colocando tudo na ponta do lápis e mantendo a calma, você consegue sair do vermelho !! abraços

  8. Juliana Rodrigues says:

    Boa noite. Estava aqui lendo suas dicas. E gostaria de pedir uma ajuda, estou para perder meu casamento por ser uma consumista descontrolada. Hoje estou usando o Ch especial (1.200) e cartao (1.500) e emprestimos(955) faltam 18 parcelas e mais gastos do dia a dia que chegam a 1.000,00. meus ganhos são 4.400,00. Então, já viu né…não consigo pagar e a cada mês faço novos emprestimos e isso está me deixando maluca. Me ajude com alguma orientação de como devo proceder para sair do vermelho, dos emprestimos e possa viver com o meu salário. Por favor! obrigada

  9. luiz fernando m. narvais says:

    Bom dia,eu tenho uma funeraria,há 14 anos,e promovo eventos,e em janeiro um destes eventos me quebrou,ai em abril fui fazer outro para recuperar,e nao consegui o necessario,e tambem adquiri mais dividas,preciso urgentemente que me ajudem,pois nao tenho idéia do que vou fazer,tenho um ganho fixo todo mes dos planos,mas so estão dando para pagar o basico,me mandem resposta pelo meu email,desde já agradeço pela atenção.

  10. SILVIO says:

    OLA LI SEU SITE E ESTOU COM MINHA CABEÇA A MILHAO…
    TENHO UMA EMPRESA A 8 ANOS E ESTOU QUEBRANDO POR CAUSA DA CRISE..

    TENHO DIVIDAS BANCARIAS NO VALOR DE 180.000 MAS ISSO NAO ME AFLIGE PQ PAGO ELAS PARCELADAMENTE.

    MEU PROBLEMA MAIOR SAO AS DIVIDAS PEQUENAS..

    TEREI QUE ECONOMIZAR PROXIMO DE 10.OOO PARA ISSO TENHO QUE CONSEGUIR UMA GRANA PARA ACERTAR E VENDER 3 CARROS QUE TENHA PARA PODER DISPENSAR 3 FUNCINARIOS MAIS VELHOS DE CASA.. COMO ISSO CONSIGO ECONOMIZAR EM SLALARIOS, ALMOÇO E IMPOSTOS ALGO EM TORNO DE 5.000

    ESTOU DEVENDO 16.000 EM FORNECEDORES, DIVIDA PESSOAL, CARTAO DA EMPRESA E ISSO ME AFLIGE…

    O VALOR É PEQUENO, MAS COMO AS VENDAS ESTAO EM RITMO DE TARTARUGA NAO SEI MAIS O QUE FAZER..

    ME SINTO GOLIAS SENDO DERRUBADO POR UMA PEQUENA PEDRA..

    E O PIOR QUE NESSAS HORAS NINGUEM TEM PARA TE EMPRESTAR, PESSOAS QUE VC JÁ ATÉ AJUDOU ANTES..

    TO FERRADO, SEI QUE PROTELAR MAIS ESTAREI CRIANDO UMA BOLA DE NEVE..

    NAO TO NEM DORMINDO.. SAO 3:32 E ESTOU AQUI IGUAL A UM ZUMBI PARA VER SE ENXERGO ALGUM OUTRO CAMINHO..

    DESULPE O DESABAFO..

    ABRAÇOS

  11. ludimila santos maciel says:

    E muito facil quando se fala de cortar gastos,quero ver pagar dividas se cortando todos os gastos futeis e ainda nao ter solucao??? Estou devendo muito, a banco, agiotas lojas…perdi 50% do meu salario a 2 anos a afundei em dividas e mais dividas…nao consigo sair dessa…parece q tudo que faco para tentar solucionar o problema gera mais divida… Gostaria que o senhor do dinheiro resolvesse todos os meus problemas financeiros…

  12. Lary says:

    Assumo que sai do controle, estou no fundo do poço, recebi um dinheiro altissimo e quis fazer muitas vontades ao mesmo tempo: Comprei a moto,começei a tirar a carteira e empreitei a construção da minha casa,Comprei moveis e eletros basicos para a minha casa “nova”, coloquei internet e paguei o vestibular da facu,Mas tudo saiu do controle dei entrada em algumas coisa que poderiam esperar e os pedreiros enrolaram,não terminou a casa e saiu do orçamento a mão de obra,gastei muito com saidas de finais de semana,presentes, bijus,cosméticos,roupas,barzinho quase todo dia e que eu fazia ia pagando só que materias de construção, boletos da moto, ipva,seguro,emplacamento,gasolina… entre outros gastos foram se acumulando. começei e não terminei nada tô muito desesperada sozinha com essas dívidas já fiz emprestimo sem ter como pagar,o dinheiro acabou tenho que recupera-lo pois não podia ter gasto tudo,e tenho muitas contas a pagar vencidas num valor total por mês de R$2500,00 fora os juros, comecei a vender tudo que é meu: sapatos,roupas, estou revendendo avon para conseguir algo,mas já me endividei com isso recebo mensalmente R$ 570,00. Sei que a culpa e o descntrole foi meu, e por isso peço ajuda urgente já estou pirando e nem durmo direito,Pior que eu nem sei como me endividei tanto pois tinha um bom dinheiro para ser administrado e não foi bem gasto.
    Att

  13. Daniel Luiz says:

    Boa tarde,
    Preciso de um conselho. Eu e minha esposa temos uma boa renda familiar mas continuamos com dividas que só aumentam.
    Algumas da dívidas foram feitas quando estávmos fazendo a nossa casa mas agora temos dívida de empréstimos realizados, empréstimos para pagar empréstimos, faturas de cartão parceladas e etc………. seria interessante fazermos outro empréstimo para ficarmos apenas com uma dívida eu existe alguma outra alternativa?

  14. CLÁUDIA says:

    ESTOU DEVENDO O CARTÃO DE CREDITO 2,500 SE EU FOR JUNTANDO O DINHEIRO EM 5 MESES TEREI O VALOR DE 2,000 SERIA MAIS FACIL ESPERAR UM PROPOSTA COM DESCONTO PARA EU PAGAR MENOS

  15. MICHAEL FARIAS says:

    ESTOU GANHANDO ATUALMENTE 680;00TENHO GASTO COM ALUGUEL DE 300,00 AGUA,LUZ 100,00 AÇOUGUE 50,00 COMO GUARDO SE SEMPRE TEM DESPESAS EXTRAS.

  16. Junior says:

    TEM ALGUEM RICO AI PRA PAGAR MINHAS DIVIDAS DE R$ 5,000 reais, sou tão jovem porém ferrado..só Deus pra me dar graça..

  17. silvani says:

    adorei seu mail ,,sou inprendendor e guero ganha mais dinheiroo ,,tenho 4.000 e guero faser ele em 40ves mais como eu faço isso .. faço toda economia .mais nao render ..

  18. william says:

    Primeiramente Parabens pelo OTIMO BLOG DE GRANDE AJUDA !!

    VENHO AQUI RELATAR QUE ESTOU EM UM MOMENTO DA VIDA QUE MINHA CONTA BANCARIA É DE R$ 1,09 …já estou quase 2 meses nessa fase ruim ….to devendo meio mundo,desempregado,nome sujo e pra ajudar não tenho nenhuma ajuda da familia.

    Lendo bastante seus blogs apartir de hoje decidi ENTRAR NO JOGO …..e vou aumentar minha pontuação.

    Me chamo William Romolo e em BREVE VOLTAREI AQUI COLOCANDO TODAS AS DICAS EM PRATICA…COM MUITA FÉ EM DEUS VOU MUDAR ESSA SITUAÇÃO.

    Hoje 26/04/11 volto a escrever aqui daqui uns 2 a 3 meses.

    Certas pessoas que conheci têm entusiasmo por 30 minutos; outras por 30 dias; mas é o homem que tem entusiasmo por 30 anos que faz de sua vida um sucesso.

  19. rafael says:

    estou com muitas dividas e não para de creser os juros não sei o que eu fazo

  20. admin says:

    Olá Rafael, tudo bem? Em primeiro lugar, é preciso ter um pouco de calma, não se deixar levar pelo desespero e fazer as contas. Muitas contas! Pois se você contratasse um planejador/consultor financeiro para ajudá-lo, com certeza essa é a primeira coisa que ele faria!

    Não dá para determinar qual a melhor solução sem saber exatamente:
    1. Quanto está entrando de dinheiro;
    2. Quanto está saindo de dinheiro;
    3. Quanto é a sua dívida;
    4. Quanto é o juro mensal de sua dívida;
    5. Quanto você pode pagar de sua dívida mensalmente;
    6. Quanto você pode economizar mensalmente para amortizar a dívida mais rapidamente.

    Percebeu que foram seis perguntas, todas começando com “quanto”? Pois é, determinar tais números é o que pode ajudá-lo a determinar qual o melhor plano para quitar suas dívidas, mas infelizmente a maior parte das pessoas ignora a importância de realizar tais cálculos e simplesmente ficam reclamando, dizendo que não há como livrar-se das dívidas.

    Faça essas contas, “ponha tudo no papel” e é bem provável que quando os dados estiverem ali, diante de seus olhos, você perceba como proceder para quitar suas dívidas. Agora, claro, não há como prometer solução mágica, isso tomará meses ou até anos para se resolver, a depender do tamanho do “rombo financeiro”!

  21. Rosilane says:

    Olha, todas as vezes que pessoas dão sugestões pra economia e sair do vermelho,vejo que são soluções boas.MAS AINDA não vi ninguém falar e dar dicas pra pessoas sair do vermelho sendo que não tem salário fixo.As despesas numa casa com 3 filhos dois adolescentes e um na faculdade, são fixas. Vermelho total ,usando limite do banco, prestaçoes de emprestimo e usando cartão de crédito.O que fazer?

  22. admin says:

    Olá Rosilane, tudo bem? Vou anotar aqui sua dúvida e providenciarei um artigo analisando a situação que expôs o quanto antes, ok?

  23. Margareth paula says:

    Boa noite gostei das dicas eu realmente estou no vermelho

  24. Margareth paula says:

    Gostei das dicas

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print