Como um estudante pode ganhar dinheiro de graça?

Eis a frase que acabo ler em meu Twitter: Como um estudante pode ganhar dinheiro de graça? Trata-se da pergunta de um estudante publicada na Internet (em inglês) e que chegou até mim graças a um tweet de jcalberto. A página onde está a pergunta em questão é esta aqui (link removido, a página não está mais disponível).

UPDATE: Este texto foi escrito originalmente em outubro de 2009 e ainda se encontra bastante útil e válido. Mesmo assim, estou revisando, expandindo e republicando o mesmo a fim de torná-lo melhor.

Imagem sobre como estudante pode ganhar dinheiro

Nós já comentamos sobre tantas formas de ganhar dinheiro na Internet que acredito que já respondemos ao menos parcialmente esta pergunta, mas achei a pergunta interessante e merecedora de uma resposta única, por se tratar de um caso em especial (um estudante que quer ganhar dinheiro) sob condições especiais (sem gastar dinheiro).

Em toda forma de ganhar dinheiro, é perceptível a importância de dois elementos: tempo (para desempenhar cada uma das tarefas) e dinheiro (para adquirir serviços e produtos necessários para o empreendimento ou delegar tarefas). Quanto menos você dispor de um deles, mais você precisará dispor do outro e como a nossa proposta é não gastar dinheiro, significa que nós precisaremos dispor de muito tempo (por sorte, trata-se de um empreendimento de um estudante 🙂 ) e uma boa estratégia para que tudo funcione.

Tempo, dinheiro e estratégia adequada. Esses três elementos podem significar o sucesso (quando bem empregados) ou o fracasso de qualquer empreendimento. Agora, nós precisamos saber quais os melhores tipos de empreendimentos que um estudante (principalmente aqueles que se encontram no ensino médio ou iniciando cursos universitários, situação da maioria dos jovens estudantes quando começam a buscar oportunidades de ganhar dinheiro) pode iniciar visando um bom retorno.

Bem, vamos agora apontar cada estratégia bem como as implicações de cada uma…

1. Escrever e vender artigos

Esta é uma estratégia bem simples e que remunera diretamente pelo tempo empregado, isto é, você recebe por cada artigo. A principal vantagem é que o retorno financeiro é rápido, já que você será pago de acordo com o volume de artigos produzidos. A maior desvantagem é o fato de que cada artigo será remunerado somente uma vez (exceto se você não o vender com exclusividade, algo complicado de acontecer, já que ninguém quer ter um artigo que é igual ao de muitas outras pessoas).

Outro problema pode ser estabelecer-se no mercado, criar a sua marca, principalmente se você não quer gastar nada, o que o forçará a usar algum serviço de hospedagem gratuito ou um hosted blog para criar um espaço próprio onde possa divulgar os seus trabalhos.

Se você está começando nessa área agora, aconselho que crie o seu espaço para divulgação (pode ser um blog ou um site), leia e aprenda muito sobre SEO (otimização para motores de busca, em uma tradução livre), escreva e publique lá alguns artigos sobre os diversos assuntos em que você deseja aceitar trabalho e busque fortalecer seus contatos (networking) com bloggers, webmasters e outras pessoas que possam necessitar de seus serviços.

UPDATE: Alguns websites em que você pode oferecer seus serviços são:

É possível escrever artigos e submetê-los em sites especializados em venda de artigos, o que o ajudaria na tarefa de conseguir compradores em potencial.

Outra medida interessante é escrever um guest post (isto é, um post como convidado, em uma tradução livre) para blogs com grande visibilidade, como forma de atrair possíveis clientes e divulgar suas atividades.

Em alguns casos, é permitida a publicação da identificação do autor original (como é o caso dos guest posts) e em outros não (assemelhando-se ao trabalho dos ghost writers).

Plano de ação:

  1. Abra contas em sistemas de pagamento online (PagSeguro e PayPal) e associe seus dados bancários a elas;
  2. Crie seu próprio blog ou website para oferecer seus serviços como escritor;
  3. Crie contas e procure oportunidades de trabalho em websites onde possa vender seus serviços como escritor (TextBroker, Fiverr, iWriter, iNeedArticles, UpWork, Freelancer etc.);
  4. Aprenda sobre SEO e especialize-se na produção de conteúdo para alguns nichos;
  5. Tente construir um bom relacionamento com blogs e websites naqueles nichos;
  6. Busque oportunidades para divulgar seu nome e seus serviços.

2. Escrever e publicar artigos em sites que oferecem comissões

Outra ideia que você pode utilizar e que muito se assemelha à anterior é escrever e publicar artigos em sites onde você pode ganhar comissões a partir dos anúncios ou produtos vendidos pelos sites. Dois são os sites mais citados com essa função Há um website bastante conhecido que pode ser usado com essa finalidade, caso domine inglês: HubPages. No passado, outro website bastante popular e com essa finalidade era o Squidoo, mas infelizmente o mesmo foi vendido e incorporado pela HubPages e todos os artigos em língua não-inglesa foram apagados – inclusive os meus. 🙁

No HubPages, você pode criar páginas (chamadas hubs ou hubpages) focadas em algum assunto (como ganhar dinheiro na Internet, por exemplo) e então explorar ao máximo aquele assunto naquela página. Você pode criar quantas páginas quiser e sua rentabilização será por meio de anúncios Google Adsense (você precisa ter uma conta Google Adsense vinculada à sua conta de usuário), Text Link Ads, vendas de produtos eBay e outros. A maior vantagem é quanto ao potencial de rentabilização, que segundo comentários de vários outros bloggers, é melhor do que no Squidoo. Por outro lado, o HubPages aceita somente páginas em língua inglesa e elas somente podem ser publicadas após sua finalização, podendo serem removidas do ar caso alguma regra seja violada.

O Squidoo segue o mesmo processo (lá, as páginas são chamadas lens ou squidoo lens), onde você determina sobre qual assunto quer falar e então cria uma página explorando ao máximo o assunto. Também pode criar quantas páginas quiser e a rentabilização acontece por vários tipos de anúncios e vendas de produtos. A principal diferença é que, apesar de ter um potencial de rentabilização menor, você pode criar sua lens em qualquer idioma (inclusive em língua portuguesa – eu tenho algumas em inglês e em português lá 🙂 ) e há mais tolerância nas regras. UPDATE: Como disse, o Squidoo deixou de existir, então esqueça-o. Mas você pode ler aqui sobre meu experimento frustrado em ganhar dinheiro no Squidoo.

O cadastro é gratuito e, claro, quanto mais páginas relevantes você tiver, maior a possibilidade de remuneração. Entretanto, devo avisar que não é tão fácil conseguir tráfego.

Infelizmente, se você consegue de R$ 5,00 a R$ 50,00 por um artigo quando o vende (o valor varia de acordo com o tipo de assunto – niccho – e a sua experiência), não espere conseguir ganhar o mesmo em um único artigo nos primeiros três meses ou mais – lembre-se que agora você não o está vendendo, o artigo continua sendo seu, e você está ganhando somente em cima dos anúncios.

Caso opte por essa estratégia, invista seu tempo a criar muito conteúdo (quantidade e qualidade das páginas), bem como em divulgar as mesmas (conseguir backlinks). Por experiência própria, considero a estratégia anterior e a próxima melhor do que esta, mas caso domine a língua inglesa e deseje experimentar, segue um passo-a-passo…

Plano de ação:

  1. Crie sua conta de usuário em HubPages;
  2. Aprenda sobre SEO e especialize-se na produção de conteúdo para alguns nichos;
  3. Escreva conteúdo de ótima qualidade e com apelo comercial;
  4. Busque oportunidades para divulgar suas hubs em outros lugares;
  5. Abra contas no PayPal quando tiver saldo suficiente para resgatar.

3. Criar o seu próprio website/blog

Ao criar um website ou blog próprio você está criando um espaço seu na Internet que, dependendo de como você administre, pode ser desastroso ou rentável (principalmente no médio e longo prazo).

Com blogs e sites, há várias formas de ganhar dinheiro. Você pode ganhar dinheiro escrevendo e publicando reviews pagos (artigos onde você fala sobre determinado assunto, produto ou empresa a fim de apresentar seus produtos e serviços), por meio de anúncios e publicidades (direta ou indiretamente), apresentando seus serviços etc.

A principal vantagem de criar um blog ou website em relação às anteriores é que você cria um espaço realmente seu – seu conteúdo não é mais de outrém ou exibido em um website de terceiros, mas em um lugar que é realmente seu!

A maior desvantagem, claro, é que você será responsável por tudo: escolha de domínio, hospedagem, configuração do sistema, upload de conteúdo, divulgação (muita divulgação!) etc. E por ser algo novo, leva mais tempo para começar a faturar dinheiro (o que significa que no início pode demorar mais para começar a ter ganhos significativos), mas você poderá conseguir, principalmente no longo prazo, melhores resultados!

Se você está interessado nessa abordagem, aconselho fortemente a leitura do nosso curso Como ganhar dinheiro na Internet, pois ele lhe dará uma base de conhecimentos muito boa para que saiba como progredir. Não vou incluir um plao de ação aqui, pois as formas de ganho são muito variadas, então é melhor ler o material do curso para saber mais sobre.

4. Já pensou em programas de afiliados?

Affiliate Marketing, marketing de afiliados ou simplesmente programa de afiliados é uma excelente oportunidade para ganhar dinheiro. Se você fizer alguma pesquisa em sites, blogs, fóruns e comunidades, perceberá que há muita gente a ganhar dinheiro (ou ao menos a tentar) com programas de afiliados.

Há diversos tipos de programas de afiliados e cada um apresenta estratégias específicas para que possa ganhar dinheiro. No caso de programas de afiliados de lojas virtuais como o eBay, Amazon, Afiliados.com.br (engloba Submarino, Americanas e outros) etc. há aqueles que criam sites ou plugins para sites que praticamente criam mini-lojas virtuais específicas em determinados tipos de produtos.

Já no caso de programas de afiliados como o Google Adsense, AdBrite (faleceu!), UOL Afiliados, Boo-Box e HotWords, geralmente o conteúdo publicado guia o tipo de propaganda que aparecerá ali, o que pode levar a uma maior preocupação quanto à formatação do conteúdo. Qual deles paga melhor? O ideal é você experimentar cada um – usei por muito tempo Google Adsense e HotWords em meus blogs e Adsense sempre pagou muito melhor.

Um último tipo é aquele promovido por marketplaces como ClickBank e Hotmart, nos quais você tem acesso a listas de produtos com vendas comissionadas e você pode, então, dirigir tráfego às páginas daqueles produtos e receber uma comissão (geralmente variando de 20% a 50% do valor do produto) quando a venda é realizada. Como as comissões aqui são mais altas do que nos casos anteriores, influenciadores (isto é, pessoas bastante reconhecidas em seu nicho) geralmente optam por esta forma ou mesmo pela criação e venda de seus próprios produtos ou serviços.

Enfim, cada programa de afiliados é bastante específico, o que exige, portanto, alguma preparação e tempo para que melhor construa uma estratégia com os recursos de que dispõe, adaptada ao tipo de programa selecionado.

Plano de ação:

  1. Escolha um nicho de seu interesse e com apelo comercial (você pode conferir nos vários programas de afiliados quais nichos e produtos são mais interessantes);
  2. Adquira um bom nome de domínio e hospedagem e construa seu próprio website naquele nicho;
  3. Inscreva-se em programas de afiliados que tenham produtos ou anúncios relevantes para o seu nicho (talvez uma boa combinação seja Google Adsense, Hotmart e Afiliados.com.br);
  4. Planeje, elabore e publique conteúdos relacionados a produtos daquele nicho – foco principalmente no título, para atrair a atenção do leitor;
  5. No caso de divulgação de produtos de lojas virtuais e programas como ClickBank e Hotmart, pesquise nos mesmos por bons produtos que se encaixem em seu nicho. Sempre que possível, experimente realmente o(s) produto(s) que deseja divulgar – eu, por exemplo, uso e recomendo o web app Stencil.

Bem, estas são estratégias que você pode adotar para ganhar dinheiro pela Internet, mas recebi alguns comentários perguntando como o estudante pode ganhar dinheiro na própria escola/universidade, sem precisar empreender online. Seguem abaixo, então, algumas maneiras disponíveis…

5. Atente-se a programas de bolsas

A depender da situação financeira de sua família, nível de conhecimentos que você possui e/ou interesse em participar de projetos de pesquisa/extensão, há diversos editais promovidos por universidades, institutos federais e órgãos de fomento à pesquisa em que você pode participar. De minha experiência como professor-pesquisador e ex-coordenador de curso, alguns dos tipos de editais que podem atraí-lo são:

  • Auxílio financeiro (moradia, transporte etc.) – leva em consideração sua renda familiar, oferecido somente a estudantes de baixa renda e não exige contrapartida além da frequência e aprovação nas disciplinas;
  • Monitoria / Partilhando saberes – leva em consideração seu conhecimento em certas disciplinas de seu curso, já que você estará monitorando uma turma ou acompanhando os estudos de um colega específico;
  • Projetos de pesquisa/extensão – leva em consideração seu interesse e desempenho escolar e em entrevistas junto ao professor coordenador da pesquisa, tendo duração de 10 a 12 meses e valor de bolsa varia de acordo com o tipo de edital e instituição pagadora;
  • Estágios – leva em consideração seu desempenho em entrevistas e seguem as novas regras de estágio (algumas instituições inclusive fixam uma duração máxima dos estágios).

Plano de ação:

  1. Informe-se junto à Coordenação de Assistência Estudantil de sua instituição sobre possíveis editais;
  2. Converse com professores de sua instituição que geralmente lançam projetos de pesquisa ou extensão;
  3. Acompanhe publicações em mural de sua instituição referentes a possíveis editais de monitoria ou de outros programas;
  4. Lembre-se que você precisa manter sempre um bom desempenho escolar e nas atividades em que participa.

6. Ofereça serviços de tutoria ou reforço escolar

Muitos alunos que estão tendo um desempenho fraco podem conseguir resultados muito melhores se conseguem suporte extra-classe. Infelizmente, nem sempre o professor (por limitações de tempo) pode oferecer esse suporte individualizado a todos, configurando-se aí uma excelente oportunidade para aqueles que são bons alunos e conseguem compartilhar seu conhecimento com outros.

Em universidades, por exemplo, é bem comum encontrar cartazes nos murais oferecendo reforço escolar em disciplinas de Cálculo, Física, Inglês, Francês, Programação etc. O mesmo pode servir para alunos de cursos técnicos ou de ensino fundamental/médio – o que você precisa é demonstrar competência no ensino do conteúdo, ter um ambiente adequado para a tutoria, um preço acessível e caprichar na divulgação!

Plano de ação:

  1. Defina em quais disciplinas você possui domínio suficiente para auxiliar outras pessoas;
  2. Elabore e fixe cartazes (podem ser impressões simples em folha A4 e preto-e-branco mesmo) para divulgar seus serviços;
  3. Se trabalhando com alunos de ensino fundamental ou médio, entregue panfletos aos mesmos ou tente conversar com os pais dos mesmos na saída da escola;
  4. Tenha um ambiente para estudos com os seus alunos bem organizado e agradável.

7. Revise trabalhos escolares

A dificuldade de um é a oportunidade de outro, não é mesmo? Pois bem, muitos alunos possuem dificuldades em realizar uma boa revisão de seu trabalho escolar. Alguns problemas comuns são: erros ortográficos, de pontuação ou gramaticais; problemas de coesão ou coerência; abordagem de conteúdo superficial demais; dificuldades em digitação do trabalho; redação do texto fora do padrão da ABNT.

Viu aí uma oportunidade? E das grandes, pois esse tipo de serviço é interessante para um vasto público, desde alunos de ensino fundamental a estudantes de pós-graduação! Entretanto, vale lembrar que você pode ajudar na correção de diversos problemas do documento e até mesmo orientar quanto a melhorias no mesmo, mas não é ético fazer o trabalho por outra pessoa!

Plano de ação:

  1. Pegue alguns de seus melhores trabalhos já feitos (não para terceiros, seus próprios trabalhos escolares!), revise-os e publique-os em PDF em um blog ou website seu (servirá para mostrar a qualidade de seu trabalho);
  2. Mais uma vez, elabore e fixe cartazes (podem ser impressões simples em folha A4 e preto-e-branco mesmo) para divulgar seus serviços;
  3. Se trabalhando com alunos de ensino fundamental ou médio, entregue panfletos aos mesmos ou tente conversar com os pais dos mesmos na saída da escola;
  4. Tenha um ambiente para estudos com os seus alunos bem organizado e agradável.

8. E por que não uma combinação de estratégias?

Em minha opinião, você não deveria ficar preso a uma única estratégia de ganhar dinheiro, até porque a combinação de várias estratégias pode trazer-lhe vantagens. Você pode usar seus artigos publicados no HubPages para conseguir mais backlinks para o seu blog/website, bem como usar este para divulgar seu trabalho como escritor freelancer, sem esquecer de empregar da melhor forma possível os vários programas de afiliados e ainda assim buscar oportunidades de estágio, bolsas de pesquisa etc. Lembre-se que muitas dessas oportunidades podem apresentar grande variação de demanda ao longo do tempo, então estar “antenado” com mais de uma estratégia ajuda a ter sempre “um servicinho aqui e ali”.

Faça uma “estratégia combinada”, definindo como cada coisa vai ajudá-lo a ganhar dinheiro ou trazer tráfego/clientes para as demais. Se desenvolvida de forma adequada, a combinação de estratégias pode maximizar seu potencial de ganhos sem que lhe traga muito mais trabalho.

Em contrapartida, uma estratégia combinada pode levá-lo a desperdiçar esforços com coisas que não são rentáveis ou úteis para o objetivo como um todo, roubando-lhe tempo precioso que poderia empregar nas demais coisas. Como sempre, não há “a melhor solução”. Você deve pesar todos os prós e contras e escolher a melhor solução para você ganhar dinheiro.

E então, já decidiu como você vai ganhar dinheiro? Possui outras sugestões? Comente conosco!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

3 comments

  1. grandes emocoes says:

    Prabéns pelo artigo é claro e vai ser muito útil para novatos como eu.

  2. elias morais says:

    preciso de ajuda.obrigado

  3. Newton says:

    Ótimo artigo! Parabéns!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print