Como vou ganhar dinheiro em 2013

Olá a todos, amigos do Clube do Dinheiro e espero que estejam tendo um ótimo feriado de Natal (ah, é mesmo, e feliz Natal a todos!). Peço desculpas pelo meu atraso em escrever aqui, mas agora espero conversar sobre algo que muitos aqui devem estar interessados em saber: como vou ganhar dinheiro em 2013.

Já publiquei um artigo aqui, Eu, você e o Clube do Dinheiro em 2013, sobre algumas novas ideias que estou tendo a fim de melhorar a rentabilidade de meus negócios e ainda oferecer mais conteúdo e apoio útil a todos aqueles que querem ganhar dinheiro.

E não é novidade nossos artigos que falam sobre como se pode ganhar dinheiro, realizando previsões para o ano seguinte. Em fins de 2011, por exemplo, escrevemos o artigo Como ganhar dinheiro em 2012?. Bem, acho que agora está na hora de atualizar as informações já apresentadas e apontar o que pretendo fazer em 2013 – e com um pouco de sorte e inteligência, você poderá fazer isso também.

Antes de mais nada, aconselho que leia os dois artigos que apresentei anteriormente, pois complementam o que falarei agora…

Foco na qualidade do produto

Toda forma de ganhar dinheiro é, necessariamente, uma forma de oferecer um produto ou serviço e ganhar dinheiro por meio dele (estamos, então, excluindo “de cara” aquelas ideias de “seja pago para” clicar, navegar, respirar, etc.). No meu caso, lido principalmente com conteúdo informativo gratuito, mas percebo que está na hora de expandirmos para algo mais sólido ainda e lançar um primeiro produto do Clube do Dinheiro, nosso diferencial, obviamente, será a qualidade do mesmo.

Por ter experiência em educação (já trabalhei oito meses como professor de ensino fundamental, dois cursos de 40 horas cada como monitor e dois anos como professor de ensino superior, além de ter um curso online que, por hora, está em “stand by”), computação (graduado em Ciência de Computação e agora cursando mestrado em Computação) e em negócios (foco em blogs desde 2008 e cursando especialização em Gestão de Negócios), pretendo unir tudo isso e apresentar algo realmente diferente, um produto que realmente possua qualidade!

Um produto que tenha qualidade de verdade sempre se sobressairá em relação à concorrência: minha concorrência oferece bons e-books ou bons vídeos. Eu espero oferecer algo muito melhor que esses dois. 😉 Entretanto, concordo que nem sempre é fácil perceber “de cara” como ter qualidade real no produto, mas para que se chegue a isso, você precisará estudar, planejar e arriscar-se. Eu estarei me arriscando: é provável que eu gaste meses desenvolvendo e, ao lançar, seja um completo fracasso. 🙁 Quem sabe? O risco está sempre lá!

Foco na qualidade do processo

Além de focar na qualidade do produto ou serviço que você oferece, também é importante desenvolver um processo de qualidade. Tomemos como exemplo algo que conheço bastante: blogging.

Criar e manter blogs realmente rentáveis pode ser um desafio e tanto, principalmente nos dias de hoje, em que certas regras bastante “batidas” já não funcionam mais: se você pensa em comprar um bom nome de domínio, escrever cinco ou seis artigos e pagar USD 10,00 para alguém criar links para eles e só com isso você ganhará dinheiro, é melhor esquecer tudo isso!

Sendo assim, é importante focar em cada processo importante em seu negócio, em blogging, por exemplo, uma parte realmente vital é a criação de conteúdo de qualidade. É importante ressaltar essa última palavra, pois criar qualquer tipo de conteúdo, principalmente aquele automatizado, não vai lhe trazer dinheiro (exceto se você tiver uma máquina do tempo e puder voltar uns oito anos no tempo, aí você será o próximo milionário!).

Criar conteúdo demanda muito custo (caso você compre conteúdo de terceiros), tempo e esforço (caso você mesmo escreva seu conteúdo). E se você deseja ter um processo de qualidade, siga os seguintes passos:

  • Execute o processo você mesmo. Isto é, se estamos falando de escrever conteúdo, faça tudo, do início ao fim, sozinho, tal que você conheça todos os passos necessários;
  • “Desenhe” o processo. É o que chamamos de modelar o processo. Trata-se de especificar de forma visual como tudo precisa ser feito. No caso da criação do conteúdo, podem-se apresentar como se seleciona um título, construção do texto, regras de SEO onpage, etc. Esteja pronto para redesenhar o processo várias vezes, pois quanto mais você for amadurecendo seu negócio, mais claro ficará para você como o processo deveria ser;
  • Procure ferramentas que automatizem parte do processo. Eu, por exemplo, na criação de conteúdo para alguns de meus blogs (e até para o marketing dos mesmos!) estou utilizando uma ferramenta de autoblog! Uma ferramenta de autoblog é aquela que visa a “geração” e publicação de conteúdo para um blog de forma automática, entretanto meu foco não está na geração automática – na verdade, eu escrevo ou reescrevo todo o conteúdo eu mesmo. Uso tal ferramenta como forma de conseguir novas ideias para escrever textos bem como gerar textos para a parte de marketing. Repito: não estou a utilizar conteúdo gerado automaticamente, pois como já comentei aqui, geralmente tal conteúdo não é muito bem visto pelos motores de busca, por serem incompreensíveis, de baixa qualidade ou “scraped” de outro conteúdo já presente na internet!

Vou ressaltar aqui o terceiro ponto, em que utilizo-me de uma ferramenta para autoblog com uma finalidade diferente daquela que o desenvolvedor esperava (e que tem me servido muito!). Na verdade, ela não foi a primeira ferramenta que adquiri para tal fim. Primeiro, desenvolvi umas duas ferramentas para ajudar-me na criação do conteúdo, mais tarde adquiri uma outra bem barata – porém que não usei até hoje. Por fim, encontrei outra ferramenta mais cara, porém bem mais completa, conversei com o vendedor e ele, muito prestativo, ofereceu-me um desconto, o que tornou aquela oferta irrecusável. Comprei, usei e gostei. Na verdade, nem sei se vou usar a outra ferramenta que comprei antes, pois esta já faz tantas coisas (ficou curioso para saber qual é? Não se preocupe, em 2013 eu te conto 🙂 )!

Foco na qualidade de seu marketing

Outro ponto em que pretendo focar ao longo de 2013 a fim de melhorar ainda mais meu retorno financeiro é no marketing de meus blogs. Só em 2012, eu escrevi 1.380 artigos (até agora!), a grande maioria para meus blogs principais. No total, acredito que ficamos em torno de 2.000 a 2.300 artigos produzidos (esqueci de contabilizar isso, mas depois eu digo aqui quantos foram realmente, ok?), porém o retorno financeiro não foi homogêneo. Isto é, alguns artigos ganharam bastante, mas a grande maioria dos artigos não trazem retorno algum! Parte do “fracasso”, claro, depende a aspectos como a escolha das palavras-chave, título, descrição, etc. mas parte também depende de falhas no marketing de cada um deles: quando o assunto é ganhar dinheiro na Internet, não se trata de realizar um bom marketing somente para o domínio ou página inicial, e sim realizar um bom marketing para cada um dos artigos – algo que pode ser muito custoso e demorado.

E é aqui onde entra meu maior desafio no momento: há ferramentas que prometem realizar um “bom marketing” automaticamente para cada página a um preço muito baixo. Essas ferramentas, hoje, podem criar-lhe algum problema com os motores de busca, então prefiro ficar olhando-as de longe, afinal de contas não quero “queimar meu filme”.

Realizar tudo manualmente, sem ferramenta alguma, é suicídio: só no blog Nutrição em Foco já são 631 artigos publicados (e outros 22 já estão agendados, até fins de janeiro de 2013 🙂 ), imagina então o trabalho que seria desenvolver todo o marketing para cada um deles? Sem contar que prevemos, para 2013, uma produção mínima de outros 170 artigos (como disse, último mês do ano é tempo de planejar tudo para o ano seguinte!). E agora, como ficamos?

É por isso que revendo todo o processo de marketing e inserindo ferramentas que possam ajudar a automatizar uma parte do processo, mas não todo. Usando a ferramenta de autoblog que comentei anteriormente posso saber, por exemplo, para quais artigos de um dado blog já escrevi um artigo para marketing no diretório Artigonal (sim, ainda usamos article marketing em nossa estratégia!). Tenho outra ferramenta que desenvolvi para facilitar na divulgação em microblogs e outros free blogs.

Enfim, “se conteúdo é o rei, estratégia de marketing é a rainha”. Não adianta só publicar seu conteúdo e achar que já é suficiente. Alguns de nossos artigos que mais faturaram em 2012 foram escritos em 2010, porém tiveram uma boa estratégia de marketing (boa, porém muito custosa, já que na época fazíamos tudo manualmente e com muito pouco controle!).

Então, se você quer ganhar dinheiro em 2013, já sabe que as palavras de ordem são duas:

Foco e qualidade

Não adianta automatizar o processo e o resultado final ser um lixo – se você produz lixo, espere ganhar lixo. Mantenha o foco na qualidade em suas diversas formas e com certeza você vai ganhar muito dinheiro no próximo ano.

Bem, eu já falei como vou ganhar dinheiro em 2013, mas você, amigo leitor, ainda não me falou como vai ganhar. E então, diz aí, como você espera ganhar dinheiro no próximo ano?

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

One comment

  1. Newton says:

    Olá Christiano, como sempre mais um ótimo texto. Realmente o ramo de blog esta cada vez mais competitivo e profissional exigindo não só mais dedicação mais também muito estudo e pesquisa. Feliz Natal a todos!
    Newton

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print