Confecção de roupas de nicho

Hoje vamos falar de um ramo que tem feito muito sucesso em nosso país! A confecção de roupas de nicho!

Este ramo tem mostrado a cada dia que pode crescer muito mais em nosso país, conforme o tempo passa mais e mais pessoas buscam por determinadas roupas que em uma loja onde se vende para todos os gostos não encontra. Foi pensando nisso que uma designer portuguesa resolveu analisar a própria silhueta, colocou no papel a dificuldade de encontrar roupas que se adequassem a ela e fundou a sua própria fábrica de lingeries de tamanho grande. “Sou cheinha e nunca encontro peças que gosto”, afirma a portuguesa.

E a empresa tem feito sucesso no ramo, hoje ela produz 150 modelos de baby dolls, lingeries, sutiãs, camisolas e maiôs, tudo de tamanho que varia de 42 a 60. Ano passado a empresa teve faturamento de 200 mil reais e as expectativas de crescimento da empresa são bem grandes, afirma a dona da empresa, que hoje produz para diversas cidades do país, além de sustentar suas próprias lojas.

Para a empresária, o seu ramo é feito com artes artesanais e não de produção industrial, pois ela diz que as mulheres mais curvilíneas tendem a ter tamanhos diferentes, em cima e na parte de baixo. A empresa preza a personalização das peças que produz, para a portuguesa o ramo está ótimo e o diferencial das peças agrada muito os clientes, que sempre levam algo mais e encomendam mais peças à empresa.

E se você se interessou por esta empreitada, aqui estão alguns dados que podem lhe interessar:

  • Investimento de R$ 100.000,00;
    • Equipamento e instalações – R$ 80.000,00;
      • Aluguel do espaço;
      • Galoneira, elastiqueira;
      • Overloque, 2 máquinas de costura reta e máquina de duas agulhas;
      • Móveis de escritório;
      • Computador com Internet;
    • Capital de giro – R$ 20.000,00;
  • Faturamento médio mensal – R$ 20.000;
  • Funcionários – 3;
    • 1 dono;
    • 1 costureira;
    • 1 atendente;
  • Prazo de retorno – 36 meses.

Para quem deseja abrir uma produção de roupas desse tipo, pode procurar terceirizar a produção e dessa forma diminuir o investimento inicial da empresa. Já no caso de modelos exclusivos, de alto valor e com poucas peças é melhor ter o próprio maquinário afim de cortar gastos, além de estudar bem as necessidades do público alvo da empresa, de quem vai usar as roupas produzidas pela empresa, pois isso garantirá o sucesso da marca e a aceitação dos clientes.

Outro ponto importante no ramo é a boa administração que o empreendimento deve ter, no início muitas empresas não têm acesso ao crédito para ampliar suas estruturas, portanto é necessário economizar em alguns pontos sem deixar a qualidade da produção de lado; os iniciantes precisam prestar bastante atenção na organização e administração da empresa.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print