Contabilidade financeira em um negócio

Sim, o assunto a ser discutido hoje é contabilidade financeira em um negócio e a sua importância. Antes é preciso entender que em um negócio existe a contabilidade gerencial e a financeira. Vamos então entender a diferença entre ambas e estudar a contabilidade financeira de seu negócio (quem sabe em outro momento falamos da contabilidade gerencial).

Entendendo o que é contabilidade gerencial e contabilidade financeira

A contabilidade financeira divulga diversas informações financeiras aos usuários externos, como os acionistas, Governo, investidores, bancos, etc. Assim já dá para perceber a sua importância, pois sem a divulgação correta dessas informações não haverá investidores e o Governo pode interferir. Suas principais responsabilidades são a elaboração de demonstrativos, custo de mercadorias vendidas, balanço patrimonial, demonstração de resultados, entre tantas outras.

Já a contabilidade gerencial presta informações dentro da organização, como custo de produção, análise de processos, ou qualquer outra informação financeira de uso interno.

É importante ressaltar que as duas partes da contabilidade são importantes, mas vamos focar hoje na contabilidade financeira e ver como você pode ganhar ainda mais dinheiro através de demonstrações financeiras corretas.

Como utilizar a contabilidade financeira em seu negócio

As vantagens e a importância da utilização das ferramentas de contabilidade financeira em seu negócio são muito amplas. Assim, vamos ver algumas dessas ferramentas que podem te ajudar no dia a dia da empresa a controlar melhor o seu dinheiro para ter ainda mais lucro. (Vou tentar explicar de forma simples para não confundir muito)

  • Fluxo de caixa

Já falamos um pouco sobre o fluxo de caixa em Fluxo de caixa em pequenos negócios, mas como é uma ferramenta muito importância na área financeira de uma empresa, vale a pena relembrar como se faz.

É importante frisar que o fluxo de caixa mostra as origens e aplicações de caixa, que é a base para a avaliação financeira de uma empresa. Assim, o empreendedor obtém respostas como: “De onde vem o dinheiro?” ou “Onde o dinheiro foi aplicado?”.

O método simples de fluxo de caixa de uma empresa funciona como aquele controle financeiro pessoal que qualquer pessoa física realiza para controlar suas finanças. De uma forma geral a demonstração do fluxo de caixa seria:

Vendas recebidas

(-) Contas a pagar

(+) Saldo inicial do caixa

(=) Saldo final do caixa

  • Balanço patrimonial

O balanço patrimonial representa todos os bens e direitos de uma empresa (ativo) e também suas obrigações (passivo). A diferença entre o ATIVO e o PASSIVO de uma empresa resulta em seu patrimônio líquido.

A partir de então já podemos ver a importância de ter a representação de seu patrimônio líquido, pois ele significa exatamente DINHEIRO. Em palavras mais formais, o patrimônio líquido é o capital investido pelos proprietários, investidores, acionistas, etc.

Assim, de forma muito simples, podemos dizer que:

Ativo – Passivo = Patrimônio Líquido

Onde:

*Ativo: aplicações diversas, bens e direitos que podem gerar benefícios econômicos futuros à organização.

*Passivo: obrigações que a empresa possui com terceiros (como fornecedores, por exemplo), que precisará utilizar o ativo para liquidar as pendências.

*Patrimônio líquido: todos os recursos da organização resultantes da diferença entre o ativo e o passivo da empresa.

  • Demonstração do Resultado do Exercício (DRE)

Todos querem saber como são os resultados da empresa, então nada melhor do que utilizar uma ferramenta da contabilidade financeira para demonstrar os resultados do exercício através dos aumentos e reduções ocorridos no patrimônio líquido da organização.

Assim, o DRE representa de forma detalhada o aumento do ativo (novas receitas, como duplicatas a receber, por exemplo) ou aumento do passivo (diminuição do ativo) através das despesas (compras, pagamento de duplicatas, etc.). Chega-se então a conclusão de que a Demonstração do Resultado é o resumo de todas as movimentações de entradas e saídas em um determinado período de tempo, sendo apenas a representação de um fluxo econômico e não de dinheiro (ela pode não envolver dinheiro, mas afeta indiretamente o patrimônio liquido, como depreciação, por exemplo).

A fórmula geral para a elaboração do DRE de uma empresa, de acordo com a Lei nº 6.404/46, deve ser:

Receita Bruta de Vendas e Serviços

(-) Devoluções

(-) Abatimentos

(-) Impostos

(=) Receita Líquida das Vendas e Serviços

(-) Custo das Mercadorias e Serviços Vendidos

(=) Lucro Bruto

(-) Despesas com Vendas

(-) Despesas Financeiras (deduzidas das Receitas Financeiras)

(-) Despesas Gerais e Administrativas

(-) Outras Despesas Operacionais

(+) Outras Receitas Operacionais

(=) Lucro ou Prejuízo Operacional

(+) Receitas não Operacionais

(-) Despesas não Operacionais

(+) Saldo da Correção Monetária

(=) Resultado do Exercício antes do Imposto de Renda

(-) Provisão para o Imposto de Renda

(-) Participações de Debêntures

(-) Participação dos Empregados

(-) Participação dos Administradores e Partes Beneficiárias

(-) Contribuições p/ Instituições, Fundo de Assist. ou Previdência de Empregados

(=) Lucro ou Prejuízo Líquido do Exercício

(=) Lucro ou Prejuízo por Ação

Se você está pensando que isto é pouco e que há muito mais de contabilidade financeira em um negócio, você está certo! Na verdade o objetivo deste artigo é oferecer noções básicas (de forma totalmente simples e sem linguagens técnicas) de contabilidade financeira para quem ainda não sabe da importância dela em um negocio ou até sabe, porém não sabe como usar. (Vale a pena ler os cursos Educação Financeira e Finanças Pessoais)

Mas para quem ainda não possui afinidade com este lado financeiro, já tem aqui uma grande bagagem para cuidar melhor da sua empresa através das ferramentas de contabilidade financeira, aplicando-as de forma correta em seu negócio para ganhar ainda mais dinheiro.

Quem já utiliza estas e outras ferramentas em sua empresa e quiser compartilhar suas experiências e quais as outras técnicas utilizadas para melhorar o seu negócio próprio, divida conosco como a contabilidade financeira em um negócio possui uma força poderosa!

Por Jeniffer Elaina

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print