Desistir? Nunca! – Eis a chave do sucesso!

O artigo de hoje pode parecer até clichê ou um pouco estranho de se ver, mas escolhi propositalmente do título Desistir? Nunca! – Eis a chave do sucesso!, pois estou passando por uma fase pessoal e profissional que me mostrou que além de clichê esta expressão vale muito.

Os leitores mais assíduos do Clube do Dinheiro devem estar sentindo minha falta. Os que não são tão assíduos ou não repararam, eu costumava escrever frequentemente aqui no blog, mas ultimamente estive ausente por motivos de saúde. Mas o que isto tem a ver com você ou com o título do artigo?

Calma que não vim aqui para desabafar e contar meus problemas, mas vim falar um pouco desta experiência que estou passando para compartilhar este grande ensinamento que tudo tem a ver com o título do artigo: Desistir? Nunca! – Eis a chave do sucesso!

Voltando um pouco no tempo…

Para poder passar o que aprendi neste tempo (e ainda estou aprendendo dia a dia) terei que explicar brevemente o que aconteceu.

Há 3 meses comecei a ter uma forte dor de cabeça que não passa com nenhum analgésico comum. Desde então, estou realizando exames e tentando vários medicamentos, mas até agora parece tudo ser em vão: não se acha a causa e muito menos a cura.

E hoje ainda estou aqui escrevendo com esta mesma dor de cabeça que parece já fazer parte de mim (não me lembro nem ao menos como é a sensação de não ter dor de cabeça mais…). Mas como tudo traz experiências boas e ruins, resolvi fazer desta uma boa experiência de vida e compartilhar com vocês o que pude aprender com esta fase. Vamos lá…

Desistir? Nunca! – Eis a chave do sucesso na vida profissional

 

Faz um ano que resolvi sair da vida cômoda de carteira registrada e emprego fixo para abrir minha microempresa (MEI) e me tornar freelancer. Como já trabalhava como redatora e revisora freelancer nas horas vagas, decidi me dedicar a isso em período integral. Pedi as contas do meu antigo serviço (onde não estava realizada) e montei meu home-office.

Na época, tive dúvidas se ia mesmo dar certo, visto que um freelancer por vezes tem trabalho e por outras não tem, mas graças a Deus tudo funcionou melhor do que esperava e pude conquistar muitos clientes fixos para diversos trabalhos.

E tudo estava indo bem até que começou esta dor de cabeça. O que fazer se meu serviço depende diretamente do meu bom raciocínio? Como poderia continuar escrevendo textos de qualidade e revisando outros para que pudessem ter qualidade se a cabeça não funcionava mais direito?

Foi então que decidi fazer uma pausa e avisei meus clientes. A maioria foi muito compreensiva e se pudesse citar o nome de todos aqui faria, pois foram extremamente profissionais entendendo o meu problema e me dando a oportunidade de recuperação (inclusive o Christiano). Mas ainda teve alguns que não puderam compreender e não são mais meus clientes (sinceramente, destes eu não sinto raiva nem mesmo tristeza por ter perdido o serviço, pois se não foram capazes de compreender é porque não havia a relação de parceria necessária para trabalhos freelancers).

Mas foi assim, com a compreensão dos meus clientes parceiros que valorizam o meu trabalho e podem entender que passamos por obstáculos, que hoje estou fazendo o máximo para retomar o meu trabalho em período integral mesmo sem estar livre desta dor de cabeça.

A expressão Desistir? Nunca! fez parte desta decisão e por isso está no título. E ela está relacionada tanto ao meu empenho em continuar trabalhando com esta dor como também ao fato dos meus clientes não terem desistido dos meus serviços, dando a chance de eu continuar fazendo o que gosto.

Hoje, como vi que esta dor não tem previsão de passar, percebi que não posso deixar que ela seja maior do que minha vontade de vencer e de ter sucesso tanto na vida profissional como na vida pessoal (já que também atrapalhou bastante meus momentos de lazer).

E é esta lição que queria deixar para todos hoje: que haverão obstáculos que muitas vezes durarão meses e atrapalharão o seu trabalho ou seus projetos e metas, mas somente a sua vontade de vencer e jamais pensar em desistir é que será capaz de alcançar o sucesso.

E você, já teve uma fase onde pensou em desistir, mas continuou firme acreditando que perseverar é a chave para o sucesso?

Lembrem-se sempre: Desistir? Nunca! – Eis a chave do sucesso!

Por Jeniffer Elaina

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

3 comments

  1. Osmir Camargo says:

    Olá Jeniffer …
    Apesar de estarmos sempre nos falando via e-mail, não pude deixar de deixar aqui meu comentário e continuar a te dar apoio nessa fase difícil da sua vida. Quero deixar meu depoimento do quanto você é profissional e dedicada ao seu trabalho, nossa parceria continua (espero o quanto for preciso) e tenho certeza de que ainda dará muitos frutos. Desejo a você muito boa sorte, uma rápida e definitiva recuperação e continue contando comigo.
    Abraço.
    Osmir.

  2. admin says:

    Olá, Jeniffer, tudo bem?

    Poxa vida, fico muito triste em saber que sua dor de cabeça ainda não passou. 🙁 Lembro-me que em minha fase mais estressante (quando eu atendia dois clientes de outros países em projetos grandes, trabalhava como professor temporário na universidade e ainda escrevia para meus blogs!) comecei a desenvolver problemas quanto a articulações, com algumas dores na coluna (mas isso porque, naquela época, eu realmente exagerava, chegando ao ponto de pegar no sono duas vezes por semana na cadeira de trabalho!). Demoraram bastante para passar (sim, coisa de muitos meses) tanto que quando finalmente passaram em nem mais lembrava que tinha essas dores! 😀

    De vez em quando elas voltam, lembrando-me para tomar cuidado com a minha postura sentado, cuidado para não exagerar no tempo trabalhando ou estudando, etc. Mas continuei, sim, com todas as minhas tarefas!

    Se 100 tentativas falharem, isso ainda não é derrota, você somente está tentando vencer. No momento em que você desiste é que você perde!

    Jeniffer, sucesso em sua recuperação. Espero realmente que encontre a razão e que se livre disso logo. Um abraço e seja bem-vinda de volta!

  3. Reginaldo de Souza says:

    Olá

    Este artigo é para todos que nas primeiras adversidades pensam em desistir.

    Parabéns!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print