Douglas pergunta, o Clube do Dinheiro responde!

Olá a todos os amigos e leitores do Clube do Dinheiro! Estamos de volta com mais um artigo e, desta vez, uma abordagem mais inusitada: um artigo respondendo só às dúvidas de nosso amigo Douglas (DJS), que já perguntara várias coisas e, até o dado momento, estava sem resposta! 🙂

Se essa moda pegar, já estou vendo um monte de usuários querendo “um artigo com seu nome”… Não se acostumem não, hein? 😉

Bem, mas vamos lá, sem demora!

Ué, mas qual o endereço do forum do Clube do Dinheiro?

Aqui está o endereço para o fórum:

Fórum do Clube do Dinheiro

Estive tão ocupado desde o dia em que criei o fórum que não verifiquei as permissões no mesmo, de tal forma que ninguém podia escrever nada lá! Bem, agora o fórum está com as permissões corrigidas e espero que todos possam participar do mesmo, começando por dar um “pulinho” no Sejam bem vindos ao fórum do Clube do Dinheiro!

Estarei verificando o fórum, bem como respondendo por lá, todos os dias no início de minha rotina (às vezes pela madrugada, às vezes pela manhã 🙂 ).

O curso de finanças pessoais está incompleto!

Sim, passamos um bocado de tempo sem alguém para continuá-lo (Thaís estava encarregada, mas repentinamente ela interrompeu suas atividades conosco, sem aviso prévio 🙁 ), mas agora temos Denilson, nosso grande escritor sobre finanças pessoais, a continuar o curso!

Aos que não o conhecem (todo mundo, o imbecil aqui não apresentou o mesmo formalmente! XD ), Denilson possui um blog sobre finanças pessoais ( Finanças Online ) onde explica diversos conceitos – inclusive sobre investimentos – e interessou-se por participar conosco escrevendo artigos sobre finanças pessoais e nós, então, percebemos que ele poderia dar continuidade ao curso.

Qualquer atraso nas publicações de artigos do curso são de minha responsabilidade agora, ok? Denilson está escrevendo bem os artigos, sou eu quem demora um pouco a publicá-los. 🙂

O blog Trabalhar Em Casa Hoje é seu também?

Sim, é sim! 🙂 E está me dando um bom trabalho para encontrar bons artigos a publicar lá sem que fiquemos a somente repetir o que já falamos aqui no Clube do Dinheiro (além disso, eu estou sempre selecionando os títulos de artigos para um monte de blogs, sobre os mais diversos temas).

Eu possuo alguns outros blogs sobre negócios que podem ser desenvolvidos em casa e o Trabalhar Em Casa Hoje é um deles.  Ele não tem recebido muita atenção minha ultimamente, devido à correria que está tudo por aqui, mas acredito que a partir de junho as coisas devem estar melhores e eu poderei tratá-lo como ele realmente merece: uma fonte fidedigna sobre oportunidades de trabalho que as pessoas podem desenvolver em suas próprias casas!

Ah, e agradeço o elogio. 🙂

O Podcast (Independência Financeira, aqui vamos nós!) é interrompido aos 19 minutos

Hmmm… Verifiquei agora e aparentemente está tudo ok, o Podcast foi executado por completo sem maiores problemas. É provável que no momento em que você acessou o servidor estava um pouco sobrecarregado e não conseguiu atender à demanda por streaming até o fim, não sei…

A partir de que valores é interessante investir em outros investimentos diferentes da caderneta de poupança?

Douglas, essa pergunta sempre exige uma calculadora ou planilha do Excel (eu prefiro usar este em meus cálculos!) para que possamos responder da melhor forma possível!

Para simplificar, vamos comparar somente caderneta de poupança e CDB DI, ok?

Se a taxa SELIC estiver muito baixa, caderneta de poupança é um melhor investimento. A taxa SELIC afeta ambas as aplicações, mas um valor baixo dela afeta muito mais o CDB DI do que a caderneta de poupança. Desta forma, para compensar mudar para CDB DI, teria que ser um valor muito alto, a ser mantido por um bom tempo e com o maior percentual do CDI possível (e por isso um valor muito alto, pois quanto maior o valor investido, maior o percentual que se consegue). Ano passado, quando esse cenário ocorreu, especialistas diziam que só valia a pena mudar para CDB DI para valores acima de R$ 70.000,00 e conseguindo pelo menos 94% do CDI.

Agora, panorama inverso: a taxa SELIC estando muito alta. Agora, como a taxa SELIC possui maior impacto no CDB DI do que na poupança, o esperado é que mesmo com valores menores aplicados no CDB DI possamos ter uma rentabilidade melhor. Neste caso, já houve quem incentivasse a aplicação em CDB DI mesmo para valores de R$ 30.000,00 a R$ 40.000,00. Viu só como tudo pode mudar?

Agora, façamos de conta que podemos “controlar” tudo e levemos em consideração somente o atual panorama econômico, ok? Neste caso, poderíamos dizer o seguinte:

  • Caderneta de poupança – atualmente, há meses em que a caderneta de poupança não consegue superar a inflação, algo simplesmente terrível. Entretanto, em minha opinião, é muito mais interessante poupar, mesmo com uma pequena desvalorização, do que gastar em algo e mais tarde não ter aquele dinheiro num momento em que necessite. Sendo assim, o melhor é começar uma caderneta de poupança ainda hoje!
  • Títulos públicos – infelizmente, até hoje não tenho adquirido títulos públicos e pouco tenho estudado sobre os mesmos. Entretanto, vejo alguns especialistas e autores de blogs sobre investimentos aconselhando a aplicação em títulos públicos mesmo para valores baixos, como R$ 5.000,00 ou R$ 10.000,00, desde que seja uma aplicação a médio prazo pelo menos (no mínimo dois anos). Como disse, pouco estudei a respeito de títulos públicos, então é muito difícil dar um “parecer exato”;
  • Certificado de Depósito Bancário – A modalidade mais praticada aqui é o CDB DI, que é indexado segundo o CDI – e este, por sua vez, sofre forte influência da taxa básica de juros. Então, se o COPOM eleva essa taxa, os rendimentos em CDB DI elevam seus rendimentos, e o contrário também ocorre. Geralmente, é recomendado o investimento em CDB DI para valores de R$ 30.000,00 (melhor ainda se a partir de R$ 50.000,00, pois geralmente consegue-se um percentual ainda melhor do CDI), mas isso só vale a pena se você mantiver uma reserva em caderneta de poupança de tal forma que não necessite usar daquele dinheiro durante o período de um ano ou dois (com dois anos, a tributação sobre a sua aplicação será de somente 15%);
  • Ações – aqui a figura já muda completamente! Nos anteriores, falamos de investimentos em renda fixa, aqui já estamos falando de renda variável – e põe variável nisso! Para fazer bons negócios aqui, o importante é conhecer bem o mercado em que deseja comprar ações (por exemplo, companhias petrolíferas ou siderúrgicas) e aproveitar um momento em que os preços das ações estejam absurdamente baixos, comprá-las e esperar até que o preço retorne ao normal. Claro, para que isso funcione, você precisa ter o máximo de certeza possível de que o preço irá retornar, que tudo o que ocorreu fora somente uma flutuação devido a um movimento desesperado de compra e venda dos acionistas. Se a empresa em si não possui uma economia forte e suas ações “estão indo para o buraco”, então é melhor não apostar nela, pois seu dinheiro irá para lá também! Quando você compra e vende ações, os custos envolvidos passam a ser outros: taxa de corretagem, custódia e as regras da tributação também mudam. Dessa forma, é bom você entrar aqui com um capital alto suficiente, (ao menos uns R$ 8.000,00, se estiver aproveitando se uma “liquidação”, isto é, um momento em que os preços estão estupidamente baixos e em breve voltarão ao normal) e que esse montante represente no máximo uns  15 a 30% de todos os seus investimentos;
  • Imóveis – esta é uma opção de investimento interessante, mas se deve considerar certos fatores! Primeiro, se é investimento, não é um imóvel que você está comprando para morar, ok? É um imóvel que você compra visando a valorização dentro de algum tempo para então lucrar em cima disso (com a venda ou a locação)! Eu tive um bom ganho de capital com a venda do meu apartamento – o que me ajudou a alavancar um pouco mais os meus objetivos. Claro, para tal, você deve adquirir imóveis dependendo o mínimo possível de financiamentos, pois um financiamento pode “comer” uma boa parte de seu lucro.

Agora, falando bem abertamente e sinceramente! Quanto mais leio sobre investimentos, percebo que a melhor ideia é uma estratégia combinada, utilizando-se da caderneta de poupança como primeira forma de economizar e posteriormente como fundo de emergência, acrescentar aqui títulos públicos ou outros tipos de investimentos que possam alcançar um rendimento mais razoável – você perceberá que quanto menores os riscos, mais próximos da caderneta  de poupança eles serão, infelizmente – E desenvolver algum negócio online que não consuma muito de seu tempo (preferivelmente baseado em algo que você goste) mas que, com o passar do tempo, passe a ganhar mais e mais!

Quer ver só? Vamos supor que você crie um website, um blog ou uma loja virtual que lhe tome somente três horas por semana e, após três anos com ele, você esteja recebendo pelo menos R$ 600,00 por mês em seu negócio… Poxa vida, foram três anos trabalhando para estar a ganhar somente R$ 600,00 por mês?

Agora pare para pensar: estamos falando de somente três horas por semana! Se considerarmos doze horas trabalhadas em um mês, teremos um ganho de R$ 50,00 por hora trabalhada, nada mal, não? Na verdade, muito maior do que o valor pago “por hora” para muitos trabalhadores!

Se você quisesse ter o mesmo rendimento por meio da caderneta de poupança, uma aplicação de R$ 100.000,00 deveria render-lhe cerca de R$ 550,00, ou seja, menos do que você estaria ganhando ali!

Entende agora por que tanto falo de haver uma “aliança” entre o que você ganha hoje (provavelmente em seu emprego),um negócio que lhe custe pouco tempo com bom retorno e bons investimentos?

Quando você usa todas essas ferramentas, você acaba por ganhar bem mais!

E a “regra básica” é: se você não sabe a partir de qual valor deveria mudar de um investimento para outro, você não precisa que eu lhe diga a partir de qual valor mudar… Você precisa é aprender sobre os tais investimentos! 🙂

Douglas, gostaria de que eu criasse alguns vídeos mostrando como faço tais cálculos em uma planilha do Excel? Vou me planejar e farei isso em junho ou ainda este mês, tenho certeza de que isso ajudará muita gente a verificar em que momento mudar de um investimento para outro! 😉

E estou aguardando novas seleções para escrever para os seus sites hein?

Não se preocupe! Quando “abrirmos” novas oportunidades, comunicaremos aqui no Clube do Dinheiro. 😉

Seguindo apenas o meu faturamento o prazo para criar um fundo de 6 meses de despesas deve girar em torno de 6 anos… 🙁

Então, esta é uma ótima oportunidade para por em prática o que eu falei! Combinar ao máximo todos os recursos disponíveis a fim de ter o melhor desempenho financeiro possível!

Caímos naquele problema: “ah, fácil falar, difícil cumprir na hora do sufoco…” Por isso, você deve primeiro planejar tudo e, depois, executar. Durante a fase do planejamento, você poderia tecer algo como:

  • Reduzir mensalmente as despesas em 5% até o menor valor possível;
  • Poupar 10% ou mais de tudo o que ganho mensalmente;
  • Dedicar quatro horas semanais para a criação de um negócio visando ganhos a médio e longo prazo;
  • Adquirir um livro sobre finanças pessoais, investimentos ou gestão de negócios a cada quatro meses e “devorar” aquele livro naquele período.

Este planejamento parece fácil de executar quando analisado de forma isolada, não?

Entretanto, na hora da execução, desejos e necessidades conflituam com a necessidade de reduzir as despesas – mas você precisa manter-se fiel ao seu planejamento!

O desejo por mais tempo para lazer conflitua com a necessidade de desenvolver um negócio próprio ou de aperfeiçoar-se mais – mas você precisa manter-se fiel ao seu planejamento!

Se você planejou realmente bem, por mais difícil que seja cumprir o planejado, assim que os frutos começarem a aparecer, você se sentirá revigorado para seguir em seus objetivos.

Alguém poderia me dizer: “isso é história para boi dormir!”. Bem, se o seu objetivo é por um rebanho bovino para ninar… Por que não? Esse plano pode até cair bem. 🙂

(certo, certo, releia se não entendeu o que quis dizer, uma hora “a ficha cai” 🙂 )

Ufa! Um pouco longo e espero que agora tenha ficado tudo o mais claro possível! Se ainda houver alguma dúvida, só deixar um comentário, ok? 😉

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

5 comments

  1. Artur Guitelar says:

    Bem interessante as respostas. Aprendi vários conceitos aqui como sempre =]
    Abs^^

  2. DJS says:

    Muito, mas MUITO obrigado mesmo por responder minhas perguntas fico muito grato.

    Você disse: Douglas, gostaria de que eu criasse alguns vídeos mostrando como faço tais cálculos em uma planilha do Excel?

    Sim gostaria!

    Sobre o seu planejamento proposto… É REALMENTE DIFICIL… Contanto apenas com o meu faturamente é bem complicado reduzir as despesas em 5% sendo que meus rendimentos por vezes não consegue suprir esses gastos… Por esse mesmo motivo igualmente dificil (mas MUITO necessario) será poupar 10% de tudo que ganho… Quanto a criação do negocio eu já venho pensando sobre isso a bastante tempo, mas ainda estou meio “perdido” se pudesse me ajudar ainda mais eu agradeceria MUITO. Sobre os livros (assim como os demais conselhos) vou tentar por em pratica, já li alguns como: Pai Rico, Pai Pobre. Os Segredos da Mente Milionaria, Casais Inteligentes enriquecem juntos, Dinheiro os Segredos de Quem tem… Inclusive acho que vou lelos novamente 😀

    Bem mais uma vez MUITO obrigado por suas respostas espero que não tenha sido um incomodo e estarei por aqui perguntando cada vez mais ok? 😉 Abraços!

  3. admin says:

    Olá Douglas, tudo bem? Desculpe-me a demora em responder-lhe.

    Não se preocupe que o vídeo será feito, sim! E quanto ao planejamento, é sempre muito mais difícil no início! Os primeiros meses são cruciais, principalmente porque vemos aquele dinheiro “fazer falta” em nosso orçamento e, ao mesmo tempo, não vemos o fundo de emergência crescer o suficiente.

    Entretanto, é preciso ter paciência e determinação. Lembre-se, por mais que pareça impossível e que você se desanime, precisa seguir em frente. Só assim alcançará seus objetivos.

    Sim, reler aqueles livros pode trazer-lhe alguns benefícios! Já li Os Segredos da Mente Milionária duas vezes e pretendo ler outra vez este ano, e o mesmo quanto a Casais Inteligentes Enriquecem Juntos (mas acho que é a sua esposa quem mais precisa ler este livro 😉 ).

    E não se preocupe, não foi incômodo algum responder suas perguntas e pode continuar perguntando – mas posso demorar um pouquinho para responder, pois como você sabe, estou sempre atrasado com a pilha de comentários. XD

    PS: Só atualizando sobre a minha situação – ontem passei o dia INTEIRO só trabalhando em minha ferramenta para suporte à escrita de artigos e hoje começamos a utilizá-la. Ela me parece bastante promissora, principalmente quando combinada a todas as outras que já utilizamos aqui! Outra coisa, pretendo lançar um curso sobre criação de blogs a partir de julho ou agosto e, junto com ele, muitas dicas sobre por que muitas pessoas começam um blog mas não ganham dinheiro com o mesmo!

  4. DJS says:

    Ora não se preocupe com a demora nas respostas só o fato de você me responder já é grande coisa pra mim 😉
    Ótimo vou aguardar o vídeo ansiosamente. Sim com certeza o começo vai ser REALMENTE difícil principalmente porque a situação está meio complicada agora… Fiquei desempregado e teve o dia das mães e o mês que vem já é São João a maior festa aqui da região ou seja mês que vai ter gastos extras com certeza.
    Com certeza paciência e determinação são fundamentais o que mais desanima no momento é realmente a “falta do que poupar” porque como lhe disse antes contar só com o meu faturamento é BEM complicado ainda…
    Também acho que ela deveria ler, mas ela tem um SÉRIO problema com leitura… (DETESTA) e um maior ainda com DINHEIRO (só sabe comprar e gastar  ) He he he já tentei de tudo agente até conversa as vezes fazemos os planejamentos e tal, mas como disse antes não dura dois meses ela não consegue e “sabota” tudo, por isso que agora to tentando seguir sua dica de contar só com o meu faturamento mesmo 
    Fico feliz que não tenha incomodado com minhas perguntas porque gosto sinceramente deste blog e apesar de só ter começado a comentar a pouco tempo, eu acompanho já a bastante tempo… Desde que li Pai Rico e Pai Pobre quando comecei a me atentar pelo tema e procurar na net…
    Rapaz adianta esse curso ai… Eu quero muito isso penso nisso quase todos os dias, mas ainda não me sinto seguro, meio perdido sabe 
    Bom mais uma vez obrigado e abraços!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print