Em que investir: Tesouro Direto, CDB ou poupança?

Olá mais uma vez, caros amigos! Desta vez, vamos responder à dúvida de Cesar, leitor que escreveu o seguinte comentário em nosso artigo CDB, Poupança, Fundos e Ações – A montanha russa continua:

Oi…
Andei pesquisando com amigos e pessoas ao redor, sobre como investir uma grana!
Comecei a fuçar na internet e descobri esse site. Estou adorando e lendo cada artigo seu.
Meus parabéns!
Então, achei que a pessoas mais adequada pra me ajudar, seria você!
Tenho um valor na poupança guardado pra um projeto daqui há 1 ano. Porém, lendo seu artigo sobre CDB, fiquei muito interessado!
E gostaria de saber se você poderia me orientar em qual seria o melhor investimento pra daqui há 1 ano!
Desde já agradeço a atenção e mais uma vez parabenizando pelo blog…
Cesar.

Antes de mais nada, Cesar, obrigado pela participação e mil desculpas pela demora em responder-lhe. A “casa” está quase organizada, mas acho que ainda leva um mês até regularizar completamente a publicação de comentários.

A sua dúvida é bastante interessante e pertinente – você possui recursos guardados e está interessado na melhor forma de investir os mesmos visando o máximo de retorno possível (de forma segura!) no prazo de um ano. Você sabe quanto pode investir, até quando pode investir e, consequentemente, quais riscos está disposto a tolerar. Tudo o que é necessário para fazer uma boa aplicação financeira. 🙂

Diria que as três melhores alternativas para o seu caso são a Caderneta de Poupança, Certificados de Depósito Bancário e Tesouro Direto.

A Caderneta de Poupança

A caderneta é a opção mais popular e de menor risco, mas é também aquela que apresenta menor rendimento. Você deveria optar por manter em caderneta de poupança caso não tenha nenhuma outra reserva financeira, ou seja, caso possa correr o risco de precisar do dinheiro. Vamos entender porquê…

Não há incidência de imposto de renda sobre o rendimento da caderneta de poupança, o que torna o seu rendimento quase constante mensalmente, tendo como influência somente a TR (taxa referencial). Caso você precise resgatar o seu dinheiro antes de um ano, você não pagará nenhuma taxa extra e, como não há tributação, você não terá grandes sustos (como pode acontecer com aplicações em que indice tributação e você precise resgatar antes do prazo, nesses casos, você pode ver grandes margens do seu lucro serem devoradas).

Desta forma, apesar do rendimento desta ser mais baixo que o das outras, caso haja boas chances de precisar resgatar o dinheiro antes do prazo (principalmente antes dos seis meses), talvez seja melhor manter na caderneta de poupança.

Os Certificados de Depósito Bancário

Com as sucessivas altas da taxa Selic, os CDBs tornaram-se atraentes, principalmente aqueles indexados pelo CDI.

Devemos lembrar que há vários tipos de CDB, cada um atrelado a um índice diferente. Há CDBs cujo rendimento é associado à variação do dólar, por exemplo, mas os mais comuns são os CDB pré-fixado e CDB DI.

CDB pré-fixado possui seu rendimento fixado durante a negociação. Para valores pequenos (varia de banco para banco, mas consideremos pequenos valores inferiores a R$ 20.000,00), os juros negociados são geralmente baixos, o que pode trazer rendimentos não muito interessantes.

Já o CDB DI possui seu rendimento atrelado ao CDI, geralmente especificado como um percentual deste. Cada banco negocia tais percentuais livremente, no Banco do Brasil, por exemplo, você começa a pegar bons percentuais para valores acima de R$ 30.000,00 e R$ 50.000,00, sendo assim, caso tenha um valor acima de R$ 30.000,00 (se acima de R$ 50.000,00, melhor ainda) e alguma reserva financeira para não precisar desse dinheiro durante o período de um ano, optar por CDB DI pode ser uma boa escolha.

Observação: certos bancos permitem a negociação do percentual do CDB DI, outros possuem os mesmos tabeladosl, converse com o gerente de seu banco para ver a possibilidade de negociar isso!

Tesouro Direto

Esta é mais uma opção interessante para quem deseja um retorno seguro em um prazo de um ano. Se pesquisar na Internet, você poderá encontrar uma relação de instituições financeiras que negociam títulos do Tesouro a taxas de administração bem baixas, o que pode ser bastante conveniente.

No artigo Outros investimentos, nós falamos um pouco a respeito de algumas das opções de título público. Se desejar, você pode visitar o site do Tesouro da Fazenda para informar-se melhor a respeito da rentabilidade do Tesouro Direto.

Como deve ter percebido, passamos bem longe das opções de investimentos de renda variável, uma vez que temos um prazo bem delimitado e curto (além de que eu não conheço o montante que você deseja investir). Acredito que com estas orientações você poderá conseguir um bom rendimento com os menores riscos possíveis. 😉

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

5 comments

  1. Rodrigo says:

    Boa tarde!
    Comecei a acompanhar seu site na semana passada e já li um pouco dele. Parabéns e grato pelas dicas nele publicadas. à medida que me inteirar do universo dos investimentos irei recorrer a você com meus questionamentos.

  2. Tiago Santana says:

    olá eu comecei agora a acompanhar o seu site, então eu estou querendo começar a investir mas só q não tenho nenhum dinheiro agora. Gostaria da sua opnião qual é o melhor lugar para se começar, não tendo dinheiro nenhum heheh ! ^^
    Agradeço desde de já 😀

  3. isabella de paula says:

    estou maravilhada com a clareza que nos informa sobre esse assunto tão obscuro que é “investimentos”, rs.
    parabéns e obrigada por prestar esse serviço de utilidade pública de forma tão especial!
    abraços!

  4. admin says:

    @Rodrigo:
    Quase me esqueço de responder ao seu comentário também!

    Rodrigo, seja bem-vindo e fico feliz que também esteja gostando de nossos artigos!

    Se tiver alguma dúvida, já sabe, é só perguntar, ok? 😉

  5. Carla says:

    Olá! Bom, comecei a “investir” R$1500 em CDB DI Parceria, do BB, para testar. Estive lendo seus artigos e de outros sites e pelo que entendi foi: para investimentos a longo prazo, melhor CDB (pretendo deixar este por no mínimo 2 anos). Mas agora percebi duas coisas: a rentabilidade da poupança do BB (no qual eu deixo só “trocados”) está em torno de 1,75%(TR + 1,5% de juros) e no CDB a taxa informada no meu é de 81,5%. É este o CDI? Se for, seria mais vatajoso voltar pra poupança??
    Muito obrigada!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print