Escritório virtual para ganhar dinheiro?

Aí está uma ideia interessante, uma expressão que atrai bastante a atenção, mas que é muito difícil definir exatamente do que se trata. O que seria um escritório virtual? Um website onde você verifica a receita diária? Uma planilha para controle dos gastos? Conjunto de software para marketing e gestão?

Não sou eu o criador dessa expressão. Na verdade, a li pela primeira vez em um website que vendia um “sistema completo para ganhar dinheiro online”. Bem, se o sistema realmente funciona, eu não sei, pois eu não o adquiri – e também não entrei em contato com o autor do mesmo, a fim de tomar mais conhecimento sobre o mesmo. Entretanto, aquela expressão realmente me motivou a refletir bastante sobre o que poderia ser considerado um escritório virtual.

Bem, uma rápida busca pelo termo em inglês (virtual office) e vi que, a tradução em inglês, refere-se geralmente à locação de endereços e espaços empresariais para o desenvolvimento de negócios, a um menor custo – ideia muito boa e útil, devo dizer! Bem, mas esse não é exatamente o tipo de “virtual” que estamos procurando, queremos algo mais próximo do que aparenta ser proposto por aquele sistema, sem a necessidade de nos prendermos a um sistema que nem mesmo conhecemos (até porque acredito que o escritório virtual que o mesmo prega não é bem o escritório virtual que me interessaria e se não me interessa não posso recomendar).

Bem, um conceito muito interessante e que vem sendo praticado é o home office, isto é, a ideia do “escritório em casa”, que lhe permite trabalhar em sua própria casa a qualquer horário em qualquer dia (como eu estou fazendo agora, em plena manhã de sábado, escrevendo um artigo – mas devo ressaltar que, neste momento, meu escritório não é exemplo de organização para ninguém). Antes de realmente “pegar a ideia” de escritório em casa, era muito difícil conseguir imaginar e entender do que se tratava. Hoje, acredito que quase todo mundo (ou ao menos quem se interessa por trabalhar em casa) sabe como é um home office.

Acredito que o mesmo acontecerá com a ideia de escritório virtual. Um escritório é um local onde você pode melhor gerenciar ou até mesmo executar as tarefas de seu negócio. E se é virtual, é necessário então abandonar ao máximo a papelada e converter tudo em dados digitais, que podem ser acessados facilmente de qualquer lugar (sugere-se então o uso da Internet para isso). Sendo assim, a minha proposta de escritório virtual está mais para uma suíte de programas e documentos que você pode utilizar na gestão de seus negócios, facilitando ao máximo o seu trabalho.

Por exemplo, posso dizer que meu “escritório virtual” é composto por uma planilha no Google Docs (ela é genial, ajuda-me a controlar várias informações, desde quais websites/blogs precisam de conteúdo a qual foi o lucro/prejuízo de cada mês e qual o orçamento disponível para cada projeto), links para acesso rápido a várias ferramentas online úteis (Google Adsense, Google Analytics, Google Webmasters Tools, Google Keyword Tool e Hotwords) e algumas ferramentas para produção de conteúdo (algumas delas já indicadas aqui, outras provavelmente serão indicadas em breve).

Infelizmente, nem tudo é “digital” ainda: não consigo me controlar, escrevo muito (também em papel), e é por isso que meu escritório vive bagunçado, cheio de diagramas, anotações e livros. Pretendo até o final do ano “dar cabo” de toda essa papelada, colocar um quadro-branco aqui e comprar um tripé para a minha filmadora (essas duas últimas ações para que possamos ter vídeos de melhor qualidade aqui, no nosso clube). Em seu negócio, se você pretende seguir esse conceito de “escritório virtual”, você deveria manter “digital” tudo aquilo que é importante para a boa execução de seu negócio, facilitando assim o acesso ao mesmo em qualquer lugar, em qualquer computador! Já imaginou? A proposta do escritório em casa nos permite trabalhar em nossa casa, mas a proposta do escritório virtual permite-nos trabalhar em qualquer lugar – por isso que, ano passado, quando estava de férias com a minha família em Maceió, pude escrever artigos, analisar as estratégias de marketing e gerir outras informações!

Esse conceito não é novo. Fiz agora uma pesquisa e encontrei o chamado office 2.0, que é exatamente a ideia de portar todos os aplicativos para gestão de negócios para o meio online, bem como os documentos necessários, a fim de torná-los mais acessíveis. E eu pensava que estava inventando a roda!

Em minha opinião, a possibilidade de “levar o escritório com você” é o próximo passo vital, após ter o seu escritório e negócio em casa. E acredito que sei muito bem qual é o próximo grande passo que teremos que dar nessa ideia de “gestão de negócios globalizada”: o virtual shared office, ou em português claro, escritório virtual compartilhado (ou poderíamos chamar também de office 3.0, já que o termo office 2.0 já existe). Neste novo conceito, além de todas as ferramentas e documentos serem digitais (preferivelmente online), teríamos também uma “sala de reunião para empreendedores” permanente, onde cada empreendedor pode conversar, trocar ideias e buscar soluções por seus problemas de forma compartilhada. Talvez eu não seja um grande especialista em Internet Marketing, entretanto outro empreendedor com mais experiência pode ajudar-me nisso, de forma similar, poderei ajudá-lo na criação de produtos com maior qualidade e valor agregado para o usuário.

Essa forma de conhecimento compartilhado entre membros de um grupo já acontece hoje, mas ainda não se encontra de forma consolidada, fazendo parte das estratégias de um negócio. Aliás, nem mesmo a ideia de escritório virtual (ou office 2.0, se preferir) está realmente consolidada hoje. Há ainda um longo caminho pela frente, mas sinceramente, se você já tem o seu home office, o escritório virtual é o seu próximo passo para ganhar mais dinheiro de forma segura e confortável.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

One comment

  1. Giovanna says:

    O escritório virtual é uma excelente alternativa para empreendedores que buscam uma opção para quem trabalha em casa, acho bem legal a possibilidade de poder utilizar salas de reunião e serviços sempre que preciso me reunir com meus clientes. O endereço para recebimento e envio de correspondências também é bastante interessante, a secretária que atende as ligações e me envia recados via e-mail ou entao redireciona as chamadas para meu celular passa bastante credibilidade aos meus clientes. Enfim uso atualmente o http://www.gowork.com.br e recomendo a todos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print