Estabilidade do emprego ou risco do novo negócio?

Olá a todos, amigos! Estamos de volta com mais um artigo-resposta, desta vez respondendo ao comentário feito por nosso amigo Leandro, por e-mail, em relação ao artigo Escolhendo uma profissão: amor ou dinheiro? no qual ele comenta ser funcionário público e não gostar de seu emprego, mas o mantém devido à estabilidade que o mesmo proporciona.

Antes de mais nada…

… Leandro, é um prazer conhecê-lo e poder debater com você (e com todos aqui presentes) este assunto, que com certeza é deveras interessante, pois aqui no Brasil muitos escolhem trabalhar em um cargo público devido à estabilidade e isso não está completamente errado! Eu, por exemplo, tenho trabalhado há anos como autônomo (hoje é “mais chique” dizer freelancer 🙂 ), desenvolvendo jogos em Flash para empresas nacionais e estrangeiras, mas por agora interrompi tais tarefas, pois como qualquer tipo de negócio, gera sempre dores de cabeça quando se pensa no “incerto amanhã”.

Claro, não quer dizer que todo mundo que tem um negócio está sempre temeroso com o que acontecerá amanhã, mas todos nós sabemos que o empreendedor, o “dono do negócio”, é quem assume praticamente todos os riscos. No meu caso mesmo, decidi aliar um pouco da estabilidade de um emprego público (fui aprovado na seleção para mestrado e, se tudo der certo, daqui a dois anos já posso concorrer a emprego público como professor universitário efetivo 🙂 ) com o mundo dos negócios online (onde mantenho meus blogs e websites) e o mundo dos jogos (minha grande paixão! 😀 ).

Vale lembrar que, no meu caso, gosto do emprego que pretendo disputar – como professor -, só não gosto de corrigir provas, mas isso é unânime entre todos os professores! 😀

A importância de planejar sua vida

Aliar tudo isso é fácil? Talvez sim, talvez não. É necessário planejar-se e estar ciente de que é isso realmente que deseja. O meu plano, no caso, é o seguinte:

  • Interrompi minhas atividades como freelancer em desenvolvimento de jogos em Flash, tal que eu tivesse mais tempo (pude fazer isso porque já tinha feito alguma reserva financeira, e tenho outras fontes alternativas de renda, como um emprego de professor temporário e os anúncios publicitários em blogs);
  • Iniciei uma especialização em Gestão de Negócios, tal que eu pudesse conhecer de forma bem mais aprofundada o mundo dos negócios e, assim, decidir se quero ter uma empresa ou não. Decidi que quero, sim, mas antes de ter minha própria empresa, vou seguir com o próximo ponto do meu plano;
  • Inscrevi-me (e fui aprovado!) no processo de seleção para o Mestrado em Ciência da Computação, na linha de Engenharia de Software, onde pesquisarei sobre jogos eletrônicos e educação;
  • Retomei o desenvolvimento de jogos em Flash, agora como um hobby (eu realmente amo isso!). Comecei a rabiscar um pouco da narrativa desse jogo e a esboçar os ambientes, mas ele deverá demorar muito para ser lançado, já que estarei fazendo, sozinho todo o jogo (e o tipo de jogo que pretendo desenvolver exige muito trabalho de arte gráfica e eu sou programador 🙁 ). E devo confessar que está sendo muito bom voltar a desenvolver jogos que eu gosto de desenvolver, do jeito que quero desenvolver. Até aqui, tudo feito, vamos ver agora os próximos passos;
  • Expandir meus negócios online. Neste ano de 2011 nós tivemos um razoável crescimento, entretanto eu precisei injetar mais capital, de tal forma que meus lucros foram menores e meus esforços empregados foram bem maiores. Para 2012, planejo reduzir os gastos e aumentar os meus ganhos por meio de ações mais planejadas, o que se traduzirá em ganhos (não somente financeiros) para todos;
  • Conversar com a minha contadora (Ângela) a respeito da possibilidade de abrir uma empresa individual, os custos envolvidos e sob quais condições isso pode ser realmente interessante – gostaria de abrir uma empresa para aproveitar alguns editais de financiamento para iniciar um projeto na área de jogos educativos ou educação à distância;
  • Concluir minha especialização em negócios em setembro de 2012. Sim, eu ainda estarei cursando a minha especialização até metade do ano que vem, ao mesmo tempo em que estarei estudando as disciplinas do mestrado! Isso com certeza vai ser bastante desafiador (um outro jeito de dizer “lascou tudo!” 🙂 );
  • Concluir o mestrado no menor tempo possível, o que significaria terminá-lo em meados de 2013, assim poderia concorrer a alguma vaga de professor efetivo em alguma universidade federal (preferivelmente a UFS, onde estudei, trabalho e muito gostaria de contribuir ainda para torná-la referência!);
  • Já contratado como professor efetivo e com o título de mestre, poderei disputar bolsas de iniciação científica e, assim, trazer mais estudantes para a minha empreitada, o que me permitirá desenvolver ainda mais projetos envolvendo não somente jogos mas também a área de educação;
  • O próximo e último passo que tenho em mente é expandir tanto meus negócios online (blogs e websites) quanto minha atuação em desenvolvimento de jogos em Flash.

Perceba que meu plano permite-me aliar a estabilidade de um emprego com o risco dos meus negócios. E até agora este plano tem sido bastante motivador para mim. 🙂

E se eu posso fazer isso, você também pode!

Leandro, você pode fazer a mesma coisa! Pense bem, o que você mais gostaria de fazer? Viajar? Escalar montanhas? Saltar de pára-quedas? Ou ter o seu próprio restaurante? Não importa o que seja, é possível “encaixar” um hobby similar ao que você deseja (no caso do restaurante, por exemplo, poderia ser criar um blog sobre gastronomia e abordar tal assunto no mesmo) e gastar algumas horas por semana com o mesmo até atingir um ponto em que o seu hobby possa converter-lhe alguma renda extra. Passar a ganhar algum dinheiro extra com seu hobby é muito importante por vários motivos:

  • Prova a você, sua família e seus amigos (e todos os demais que achavam que você estava “perdendo tempo”) que seu tempo não estava sendo jogado fora;
  • Prova a você que aquilo que você sabe e gosta de fazer é útil e valorizado por outras pessoas! Eu, por exemplo, fico muito feliz com cada comentário que recebo aqui no Clube do Dinheiro. Da mesma forma, minha esposa e eu ficamos muito felizes por ver o Nutrição em Foco sendo apontado como referência por outros websites.

Caso o seu hobby cresça até atingir o ponto de ganhar tanto quanto ou mais que o seu emprego, excelente, mas não tome a decisão precipitada de abandonar seu emprego. Em vez disso, caso seja-lhe permitido, reduza o número de horas semanais em seu emprego (vamos supor, reduzindo de 40 horas para 30 horas semanais), assim você terá mais algum tempo para dedicar à sua família ou ao seu novo negócio.

Acredito que esta é a melhor alternativa para quem já tem um emprego estável e não quer perdê-lo, afinal de contas, ele paga suas contas e um negócio pode ser muito arriscado, mas ao mesmo tempo não o leva a abandonar completamente aquele seu desejo.

Alie tudo isso a uma boa educação financeira e com certeza poderá realizar todos os seus sonhos e sentir-se muito mais completo e satisfeito com a sua vida. Ah, vale lembrar que ser feliz não significa que você não terá preocupações e dores de cabeça em sua vida, e sim que você terá recursos (financeiros, emocionais, etc.) suficientes para lidar com todos os problemas de sua vida. 😉

Espero ter respondido ao seu comentário da forma que esperava! E quanto aos meus demais amigos e visitantes que estão lendo este artigo, também estão em dúvida entre a estabilidade do emprego e o risco do novo negócio?

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

2 comments

  1. Newton says:

    Olá,
    Excelente artigo, pois muitos tem medo de se dedicar de mais e não dar conta. Eu tenho um emprego estável e estou investindo mais nele fazendo uma faculdade de engenharia e agora com a ajuda do clube do dinheiro decidir transformar meu hobby em algo lucrativo através de um blog na internet e também na ampliação de uma pequena oficina de cutelaria em casa para trabalhar nos fins de semana. Bom estou no aguardo da inauguração do meu blog e enquanto isso não sai estou trabalhando nos artigos.
    Grande abraço,
    Newton

  2. admin says:

    Olá Newton, tudo bem?

    Acredito que o caminho seja este mesmo: cada qual aprender como desenvolver seu hobby da melhor forma possível e, em algum ponto, convertê-lo em um pequeno negócio, que possa ser feito com paixão e ainda trazer um bom retorno financeiro para a pessoa.

    Assim, quem sabe não teremos mais pessoas conciliando seus empregos a novos negócios? Isso possui duas grandes vantagens: você se diverte ao fazer o que ama e ainda pode faturar um bom dinheiro. 🙂

    Um abraço e sucesso!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print