Fazer dinheiro com “sites enlatados”?

Olá a todos, amigos do Clube do Dinheiro (nossa, ultimamente estou me achando um “Galvão Bueno” falando isso, acho que vou parar de começar meus posts desse jeito), aqui estamos para mais uma discussão e, desta vez, falarei a respeito de algo que nos últimos anos foi uma grande febre e, aparentemente, continuará assim ainda por algum tempo: a corrida pelo ouro, ou em outras palavras, fazer dinheiro com “sites enlatados”.

Sites enlatados? Christiano enlouqueceu de vez!

Calma, você já vai entender do que estou falando. Entrei hoje no blog pensando em falar sobre isso mas, antes mesmo de começar o artigo, li um comentário pendente que, na verdade, era uma tentativa de marketing de mais um desses programas que nos prometem ganhar muito dinheiro, na casa dos milhares por mês de forma fácil e sem muito trabalho… será?

Bem, às vezes até publico o comentário para ajudar a pessoa que está tentando realizar um pouco de marketing para seu blog e tal, mas no caso de um link de afiliado para um programa, eu sempre prefiro dar uma boa olhada no mesmo antes, afinal de contas, pode acontecer de meus leitores irem lá, gastarem dinheiro, frustrarem-se e considerar que toda essa história de negócios online não passa de uma farsa, não é mesmo?

Analisei o tal programa e, sob minha ótica e experiência, não acredito que você conseguirá tão facilmente assim o que ele lhe promete então, para não “rolar um processo” em cima de mim, querendo que eu prove aquilo que estou dizendo e tal, vou trocar o nome do programa, vamos chamá-lo de: Ganhe muitão, amigão!.

Por que não confio no programa Ganhe muitão, amigão!?

Bem, a princípio, o pessoal que está se juntando e tornando-se afiliado está dizendo por aí que podemos nos juntar ao programa de forma gratuita e aprender muito com o mesmo, tudo sobre a construção de negócios online. O programa possui alguns vídeos online (entre 4 e 7 vídeos), mas assisti o último deles e percebi que o mesmo encerra sem explicar ao internauta como realmente criar o seu negócio! Bem, se a série de vídeos gratuitas era para ensinar tudo sobre negócios, já não está indo muito bem, não é mesmo?

Além disso, o programa promete que em mesmo começará as suas vendas, onde tanto o dono do programa quanto o afiliado irão ganhar muito dinheiro. Agora já comecei a entender: as pessoas que estão divulgando o tal programa de afiliados talvez nem mesmo perceberam que o mesmo ainda está bastante incompleto e que, provavelmente, os vídeos mais interessantes somente estarão disponíveis de forma paga. Entretanto, estão a divulgar como se você, meu amigo, pudesse ir lá e aprender tudo de forma gratuita. A informação encontra-se, então, distorcida.

Outro ponto crucial é que o proprietário do programa menciona ter lido uma estupidamente grande quantidade de livros em um determinado intervalo de tempo: tão grande que significaria ler um livro a cada 7 a 10 dias, sem folga, durante anos e anos (não vou especificar o número exato de anos aqui, mas é muito tempo mesmo)! E depois de tanta leitura, a pessoa nem mesmo consegue elaborar uns vídeos com uma qualidade razoável, poutz!

Por fim, verifiquei na web as informações que o mesmo menciona: seu nome, profissão, tempo de profissão, experiência, etc. Tudo o que encontrei no ramo de profissão em que ele diz atuar referia-se a outra pessoa, com mesmo nome, porém com uma aparência visual muito diferente da que ele apresenta em suas fotos!

Além disso, não gostei da proposta de negócio que ele oferece aos membros: verdadeiros sites enlatados.

Certo, Christiano… E o que é um site enlatado?

Um “site enlatado” nada mais é que o tão famoso mini-site focado em venda de um produto e sem informações realmente úteis no mesmo que apontem ao visitante que aquele website  está realmente interessado em oferecer um produto de qualidade.

Veja bem: se hoje eu vendesse um e-book realista sobre como desenvolver um negócio online, é bem provável que, antes de comprá-lo, as pessoas avaliem o que eu comento, falo na internet, a fim de saber se tal e-book é realmente interessante ou não. Vão descobrir, espero, este blog, onde falo sobre meus negócios, comento meus altos e baixos (Google, quando falo de baixos, estou me referindo às suas mudanças malucas no Google Search que o tempo todo “derruba-nos” no ranking, ok?) e ofereço orientações gratuitamente. O que essa pessoa pensará: bem, se ele está oferecendo boa informação gratuita, a informação contida em seu e-book pago deverá ser ainda melhor (pelo menos meus princípios éticos me dizem que assim eu deveria proceder)! Entretanto, quando olhamos um “site enlatado” toda a informação que temos é a carta de vendas que, claro, fala mil maravilhas sobre o tal produto. E se você procurar informações na rede, encontrará muitas indicações positivas (todas oriundas de afiliados tentando ganhar o seu $$$). E então, é possível confiar na qualidade deste produto?

Muitos vão lhe falar por aí que você pode conseguir facilmente 2.000 ou 3.000 visitas mensais, uma taxa de conversão de 5% e assim ganhará muito dinheiro com seu produto. Bem, mini-sites hoje em média não conseguem mais 2.000 visitas mensais, a taxa de conversão de 5% só está presente nos sonhos de Mickey e com certeza não será somente criando 5 ou 10 mini-sites que você alcançará a independência financeira!

Certo, e como devo proceder para fazer dinheiro com sites?

Se você quer fazer dinheiro com sites, faça-o da forma correta: a partir de suas preferências e vocações, escolha um tipo de negócio que você pode desempenhar com prazer, onde você goste de ajudar outras pessoas. A partir daí, comece com seu website (não se esqueça da importância de um blog para agregar valor ao mesmo!), ganhe tráfego e lance um produto que seja realmente útil às pessoas!

A partir daí, você não deveria simplesmente esquecer desse site e partir para outro! Aqui é onde está a grande diferença! Você deve, sim, perguntar-se: Como posso melhorar o meu website, tal que eu possa ajudar ainda mais meus visitantes? Como posso melhorar ainda mais o meu produto, tal que meus clientes fiquem ainda mais satisfeitos com o seu resultado?

Pense sempre nisso: seus visitantes precisam sentir que podem confiar em você antes de comprar seu produto e a melhor forma de desenvolver tal relação de confiança é ajudando-o desde já e não somente após a compra do seu produto!

Além disso, com as últimas mudanças do Google Search, cada vez mais sites com pouco conteúdo ou pouca atualização estão perdendo posições em seu motor de busca, então é muito mais vantajoso ter dois ou três websites bem construídos e sempre atualizados do que inúmeros websites com somente uma carta de vendas (e nenhum ranking nos motores de busca)!

E outro motivo para a interação constante com seus visitantes por meio de seu website é porque esta é a melhor forma de aprender como melhorar o mesmo e, assim, ganhar mais dinheiro. Ajude as pessoas e então poderá ganhar dinheiro, pensar em ganhar dinheiro sem ajudá-las é um grande erro!

E então, ainda que fazer dinheiro com “sites enlatados”?

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *