Hora de encarar novos desafios

Olá amigos leitores do Clube do Dinheiro! É com grata satisfação que inicio mais um artigo-resposta, desta vez respondendo ao comentário de nosso amigo Leandro, publicado em nosso artigo Pequenos negócios lucrativos.

No comentário em questão, ele explica que já trabalhou bastante e, desta forma, conseguiu a sua casa e outras coisas mais, entretanto hoje ele se encontra bastante desmotivado. Está vendendo o seu caminhão e aluga um local por R$ 1.000,00. Bem, não fica claro se esta é a única fonte de renda e se a mesma cobre todas as suas despesas (é casado e possui dois filhos).

O grande problema é que ele não consegue ter uma ideia de algo a fazer e isso o vem prejudicando bastante. Enfim, ele quer livrar-se dessa ociosidade excessiva que, concordo, em nada nos ajuda.

Em primeiro lugar…

Não se preocupe, você está entre amigos

Sim, essa é a primeira coisa a lembrarmos. Momentos em que a ansiedade, depressão ou estresse “batem à nossa porta” são aqueles em que mais precisamos saber que não estamos sozinhos. E lembre-se, você não está.

Se nada lhe vem à mente para mudar a sua situação, a primeira coisa a fazer é respirar fundo, relaxar e tomar um ou dois dias para curtir sua família e descansar de verdade, certo de que, após isso, você encontrará uma solução, afinal de contas, nós estamos aqui para ajudá-lo, não?

Então faça isso: dê-se a chance de descansar um pouco e não pensar no problema. Quando pensamos ininterruptamente em algo a ponto de nos estressarmos fortemente, por mais simples e óbvia que seja a sua solução, acabamos por não percebê-la.

Após isso, o próximo passo é…

Tente olhar o problema “de fora da caixa”

Como disse anteriormente, quando focamos demais no problema, acabamos não vendo a solução. Sendo assim, tente pensar de uma forma diferente. Pergunte-se coisas como:

  • Qual a minha urgência para desenvolver uma nova atividade? Isto é, dependo fortemente da renda proveniente da mesma (e por isso deveria focar mais em algo que já sei fazer e que pode trazer-me um retorno mais rápido) ou tenho outras fontes de renda que são suficientes (e por isso posso focar mais em algo que eu gostaria de fazer, algo novo, mesmo que eu não tenha muitos conhecimentos acerca disso agora)?
  • Quais as suas experiências profissionais, formação educacional e interesses pessoais? Há algo relacionado a elas que você gostaria de fazer? Por exemplo, no meu caso, sou graduado em Computação, então poderia pensar em algo relacionado a reviews de produtos tecnológicos, ou então como gostaria muito de praticar skydiving mas não tenho condições financeiras no momento, poderia criar um blog para pesquisar e falar sobre o assunto, onde mais tarde poderia até mesmo ter uma loja virtual para praticantes do esporte (claro, seria mais interessante se feito para um esporte/hobby mais popular 🙂 );
  • De quais recursos (financeiros, tecnológicos, humanos, etc.) disponho atualmente? Que tipo de atividades posso desenvolver a partir deles?

Rabisque um “plano de negócios

Não precisa ser um plano de negócios completo, mas ele deveria trazer informações suficientes para que quem leia saiba o que você pretende fazer e ter uma noção mínima de quanto isso pode custar. Se quiser, faça esse “mini-plano de negócios” para duas ou três ideias que você enxerga como sendo uma oportunidade.

Após isso, leve-os até uma unidade do Sebrae próxima à sua casa e peça consultoria (se bem me lembro, eles oferecem esse tipo de serviço de forma gratuita) para compreender qual delas melhor se encaixa ao seu perfil e aos seus recursos.

Eles poderão ajudá-lo, inclusive, a elaborar o plano de negócios completo, que você precisará ter antes de começar o seu negócio.

E mantenha contato conosco!

Durante todo o ano de 2012 (e nos seguintes também, espero!) estaremos publicando muitos artigos para auxiliar quem está começando um pequeno negócio. Além disso, você pode conversar comigo diretamente por email:

Mas já adianto que, geralmente, levo de dois a três dias para responder uma mensagem, devido às ocupações, ok? Mas garanto que estarei sempre feliz em conversar com você e ajudá-lo a encontrar o seu negócio ideal.

Se desejar, escreva um e-mail detalhando-me mais sobre sua vida: formação educacional, empregos que já teve, cursos que fez, hobbies que lhe interessam, etc. Quem sabe não posso ajudá-lo a identificar o que está faltando para unir o útil ao agradável?

Bem, este artigo, claro, serve não somente para o Leandro, mas para qualquer um que se sinta da mesma forma: cansado e ansioso por desafios capazes de trazer novos riscos, mas também novas recompensas!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print