O negócio imobiliário

O negócio imobiliário, isto é, a compra, venda e locação de imóveis é uma das diversas possibilidades de investimento, principalmente quando se pensa a longo prazo. Alguns conseguem fazer fortunas, outros ganham mais dores de cabeças, como sempre, dependerá do potencial do investidor/empreendedor.

Robert Kiyosaki, autor de Pai Rico, Pai Pobre, o que os ricos ensinam a seus filhos sobre dinheiro, é um grande exemplo de que é possível conseguir muito dinheiro com imóveis. Entretanto, é necessário aprender muito sobre se quiser realmente ter bons resultados neste campo.

Você pode ganhar dinheiro com a compra e venda de imóveis que tenham boa valorização (o que ocorre com o tempo, devido à valorização da região, reformas nos mesmos, crescimento da demanda por habitação ou instalações adequadas para novas empresas, etc.), bem como com a locação de imóveis pelo preço certo. Se não quiser ter muitas dores de cabeça com a locação de um imóvel, você pode contratar uma corretora de imóveis para isso, o que é aconselhável – ela ganha a parte dela para resolver os problemas, você ganha a sua parte e não precisa se preocupar com os problemas.

Não sou especialista neste campo, até porque estou adquirindo o meu primeiro imóvel (um apartamento) com o intuito primário de servir de habitação própria, não como ativo, entretanto observo algumas coisas (bem como aprendo outras por meio de livros) e espero poder oferecer-lhe algumas dicas aqui:

  • Conselho de Robert Kiyosaki: procure atuar em uma área que realmente lhe interesse, independente dos resultados financeiros. Assim, caso tudo esteja indo ótimo, excelente, mas caso não esteja, ao menos estará fazendo algo de que gosta, o que o ajudará a prosseguir mesmo assim!
  • Mesmo com um corretor de imóveis, você deve conhecer o negócio para garantir que está fazendo um bom negócio pois, no final das contas, é do seu bolso que o dinheiro estará saindo!
  • Você pode precisar aplicar investimentos razoavelmente altos antes de começar a ter retorno. Desta forma, somente inicie a compra de imóveis dos quais você possa arcar com os custos;
  • O local e o estado em que se encontra o imóvel são fatores importantes para saber se o mesmo será valorizado ou, até mesmo, desvalorizado. Geralmente áreas onde a população está em crescimento e o mercado imobiliário está em crescimento DEVIDO à demanda são excelentes para adquirir imóveis que terão seus preços valorizados mais tarde. Por exemplo: em Aracaju-SE, cidade em que moro, está ocorrendo clara valorização dos imóveis devido à demanda. Um apartamento que custava R$ 55.000,00 dois ou três anos atrás pode custar R$ 75.000,00 hoje;
  • No caso de casas e apartamentos, prefira adquiri-los ainda “na planta”, isto é, sob construção, pois os preços costumam ser muito mais convidativos – escolha aqueles que possuem posição privilegiada (no andar certo e do lado da sombra, por exemplo) e veja o quanto ele estará valendo no dia da “entrega da chave”;
  • No caso de imóveis comerciais, opte por aqueles cuja localização seja bem privilegiada, como aqueles próximos a grandes avenidas, de fácil acesso, etc.
  • Se estiver adquirindo seu primeiro imóvel, busque informar-se se você pode ser beneficiado por algum dos descontos que o governo frequentemente oferece. Eu, por exemplo, fui beneficiado com um desconto, e isso mudou bastante a situação de meu financiamento adquirido para conseguir o apartamento. 🙂

Uma curiosidade: a caderneta de poupança, no Brasil, é usada para financiar a construção de habitações.

Bem, como comentei, não sou especialista neste ramo, mas espero que tenha conseguido mostrar-lhe que o negócio imobiliário também é uma boa ideia para ganhar dinheiro!

Exercício

Vá até um corretor de imóveis e procure saber sobre as atuais ofertas de imóveis já prontos e na planta – quanto estão custando? Qual a possibilidade de financiamento? Os imóveis realmente valem isso ou estão super-valorizados?

Pesquise os preços de alguns que lhe interesse (mesmo que você não possa adquiri-los hoje, já lhe dará alguma base para quando você tiver condições). Quanto estão custando hoje? E a dois anos atrás, quanto eles custavam? Quanto você espera que eles custem daqui a dois anos? Quanto você acha que deveria custar seu aluguel para que seja lucrativo? Esta é a faixa de preços para outros imóveis similares na mesma região?

Depois deste exercício e comparando com a sua atual situação financeia (e aquela que você projeta para os próximos anos) você já pode se perguntar: o negócio imobiliário pode ser o negócio certo para mim?

[Este artigo faz parte de uma série de artigos que compõe o minicurso Manual do Investidor]

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

2 comments

  1. claudionor lopes bentes says:

    muito bom gostei

  2. admin says:

    Fico feliz que tenha gostado, Claudionor, e peço desculpas pela imensa demora em publicar seu comentário bem como respondê-lo, mas prometo que, a partir de agora, as coisas ficarão melhores e mais dinâmicas por aqui! 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print