Plano de Investimento

Depois de fazer seu Plano de Marketing é o momento de saber como irá investir da maneira correta em seu negócio. Investimentos mal feitos são sinônimos de prejuízos e muitas vezes até de falências, então deve-se atentar à importância desta etapa na abertura de sua empresa.

Por que fazer um plano de investimento?

Este processo de planejar o seu investimento é fundamental para que sua empresa cresça ou ainda consiga manter-se dentro do atual mercado competitivo e de riscos.

Para que a empresa possa minimizar os riscos de fazer um investimento é essencial que a empresa conheça os gastos que serão realizados.

Como fazer seu plano de investimento

Se depois de analisar a viabilidade do seu negócio, você concluir que ele é rentável está na hora de calcular o investimento que será necessário à sua concretização. Neste momento é necessário ver o que tem importância na implementação de sua empresa. Existem coisas que são essenciais para o seu investimento e outras que em alguns casos não se tornam tão necessárias. Dentre as mais importantes no momento de fazer seu plano de investimento temos:

Instalações

Nesta parte do seu plano de investimento você deve ficar atento com a imagem da sua empresa. Afinal, o lugar e diversos outros fatores estéticos irão influenciar no modo como seus clientes irão te ver dentro do mercado e perante seus concorrentes. Preocupe-se atentamente com:

  • O valor que será investido;
  • A funcionalidade;
  • A localização de sua empresa.

Equipamentos e máquinas

Aqui você deve analisar o que será necessário para investir nos equipamentos de seu negócio. Você deve ficar atento em ponderar os custos e a produtividade de cada equipamento e analisar a melhor maneira de adquiri-los.

Seleção e recrutamento de pessoal

Este é o momento de cuidar dos recursos humanos de sua empresa. Lembre-se que uma empresa sem capital intelectual desenvolvido jamais poderá ser uma empresa desenvolvida. Sendo assim, o sucesso de sua empresa dependerá das pessoas que estarão fazendo parte de sua equipe. Neste momento você deve pensar como irá fazer esta seleção e recrutamento de melhor maneira. Pode contratar uma agência de recursos humanos e deixar para você apenas a entrevista final.

Um aspecto muito importante desta fase de seu investimento é ter em mente o perfil de colaborador que pretende contratar, ou seja, qual é o perfil que se adequa melhor à sua empresa.

Depois de recrutar as pessoas necessárias, não pode esquecer-se de dar-lhes um bom treinamento a fim de conhecerem a empresa e o seu trabalho. Empreendedores que não se preocupam em treinar seus funcionários perdem bastante com a produtividade dos mesmos ao longo do tempo porque um funcionário “perdido” no meio da empresa não renderá tanto quanto um funcionário que sabe onde trabalha e qual é o objetivo da empresa em que trabalha.

Consultoria e serviços de apoio

Infelizmente é provável que você não tenha conhecimento sobre todas as áreas da empresa que precisará cuidar e muitas vezes não compensa manter um colaborador em sua empresa somente para tal finalidade, podendo-se assim contratar uma consultoria ou um serviço de apoio.

Nesta etapa tem que haver uma grande preocupação com a empresa que irá contratar para te assessorar. Deve ser uma empresa já conhecida no mercado, com uma ótima reputação e, de preferência que algum conhecido já tenha contratado. Isso tudo porque você terá que disponibilizar informações importantes de seu negócio, então não adianta pechinchar preço e depois contratar um advogado, um contabilista ou consultor que dê prejuízo ou até mesmo leve sua empresa à falência.

Demais despesas

Como toda nova empresa haverá diversos investimentos necessários a fazer nos estudos de mercados até a inauguração da mesma.

E depois… O que fazer?

Agora você já planejou todos os investimentos necessários para o seu novo negócio. O próximo passo é somar tudo e saber qual será o capital necessário para o seu investimento a fim de saber se poderá concretizá-lo ou o mesmo irá sofrer alterações a fim de minimizar os investimentos.

Se constatar que o investimento será algo dentro de seus padrões, ótimo! Vá em frente com o seu projeto de novo negócio. Se, ao contrário do esperado, você ver que terá que investir e gastar muito mais do que planejava, é o momento de rever o seu projeto e achar possíveis mudanças que poderão ajudá-lo a concretizá-lo.

[Este artigo faz parte de uma série de artigos que compõe o minicurso Como abrir seu próprio negócio]

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print