Principais práticas de gestão e sua evolução

O que é e para o que serve a gestão empresarial?

Gerenciar uma empresa sem ter conhecimentos em gestão empresarial atualmente é impossível devido às mudanças contínuas que ocorrem no mundo.

O nome por si só já nos diz tudo. Gestão está ligada ao ato de gerenciar e empresarial relaciona-se com a empresa. De forma sucinta, a gestão empresarial serve para que a empresa possa ser gerenciada da maneira correta, de forma que possa rentabilizar ainda mais seus benefícios e diminuir seus riscos.

Para que possa alcançar todos esses benefícios, a gestão possui técnicas que facilitam a chegada aos resultados e maximizam as chances de sucesso das empresas. Ela ajuda a traçar caminhos que levarão ao crescimento mercadológico e desenvolvimento da organização.

Para que haja uma prática mais aprimorada da gestão, vamos entender um pouco de sua evolução:

Abordagem Clássica

Esta abordagem surge dentro do ambiente da Revolução Industrial, onde há um crescimento acelerado e desorganizado de empresas, despertando a necessidade de aumentar a competência dentro das organizações.

A época clássica divide-se em duas partes:

  • Participação do americano Frederick Winslow Taylor, com a Administração Científica;
  • Participação do europeu Henry Fayol com a Teoria Clássica.

Administração Científica, por Taylor

Taylor preocupou-se com as técnicas de racionalização do trabalho do operário coordenando tempo e movimento. Ele concluiu que este serviço deveria ser acompanhado de uma estruturação da empresa, pois apresentava alguns problemas como vadiagem de funcionários, desconhecimento das rotinas de trabalho pela gerência e falta de uniformidade nas técnicas utilizadas.

Desta forma, conseguiu criar a Organização Racional do Trabalho (ORT) que dispunha dos principais aspectos:

  • O trabalhador deve desempenhar uma função que é mais compatível com o seu perfil a fim de obter melhores resultados;
  • Tudo deve ter seu tempo-padrão de produção para não haver atrasos, nem mão de obra sedentária;
  • O salário do operário deve ser compatível com sua produção;
  • Desenho de cargos e tarefas, assim como a divisão dessas tarefas entre os funcionários para que sejam especializados de acordo com suas tarefas.

Atualmente, vemos muito dessas características aprimoradas na gestão das empresas como ganho por comissão, departamentalização de setores e muito mais.

Teoria Clássica, por Fayol

A ênfase da teoria de Fayol é a estrutura organizacional, na busca da máxima eficiência com uma visão do homem econômico.

Os princípios básicos dessa teoria complementam os de Taylor:

  • Divisão do trabalho;
  • Autoridade;
  • Disciplina;
  • Unidade de Comando e direção;
  • Subordinação.

Em suas funções administrativas, a seqüência era: planejar, organizar, comandar, coordenar e controlar.

As críticas dessa teoria foram em decorrência da obsessão que havia pelo comando e manipulação dos funcionários e a visão da empresa como um sistema fechado como parte isolada de um ambiente.

Infelizmente, muitas empresas atuais ainda praticam esse tipo de gestão manipuladora, porém outras souberam aliar suas qualidades e conseguiram buscar uma excelência nas funções administrativas, fazendo adaptações e deixando apenas as etapas mais importantes e necessárias como planejar, organizar, executar e controlar.

Abordagem Humanística

A abordagem humanística surgiu em oposição à Teoria Clássica, pois abordou os aspectos humanos das organizações. Esta teoria fundamenta-se no ser humano (como o próprio nome já diz), valorizando a motivação de cada trabalhador e relacionando- a com o desempenho individual de cada um.

Baseou-se nas experiências de Hawthorne e apresentava os seguintes princípios:

  • O nível de produção de cada operário resulta da integração social;
  • O conteúdo do cargo é muito importante;
  • As relações humanas são importantíssimas.

De um modo amplo, esta abordagem afirma que o nível de produção é determinado de acordo com a expectativa do grupo, os benefícios que são cedidos pelas organizações (dias de folga, intervalos de descanso, refeições periódicas) e em sua aceitação e reconhecimento perante os colegas de trabalho e a empresa.

Hoje em dia vemos empresas que valorizavam e investem muito no capital humano, mas infelizmente ainda existem várias delas que preferem achar que somente as técnicas determinam os lucros.

Abordagem Holística

Esta abordagem é a gestão do tipo moderna. Surgiu com o estudo da física quântica, significando a ruptura dos modelos científicos e filosóficos que afirma que todos os fenômenos se interligam de forma global.

Na visão holística existe a proposta de integração dos conceitos das outras teorias da administração, valorizando a intuição do modelo japonês, o desenvolvimento pessoal da administração por objetivos e a interação do Desenvolvimento Organizacional. Ela propõe uma avaliação dos setores da empresa como RH, fornecedores, imagem, marca, clima e cultura a fim de estabelecer uma relação entre eles. Defende a análise do mercado, estabelecimento de missões para a empresa, reconhecimento dos valores e definição de políticas.

Além de possuir estes conceitos, esta visão tem um pensamento muito ecológico. A afirmação é de que qualquer forma de agressão à natureza caracteriza um suicídio.

Mas e agora, que tipo de gestão utilizar?

Depois de conhecer toda a evolução da gestão empresarial, você deve estar se perguntando qual delas deve se basear e se a mais moderna é realmente a mais correta para o seu negócio. Pode ainda estar se questionando como colocará em prática tudo que essa teoria tão bonitinha está falando.

Calma! Este curso tem por objetivo justamente te “abrir os olhos”, “dar uma luz” e mostrar que tudo pode ser melhorado através de uma boa e eficiente gestão empresarial. Nos próximos módulos você verá como tudo isso pode ser colocado em prática dentro de sua empresa. Fique ligado!

Por Jeniffer Silva

[Este artigo faz parte de uma série de artigos que compõem o curso de gestão empresarial]

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print