Qual profissão ganha mais dinheiro?

Quantas vezes você já se perguntou qual profissão ganha mais dinheiro? Inúmeras? Não se preocupe, você não é anormal, é somente mais uma pessoa preocupada com seu futuro financeiro e que está tentando buscar caminhos certos a partir de uma meta bem definida (atuar na profissão que ganha mais dinheiro). Só há um problema: é impossível saber qual profissão ganha mais dinheiro. Calma, já vamos explicar por quê…

Por que é impossível saber qual profissão ganha mais dinheiro?

Simplesmente porque isso não existe. Este é um conceito muito antigo que as pessoas criaram, principalmente as pessoas de mentalidade pobre, para justificarem porque outras pessoas são sucesso, possuem muito dinheiro e elas não.

“Ah, ele escolheu uma profissão que ganha mais dinheiro!” é o que dizem… Mas será que o sucesso financeiro dele se trata justamente da profissão ou é algo mais relacionado à própria pessoa?

Pare para pensar: quantas profissões você conhece ou já ouviu falar onde há casos em que duas pessoas ganhando igual salário possuem padrões de vida totalmente diferentes? Se elas exercem a mesma profissão e ganham o mesmo salário, então não podem ser essas as razões por terem padrões de vida tão diferentes, concorda?

E por que todos dizem isso?

As pessoas possuem uma grande mania de rotular as coisas e jamais abandonar tais rótulos, passando de geração a geração. Médicos e advogados são, geralmente, profissionais conhecidos por ganharem muito dinheiro. Quantas famílias ainda hoje pressionam seus filhos para seguirem carreiras em Medicina ou Direito, considerando o “dinheiro” e o “status” que a profissão dá?

Bem, da mesma forma, conhecemos inúmeros médicos que são maus profissionais (justamente porque não amam a área em que atuam)  e várias pessoas graduadas em Direito que nem mesmo chegam a atuar na área, uma vez que encontram um mercado bastante competitivo com grande oferta de mão-de-obra, indo fazer outros concursos e trabalhar em outras áreas.

Poderíamos citar exemplos de milhares de pessoas que são sucesso, atuando nos mais diversos campos, mas que não há nenhuma relação em especial entre os tipos de trabalhos escolhidos, somente o fato de que amam verdadeiramente aquilo que fazem!

Amar o que se faz, este é o segredo!

O primeiro passo para ganhar dinheiro é este: amar o que faz. Perceba a ordem das palavras: amar o que faz.

Este é outro erro que as pessoas cometem: por orgulho próprio (e um orgulho muitas vezes imbecil) acreditam que só deveriam fazer aquilo que ama. É claro que se pudéssemos fazer aquilo que amamos seríamos ainda mais felizes, mais motivados e mais produtivos! Entretanto, nem sempre isso é possível e é aí onde entra o verdadeiro segredo de “amar aquilo que se faz”, que é você compreender a importância do seu trabalho e buscar fazer o melhor possível, sempre pensando nisso como um grande e prazeroso desafio.

Você pode estar pensando que…

Isso é só conversa!

Mas não é. Para ilustrar isso, vou trazer como exemplo uma história que vivenciei alguns meses atrás.

Preocupado com um primo meu que estava jogando fora boas oportunidades de começar a preocupar-se com seu futuro financeiro, fui conversar com o mesmo. Falei-lhe sobre as diversas oportunidades que há por aí e que ele não estava dando a devida importância.

Ele me olhou meio desconfiado, com aparência de quem pensa “Como você pode saber disso? Prove-me!” logo citei vários exemplos de oportunidades que aproveitei e que me ajudaram muito. Qual foi a primeira resposta que obtive? “Ah, mas Computação (que é minha principal área de atuação) dá dinheiro. Eu queria ter feito, mas era muito complicado…”

Nesta frase percebemos logo dois erros. O primeiro é quando ele indica que “Computação dá dinheiro”. Este erro acontece porque quando se fala nesta área logo vem à mente nomes como Bill Gates, Microsoft, Steve Balmer, Google, etc. e tantas outras empresas e pessoas que fizeram fama, sucesso e dinheiro nesta área. Entretanto, vale lembrar que assim como qualquer outra profissão há milhares de pessoas graduando-se e não conseguindo nem mesmo um emprego!

O segundo erro foi: “Eu queria ter feito, mas era muito complicado…”. Você realmente ama a área? Isso é realmente o que você quer? Então vá em frente e lute por isso!

Quando eu decidi trabalhar com desenvolvimento de jogos esse era um assunto muito pouco falado a nível de Brasil, o que dizer então em minha cidade (lembrando que sou de Aracaju-SE, aqui no Nordeste 🙂 ). Muitos zombaram de mim. Muitos tiveram pena de mim. Muitos hoje ainda não acreditam que eu “sobrevivo” realmente só disso. Bem, não sobrevivo, eu vivo, com minha esposa e meu filho, e muito bem, obrigado. 😉

Acha que foi fácil a luta? Então, se quer algo, lute. Se não tem coragem para lutar, então você não quer realmente.

Conheço pessoas que são da área de Ciências Atuariais e ganham muito melhor do que eu. Aos que não entenderam, Ciências Atuariais no Brasil é uma área que o pessoal tem dado pouco valor. Você também pode ganhar muito bem na área de Economia. Na verdade, eu conheço “estratégias para ficar rico” até mesmo em áreas bastante desacreditadas por muitos!

O que há em comum em todos esses casos é o fato de abraçarem o desafio e amarem o que fazem.

Devo amar o que faço? Só isso?

Não vou dizer que tudo se resume a isso, mas sim, este é o primeiro passo. Outro importante passo é buscar vencer os seus limites, dia após dia, progredindo assim tanto profissionalmente como financeiramente. Eu tenho feito isso e tem sido muito útil para mim!

E se eu escolher uma profissão que não “dá” dinheiro?

Olha lá o que já conversamos sobre essa ideia louca de uma profissão dá ou não dá dinheiro!

É claro que vemos concursos abertos com salários exorbitantes para certos profissionais e para “vagas federais” o que com certeza é um absurdo, mas isso foge do nosso controle e não quer dizer que aquela profissão ganha mais dinheiro, mas sim que as pessoas que estão por trás daquele sistema estão “premiando” por motivos além de nossa compreensão aquelas pessoas. Isso explica porque um programador em uma empresa ou em muitos órgãos públicos ganha cerca de R$ 1.200,00, mas há concursos com vagas para programadores em instituições federais oferecendo salários cinco a dez vezes maiores! Se é a profissão que “dá dinheiro”, por que é que ambos não ganham o mesmo salário?

Na hora de escolher uma profissão, prefira escolher aquela:

  • Com que você se identifica, que você quer exercer, que você considera motivante e desafiadora;
  • Que exige habilidades envolvendo seus pontos fortes, pois quanto mais você desenvolver seus pontos fortes, você poderá crescer exponencialmente, tornando-se assim um sucesso;
  • Que tenha amplo horizonte para crescimento e desenvolvimento. Aqui vai a dica: na verdade, todas as profissões oferecem isso, mas a gente geralmente só “enxerga” naquelas que possui maior afinidade. Se você não encontrar nenhuma com tal “espaço amplo para crescer”, significa que você ainda não está desenvolvido o suficiente para “decolar” no seu ramo.

E pronto! É assim que se escolhe a profissão que ganha mais dinheiro, a partir de você e de seus interesses! E para você, qual profissão ganha mais dinheiro? Conte-nos!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

50 comments

  1. WILLIAM S. PINTO says:

    Sinceramente eu achei muito bom o artigo sobre as profissões. Na verdade eu mandei uma mensagem como o mesmo sentido na sexta-feira pra meus colegas, pois acredito no sentimento de amor no que fizemos. E se isto for possível é lógico que tudo é mais fácil. Não importa o quanto você ganha e sim o quanto você você AMA o que faz.

    Muito obrigado.

    Atc
    William S. Pinto

  2. tamy says:

    eu particularmente, eu amei esse ponto de vista e acho que é isso mesmo que temos que fazer!!eu mesmo tenho duvidas em que profissão devo seguir,~já pensei em varias mais ate hoje eu nao sei a certa entao preferir por enquanto começar um negocio no ramo de fotografias com bebês “boock baby”, vai ser legal eu espero…valeu suas dicas me servirão pra sempre…

  3. admin says:

    Olá William, que bom que você gostou de nosso artigo! E sim, acreditamos firmemente que não é o quanto a profissão ganha que deve levá-lo a escolher sua profissão, mas sim, o quanto você ama a sua profissão que determina o quanto você poderá ganhar!

    É assim que vou conquistando, por exemplo, meu espaço e crescendo cada dia. 😉

    Um abraço e espero que esteja sempre conosco, aqui, no Clube do Dinheiro, comentando e participando.

  4. admin says:

    Olá Tamy, tudo bem? Antes de mais nada, desculpe-nos qualquer transtorno ocasionado pela demora em publicar seu comentário. Como já mencionei antes, estou sempre metido em mil coisas, o que acaba por levar-me a alguns atrasos às vezes.

    Fico feliz que nosso artigo a tenha ajudado a decidir por procurar um pouco mais qual será a profissão certa para você sem tirar o brilho de começar o seu próprio negócio. Esta é uma atitude muito certa!

    E não se preocupe que, tudo aquilo que fazemos com grande dedicação, é sempre legal e proveitoso. Espero ter notícias do sucesso de seu empreendimento aqui em nosso blog, ok?

    Um abraço e até breve!

  5. Lucas says:

    Eu estou naquela fase de escolhas, deixando o encino médio que tristeza, gosto muito de informatica mas me estresso facil com tal profissão. Mas obrigado por ter escrito esse artigo pois serviu para abrir meus olhos para o futuro e uma profissão adequada e legal, abraço.

  6. admin says:

    Olá Lucas, tudo bem? Posso lhe contar um segredo?

    Não é tão segredo assim, mas as pessoas muitas vezes parecem não perceber: nós aprendemos enfrentando problemas e adversidades, não nos momentos de calmaria, de alegrias.

    Os “momentos felizes” existem para que relaxemos e os “momentos tensos” existem para que aprendamos. Se você se sente triste por concluir o ensino médio e iniciar uma nova fase em sua vida, não deveria, lembre-se que para alcançar as coisas que todos nós queremos lá no final (uma casa, carro, uma vida estável, com direito a um bom lazer com a nossa família) nós precisamos percorrer todo o caminho (estudar, nos preparar, enfrentar desafios, trabalhar, atingir metas, etc).

    Encare então isso como um desafio, um momento para aprender muito mais do que você conseguiria dentro de uma sala de aula – agora é a hora de você buscar suas opções e perseguir suas metas.

    Quanto à escolha profissional, pense nisso com muito cuidado, pois às vezes é bem dispendioso ter que mudar mais tarde a opção escolhida, mas também não pense que se escolher algo que não gosta deverá permanecer naquilo e ponto final. Todos possuem o direito de escolher novos caminhos!

    Um abraço e jogue duro!

  7. jessyca says:

    olá meu nome e Jessica eu tenho 14 e adorei o que esse moço escreveu muito obrigado agora naum preciso me preocupar com essa coisa eu vou seguir as profissão do meu sonho ser bióloga e veterinária eu adoro essa profissão e agora naum preciso me preocupar com o salário brigado mesmo beijos

  8. Elaine says:

    eu acho que a profissão que dá mais dinheiro é médico…cirugião plástico ou anéstesista…mais eu quero seguir a profissão de Engenharia civil que é muito interessante legal e prazeroso é uma coisa que eu gosto engenharia química,energira sofwat,mais eu prefiro civil engenharia civil muito interessante mesmo

  9. admin says:

    @Jessyca:

    Olá Jessyca, tudo bem? Que bom que você se decidiu quanto a isso! Sempre prefira ouvir o que sua consciência diz, o que você gosta de fazer! Nessa idade em que você se encontra, é muito comum sofrer pressão de pais, parentes, professores e amigos quanto ao que você deveria fazer, mas escolher a profissão errada pode significar uma perda de alguns anos em sua vida ou pior, seguir uma carreira que jamais lhe agradará, de forma que não importa o quanto ela lhe renda em dinheiro, você se sentirá sempre “em um castigo”!

    Beijo e espero que seja a melhor bióloga/veterinária que este Brasil já conheceu! 😉

    @Elaine:

    Olá Elaine, tudo bem? Realmente temos essa impressão, uma vez que o valor de uma cirurgia geralmente é bastante alto, mas se você parar para pensar bem, perceberá que essa pessoa também apresentou diversos outros custos em sua vida, desde o curso universitário ao material usado em ambiente de trabalho.

    Por mais que uma profissão aparente ser rentável, lembre-se que serão 20 ou 30 anos (para a maioria de vocês, porque, no meu caso, jamais quero me parar de trabalhar 🙂 ) trabalhando nela, então se você não gostar disso, arrepender-se-á mais tarde!

    Se quer ser uma engenheira, que o faça, e não o faça para ser somente mais uma engenheira, faça sempre desejando ser a melhor engenheira de todas – lute por isso e você conseguirá, não só dinheiro ou reconhecimento, mas sentir que cumpriu bem o seu dever.

  10. ELENA says:

    Achei o MÁXIMO este artigo!!! Eu comecei de criança querendo ser professora ou medica em cirurgia. Daí estudei magistério e fiquei desiludida porque não vi valorização para tanto esforço, e pra piorar, ja no curso, eu percebia a tendencia da mudança pra pior, do comportamento das crianças.Ex:(aluno agride professor). Imediatamente procurei seguir a opção 2. Mas, como eu não tinha as devidas condições financeira, resolvi fazer farmácia sonhando com medicina. Em todas as formas de ganhar dinheiro, eu pensava em um dia poder realizar a faculdade de medicina. Por ter tido uma vida com muitas dificuldades incluindo no relacionamento familiar, eu de certa forma fui desenvolvendo um certo dom de decifrar comportamentos, e isso me da uma idéia de psicologia mesmo ainda pensando muito na área médica. Mas é claro que nunca por dinheiro, mas porque eu creio ficar realizada, principalmente pela minha dedicação expontanea em ajudar muitas pessoas doentes, com soluções interessantes. ex: aumentar plaquetas sem usar transfusão de sangue em pacientes com dengue hemorrágica, dando resultados rapidos. Mas na verdade hoje com 34 anos, mesmo com melhores condições, não sei se ainda pode ser uma boa cursar medicina, por causa da idade que iniciarei a carreira profissional, mais ou menos uns 42 anos, e pelo motivo de que eu terei que engravidar, apesar de muitas mães terem me dito que isso não é problema. Qual é a sua sugestão?

  11. @lud says:

    eu estou em dúvida quanto a minha profissão,estou no 2°ano do ensino médio,estou entre duas profissões completamente diferente,medicina e engenharia,eu vinha falando que ia fazer medicina mas agora to em dúvida.Fico com medo de escolher a errada.

  12. Felipe says:

    Uau, isso só pode ser coisa do destino.
    Estou procurando um curso para fazer na UFS, sim sou de Aracaju também!
    Minha praia é a informatica e queria muito fazer algo relacionado a isso, principalmente a area de jogos ou então mecatronica, mas como você sabe não existem esses cursos na UFS. E não penso em fazer algo relacionado a Informatica em aracaju porque não da futuro AQUI “emprego e dinheiro” logo vem a ironia tambem não quero sair de aracaju para morar em Recife “MECATRONICA” ou São Paulo “JOGOS”, ja tive um site tambem , que me rendeu um bom dinheiro! Gosto de passar um tempo no computador mesmo que seja trabalhando!
    Creio que voce deva me ajudar! Voce conseguiu fazer o cursos de jogos ? Mora aonde agora?
    Pode me passar seu msn para podermos conversar?
    Como ta o mercado de trabalho em informatica aqui em aracaiu,essas coisas..!
    Obrigado!

  13. Sabrina says:

    OLha eu ameii suas dicas e ajudas , mais eu tenho sabe tantas duvidas eu tenho 16 anos e to no segundo ano , quero um futuro bom para mim , e quero tentar achar algo que eu gosto mais que seja bom para mim financeiramente , sabe eu não quero algo so que eu goste mais tb que seja lucrativo eu adoro ingles e queria muito trabalhar algo , que trabalhe com liguas varias , mais oque eu leio e vejo que não vale apena trabalhar com essas coisas , pq ganha pouco … por isso sempre acabo desistindo do que me interessa , me ajuda vai !

  14. Kalebe says:

    Belo artigo…serve pra abrir a mente de muitas pessoas, digamos que tirá-las da ignorância…
    Eu optei por fazer Matemática e Administração….eu gosto de resolver problemas..rsss. E admito que tinha um leve pensamento sobre profissões mais rentáveis, apesar de não me importar muito com isso..hehe

  15. Marcus says:

    Realmente um otimo artigo.Sofro digamos, uma “pressão” dos pais indiretamente relacionado a profissão que devo seguir, é aquela(faiz o que voce gosta mais pra min vc faria medicina ou direito).Venho tentando passa no vestibular a 2 anos pra medicina em universidades publicas, mas o que de fato eu gosto e que é uma paixão é a historia.Sei que se porventura eu fizer essa profissão serei criticado pelo fato das pessoas(familiares e amigos)dizerem que estarei fazendo historia porque naum tive capacidade de fazer medicina.
    A realidade é:eu tive que amadurece pra ficar claro o que eu queria;Agora nao sei se faço historia ou medicina?…issu é meu pesadelo…
    obrigado!

  16. Mariel says:

    Olá meu nome é Mariel(so homem ein),tenho 14 anos e adorei o artigo sobre as profissões,apesar da minha idade fasso o curso de WEB DESIGN e sempre me preocupei com essa história do dinheiro…
    Meu sonho é viajar para o japão e esses dias andei pensando:”Será que trabalhando com web desig vou conseguir dinheiro para a viagem dos meus sonhos?”.
    Semana passada um amigo me disse que trabalhndo com isso eu nunca ia conseguir.Nossa fiquei muito triste até pensei em dissistir do meu curso!Mas báh agora que li esse artigo vi se lutar e nunca dessistir sempre correr atraz do que gostamos tudo é possivel até porque amo meu curso e amo oque faço.Nossa muito obrigado mesmo sou grato de verdade=D

  17. Mariel says:

    Kra voltei .
    Só pra diser de novo:
    AMEI ESSE ARTIGO SOU GRATO DE MAIS CONTINUE ASSIM , ESTOU ME SENTINTO MELHOR AGORA .
    MEU DEUS TO MUITO FELIZ UHOOOOUUUUUUU

  18. admin says:

    Ih, demorei muito para responder-lhes, então vou responder a todos em um só comentário, ok? 😉

    @Elena:

    Olá Elena, tudo bem? Desculpe-me demorar em responder-lhe (isso mesmo, vou repetir as desculpas um por um, eu estou errado por demorar tanto e vocês merecem isso 🙂 ), li a sua mensagem e só tenho uma coisa: corre atrás! Você sabe por que as pessoas sonham em ser ricas? Não é somente para terem muito dinheiro, não é somente para poderem comprar um mundo de coisas. É para que possam realizar os seus sonhos, e sonhos não possuem idade!
    Minha mãe tem uma tia que irá servir-lhe de exemplo: concluiu o curso de medicina com quase 60 anos! Ao que me conste, ela ainda exerce a profissão. Se eu fosse você, planejava-me para começar o curso de Medicina o quanto antes – caso contrário, a cada ano que passar, você sempre repetirá para si mesma “eu devia ter cursado medicina, agora é tarde…” e eu tenho certeza de que você não quer viver isso, você prefere uma vida plena.
    Lembre-se do lema do guerreiro: “vencer ou morrer lutando”. É muito mais bonito e cheio de propósito que desistir antes de tentar, não acha? 😉

    @@lud:

    A escolha da profissão é com certeza uma decisão muito importante: já imaginou, seguir o resto de sua vida em algo que você não gosta? Mas veja só, há uma coisa boa nisso: se você escolher errado, você ainda pode voltar atrás e corrigir isso! Não faça como certas pessoas que se arrependem da decisão mas, por medo de ter que percorrer tudo de novo, decidem continuar o “caminho errado”.
    Você possui uma vida inteira pela frente e será loucura fazer algo que não gosta somente porque “escolheu errado” no início.
    Agora, a parte mais difícil (ou não): descobrir aquilo que realmente lhe interessa. Acho que você deveria visitar uma universidade de sua cidade e buscar informar-se a respeito dos cursos, saber o que eles estudam,como eles poderão trabalhar quando graduados (lembre-se que há vários cursos de engenharia diferentes!), etc.
    Em resumo, respire fundo, garota, analise as opções e escolha a que lhe parecer melhor, mas caso descubra mais tarde que não era o que você queria, não se sinta obrigada a continuar, você pode voltar atrás e fazer um novo caminho.
    Ah, e desculpe-me a demora!

    @Felipe:

    Olá Felipe, antes de mais nada, desculpe-me o atraso! Olha, trabalho, sim, na área de jogos, mais especificamente no desenvolvimento de jogos em Flash. A indústria de jogos em Aracaju praticamente inexiste: só há a Lumen Tech (única empresa do ramo atuante no estado) e eu (único freelancer louco de amar esse tipo de vida 🙂 ), mais alguns trainees que trabalham comigo.
    Na UFS realmente não há um curso direcionado a mecatrônica ou jogos, o mais perto que você encontrará são os cursos de Ciência da Computação, Engenharia da Computação e Sistemas de Informação, ou seja, algo bem longe ainda.
    A área de TI em Aracaju é, em minha opinião, ainda bastante fraca, mas você não é obrigado a atuar pensando somente no mercado local – eu nem lembro do mercado daqui, atuando sempre na Internet. 🙂
    É claro que é mais complicado no início quando você ainda não tem muita experiência, mas já que você já teve website e trabalhou com isso, talvez entenda mais facilmente do que falo e consiga encontrar o caminho certo.
    Quanto a aprender sobre desenvolvimento de jogos, há alguns cursos online razoáveis (em Aracaju, nem meia-boca temos no momento 😀 ), mas não espere fazer um curso de dois ou três meses e já se tornar um profissional experiente – isso toma bastante tempo, mas com certeza é prazeroso quando você sabe que é isso que você quer fazer.
    Se tiver alguma dúvida mais, pode escrever e comentar aqui ou por email, ok?

    @Sabrina:

    Olá Sabrina, tudo bem? Desculpe-me o atraso em respondê-la. Antes de mais nada, não se preocupe, sua insegurança é bem fundamentada – todos nós temos medo de não dar certo aquilo que ainda não conhecemos bem. Minha experiência me diz que qualquer coisa pode ser um sucesso e render-lhe um bom dinheiro, bastando que você saiba:
    * O que deseja fazer;
    * Quais são as suas principais habilidades;
    * Quem pode precisar de seus serviços;
    * E como você pode melhor atender MAIS E MAIS PESSOAS AO MESMO TEMPO SEM PRECISAR AUMENTAR SEU ESFORÇO (essa é a regra para ganhar dinheiro!).
    Se você gosta de estudar línguas, há várias coisas que você pode fazer:
    * Seguir o conselho de quem diz que isso não dá dinheiro e mudar de opção;
    * Estudar línguas e, como muitas pessoas, acomodar-se num trabalho somente como professor de línguas ou nem mesmo fazer isso (não estou menosprezando o professor de línguas, mas ele poderia continuar e ir para um dos próximos passos);
    * Estudar línguas, lecionar e a partir dessa experiência ter a sua própria escola de línguas (de uma franquia ou criação sua);
    * Estudar línguas, lecionar, ter sua própria escola e ainda montar uma estrutura virtual, permitindo não somente que seus alunos possam estender o aprendizado como captar pessoas interessadas de outros lugares, por meio de cursos à distância).
    Percebeu? Há inúmeras possibilidades, você somente precisa saber como preferirá atender às necessidades das pessoas. Encontre uma necessidade que muitas pessoas possuem, descubra uma solução para ela, descubra como replicar essa solução para várias pessoas sem precisar aumentar seu esforço e você terá descoberto a única “fórmula mágica” que há para ganhar dinheiro.

    @Kalebe:

    Olá Kalebe, tudo bem? Não se preocupe não, todos nós pensamos a respeito desta ou aquela profissão ser mais rentável, principalmente pelo disparate que vemos quando comparamos salários de pessoas em certos cargos com salários de outros pessoas em cargos equivalentes mas com a pequena palavra “federal” nele. Há grandes diferenças, mas quem baseia sua vida em esta ou aquela profissão ser a mais rentável deve estar atento ao risco que corre. Risco, por exemplo, de mais tarde encontrar-se insatisfeito por não estar a exercer aquilo que gostaria.
    Se você sabe que gosta de resolver problemas, a combinação matemática e administração pode ajudá-lo a atuar muito bem no campo de finanças de qualquer empresa, ajudando em um monte de coisas realmente importantes nela. Pode também ter o seu próprio negócio e ver na prática aquilo que tanto estudou na universidade, enfim, as oportunidades são inúmeras – desbrave-as. 😀
    Ah, e para não perder o costume, desculpe-me a demora.

    @Marcus:

    Marcus, num trocadilho: deixe de história e faça História! 🙂 Se é isso o que você deseja, não vejo por que você não o fazer! Há uma grande diferença entre História e Medicina, o que me leva a crer que, se porventura você fizer uma opção diferente, você poderá (não obrigatoriamente, mas poderá!) sentir-se bastante frustrado.
    A família diz outra coisa? Manda a família fazer Medicina! Você vai querer passar 5 a 8 anos estudando e outros 30 anos trabalhando em algo que você não gosta? Você só tem uma vida, uma oportunidade!
    Um alerta que vou dizer a TODOS aqui, leiam isso por favor!
    *** Quando viemos ao mundo, nada sabíamos do que encontraríamos, nem mesmo queríamos – fomos forçados a vir para ele. Depois disso, lá na outra extremidade, morreremos e nem mesmo podemos determinar quando, indo embora levando somente nossas lembranças e experiências vividas. Sendo assim, não deixe que os outros determinem como vocês devem viver! ***
    E olhem que quem está dizendo isso é o dono do Clube do Dinheiro, logo se até ele que é apaixonado por assuntos relacionados a dinheiro diz isso, quem mais pode contra-argumentar?
    Espero que o recado esteja dado, Marcus. E se você ficar preocupado, pensando que não pode ganhar dinheiro na área em que atua, é porque não está prestando atenção a tudo ao seu redor – sempre há um jeito!
    Ah, e sem mais história, peço desculpas pela demora (rimou, que legal). 🙂

    @Mariel:

    Olá Mariel, tudo bem? Leia bem isso: se um milhão de pessoas lhe disserem que você não pode ganhar dinheiro fazendo o que você gosta, seja a pessoa mais feliz do mundo e continue fazendo o que faz, porque se eles soubessem como ganhar dinheiro, eles seriam ricos também, não estariam só a “dar conselho”, estariam a “dar exemplo”.
    Em primeiro lugar, não sou rico. Entretanto, tenho 25 anos de idade (fiz aniversário este mês 😀 ), meu apartamento será quitado agora no meio do ano (falta pouco 🙂 ) na data da entrega do mesmo. A casa onde moramos é alugada, bem legal e em ótimo bairro, nunca atrasamos uma conta.
    Tenho uma vida excelente, sem grandes problemas, e uma família (minha esposa e meu filho) maravilhosa.
    Além disso, analiso tudo o que venho fazendo mês após mês, dia após dia, e estou certo de que SE for do meu interesse poderei me aposentar muito antes do “tempo normal”, mas do jeito que sou, continuarei trabalhando, somente vou passar a curtir mais ainda a vida.
    Faça o que gosta e faça bem feito. Se você tiver lido o que falei neste mesmo comentário aos outros leitores, já sabe então o que deve fazer, ok? 😉
    E se quer conhecer o Japão, não vejo por que não. Só não prometo estar lá também – talvez eu ainda vá morar em outro país, mas não é nem de língua inglesa nem japonesa, daí a aprender mais um idioma, vai ficar osso!
    Ah, e desculpe-me pela demora!

    Bem, missão dada, missão cumprida (e comprida!) – respondi a todos! 😀

  19. Jamilly Guimarães. says:

    beem,tenho 13 anoos, sei que sou muito nova para me preucupar TANTO, mas eu to preucupada MUITOO MUITO mesmo, não sei o que fazer, meus pais deixam eu escolher o que eu quiser, mais isso é que tá, O QUE ESCOLHER?:S
    tenho muito medo de fazer a escolha errada, e me arrepender depois.
    ah eu gostei muitoo do artigo, pq se agente amar o que faz, vamos ser bom, logo iremos ganhar dinheiro. Parabéns pelo artigo (yy~

  20. thayany guedes says:

    na verdade eu adoro escrever,quero obter 3 profissoes:
    a primeira de cantora ,atriz e autora de novelas,fillmes
    enfim minha area e escrever,mas sabe no lado da musica
    e que tenho mais afinidade,sempre componho musicas muitas
    delas sao de robe,mas agora quero ir a luta da carrera de
    cantora,gosto muito de rock e da musica pop,entao quero
    mistura esses rits e fazer minhas musicas um sucesso.
    espero que consigo nessa profissao e muito dificil,+ eo,que amo.

  21. alicya says:

    aii sinceramente eu nao seii…

  22. admin says:

    @Jamilly Guimarães:
    Olá Jamilly, tudo bem? Elaborei um video post e comento sobre sua indecisão no mesmo. Espero estar publicando-o ainda hoje, espero que goste!

    @Thayany Guedes:
    Olá Thayany, tudo bem? Se o seu sonho é ser escritora, cantora ou compositora e “essa é a profissão certa para você”, não importa, pois não existe isso de “profissão certa”. Digo o mesmo quanto à dificuldade: o primeiro lugar onde você deve vencer essa ideia é em sua própria mente, assim você mesma não criará um empecilho contra seu objetivo, ok? Siga confiante e depois conte-nos o resultado!

    @Alicya:
    Olá Alicya, tudo bem? Qual a dúvida? Quanto ao que escolher ou se deve realmente fazer aquilo que gostaria? Espero que seja a primeira, pois para mim parece loucura duvidar de fazer aquilo que se deseja: ou será que é certo vivermos por 30, 40 ou 50 anos uma vida que não é nossa?

    Um abraço a todos e continuem participando de nosso blog! 😉

  23. lucas felipe moreira says:

    adorei era oque eu mais queria saber na minha vida muito obrigado volte sempre

  24. Tom Lopes says:

    interessante muito interessante

  25. Alisson says:

    Oie.
    tenho 16 anos estou no ensino médio, estou decidido a fazer medicina pois curto demais esta área e aodoro tudo relacionado a cirurgias. Li e reli esses seus textos mil vezes, adorei, vi q muitas coisas q meus amigos e colega diziam estaav errada. Pude ajudar muitas pessoas com esses seus textos. Espero q sempre continue assim, abrindo a mente das pessoa.E e como vc disse, as pessoas devem gostar do q fazem para serem bem sucedidas.

  26. Nathalia says:

    Visto isso, eu nathalia penso! eu sou tao estupida!
    Há um tempos atras eu tava procurando maneira de ganhar dinhiro facil na internet me increvendo em todo o tipo dse site que dava dinheiro, mas claro eu nao tenho mais de 18 anas so tenho 13…Sabe agora eu tava aqui pensando eu devo escolher a aminha profissao quer dizer quem vai trabalhar vou ser eu… nao me imagino sentada num escritorio esperando as horas passarem e contando os dias para o cheque vir..

  27. victor m. weissenberg says:

    bom. esse artigo foi muito bom. Não sou maior de idade ainda, mais ja penso no que quero fazer. E isso me ajudou muito, por q assim me estimulou a querer fazer ainda mais oque eu quero!!!

  28. Jessica says:

    Achei muito interessante o seu artigo, e motivador também!!
    Me senti bem depois que o li, apesar de não saber ainda que caminho seguir… ( já tenho 19 anos ¬¬)
    fiz três semestres de ciencias sociais e desisti porque vi que não tinha muito a ver comigo…=/
    tenho uma paixão por biologia , mas os cursos em minha cidade ou são dificeis de entrar, ou tem uma certa precariedade na estrutura e no ensino..mas é isso aí!!
    espero encontrar meu caminho logo e não me sentir cupada por isso =D
    obrigada!!
    ;D

  29. Leo says:

    Olá admin. Minha dúvida é entre medicina e engenharia da computação. Sou bom em todas as matérias…já até recebi o titulo de segundo melhor aluno de uma escola federal de renome. Sempre pensei em Medicina por toda aquela magia que envolve a profissão. Penso também no status e no dinheiro. Aliás…acho que penso muito no dinheiro, por isso que tenho tanto medo de me lançar em engenharia da computação, pois sei que trabalhar com Tecnologia no Brasil ainda é muito incerto. Eu amo Física e Matemática e amo a simples possibilidade de poder programar seja o que for…de Hardware a Software, ou até mesmo criar jogos! =O Mas, como já lhe disse, eu penso muito no dinheiro e na estabilidade… e com Medicina eu vou conseguir isso mais facilmente e meio que certamente. Se eu fosse para Eng. da Comp. eu não iria ter sossego até fazer algo grande… entende? Algo realmente foda. Bom…espero que vc possa me dar uma dica ae. =p

    Sim…eu sou aquele cara mercenário. Estudo muito e quero resultado em cash… =/

  30. JOÃO PAULO says:

    NÃO CONCORDO ,

    FAZER O QUE AMA E SER BEM SUCEDIDO FINANCEIRAMENTE , SO FUNCIONARIA SE ESTIVESSEMOS VIVENDO EM UM PAÍS DECENTE E SEM DESIGUALDADES !

    AQUI NESTE BRASIL MISERÁVEL, APENAS ALGUMAS PROFISSÕES SÃO VALORIZADAS QUE É O CASO DA MEDICINA E ALGUNS CARGOS PÚBLICOS. O RESTANTE TEM UMA VIDA AMARGA E DESPRESÍVEL, QUE É A REALIDADE DE 95% DA POPULAÇÃO DESTE PAÍS QUE PADECEM NAS MÃOS DESTES 5% DE SINHOZINHOS.

  31. JOÃO PAULO says:

    Prezado Redator,

    Gostei muito do respeito e da forma madura que você abordou o assunto dando uma especial atenção ao que postei.

    Agradeço por compartilhar conosco situções de sua vida pessoal, pois isto ajuda muito em nossa caminhada além de trazer motivação e fortalecimento.

    Me vejo em um grande dilema também , minha vida não é muito diferente da sua. Hoje tenho 30 anos , tenho filho e esposa, e não consigo me encontrar financeiramente.

    JÁ fui Técnico em eletrônica, cheff de cozinha Comissário de bordo, e não encontrei estabilidade financeira.Fico impressionado com a desvalorização profissional que ocorre em nosso País, tambem concordo que isso não ocorra somente no Brasil , mas é extremamente doloroso fazer parte deste contexto.

    O problema hoje esta mais grave, pois tenho um bebê e tambem preciso pensar em uma vida a três. necessito retornar a faculdade e buscar uma profissão que me proporcione a estabilidade que sempre busquei. Seria maravilhoso se realmente eu pudesse conciliar o que gosto de fazer(neste caso informática), com uma profissão que ao mesmo tempo trouxesse o conforto financeiro que sempre quis !

    A questão financeira é sempre uma questão delicada e muito expressiva na vida de qualquer ser humano.Cada um possui um certo grau de ambição, muitos acham que o dinheiro é muito importante na vida, no meu caso considero apenas importante.

    O modelo econômico em que vivemos é extremamente desigual e desumano, atribuem um valor a um pedaço de papel, e este papel decide se vais comer ou passarás fome. Certamente que ninguem gostaria de fazer parte do grupo dos famintos. Não se trata obviamente apenas da fome mas de todo um contexto de dignidade humana que o dinheiro pode proporcionar.

    Tenho refletido muito a respeito da situação financeira ultimamente, e nesta busca por outras opiniões encontrei o seu forum. Pessoas que enfrentam esta dificuldade em escolher entre a profissão que da mais dinheiro ou a que da menos baseado no que gosta, avalio como sendo humanos extremamente sensíveis e de caráter, pois caso contrário não teriam dúvidas no que escolher.

    Hoje estimado redator, com todo respeito a sua opinião, me vejo mais entre a razão que o coração, pois não há mais tempo para viver em uma aquarela de ilusões.

    Continuo na dúvida e desejo a todos boa sorte em suas escolhas…

  32. Lucas Felipe Z... says:

    E ae tenho 13 anos e fico com duvida que carreira seguir sei q ainda tenho tempo mas n tenho a minima ideia. Bom vc diz que é bom fazer oque gosta, porém se eu n for bom no que gosto, oque é melhor seguir: O que eu quero ser ou oque sou bom (que também gosto, mas n tanto.

  33. Igor says:

    Prazer!! concordo totalmente que temos que fazer o que gostamos e lógico com dedicação e foco. Gostei MUITO do que você falou : ” Quando viemos ao mundo, nada sabíamos do que encontraríamos, nem mesmo queríamos – fomos forçados a vir para ele. Depois disso, lá na outra extremidade, morreremos e nem mesmo podemos determinar quando, indo embora levando somente nossas lembranças e experiências vividas. Sendo assim, não deixe que os outros determinem como vocês devem viver ” EXCELENTE! Bom… tenho 20 anos e a 2 anos atrás realmente percebi do que eu gosto, enquanto eu organizava no meu quarto as minhas contas particulares, fazia contas, melhores saídas para tais problemas, facilidade em resolver “pepinos”, gosto de ambientes de escritório, lidar com pessoas, e ter ‘poder’ sobre as pessoas.. Liderar pessoas para me expressar melhor e pude perceber que o que eu realmente gosto seria a junção disso tudo que falei, sendo um empresário, ( moro no rio de janeiro, e o que eu desejo muito e quero muito que são minhas metas de longo prazo é morar em um ótimo apartamento de frente pra praia da barra, ter o carro do ano , ser um empresário super bem sucedido e de extrema importância além de muita saúde não só para mim mas para todos meus familiares,amigos e etc. pq sem saúde não vamos a lugar algum) , então pensei .. ok para ser um empresário qual seria o primeiro passo? fazer uma faculdade de administração. Estou fazendo. Ai agora que são elas.. E AGORA? só ter a faculdade no currículo é pouco. como entrar em uma grande empresa, mesmo começando de baixo?deixar currículos nem sempre é eficaz.. fora isso eu trabalhei em uma empresa de semi jóias e adorei o ramo, abrir minha própria empresa requer capital, para isso posso ficar trabalhando como vendedor em um shopping e juntando dinheiro para abrir minha ” empresinha” para depois ir crescendo lógico. ( sei que não estou seguindo apenas um assunto e lógico mas estou me expressando e falando tudo que sinto até está sendo bom para mim… ) Bom.. Mas o que está me desanimando é que na faculdade de administração estou dando matemática 1, 2 .. e sabe MUITO enche lingüiça, muita coisa desnecessária me sinto como se eu estivesse gastando tempo e dinheiro. estou ‘aprendendo’ várias coisas desnecessárias que eu não vou usar. seilá estava talvez pensando em parar a faculdade focar em abrir minha empresa e fazer vários cursos ligados ao o que eu vou precisar realmente.. por ex: a parte burocrática para abrir uma empresa, o básico de rh sobre carteira de trabalho ,funcionários e etc..,direito trabalhista,organização, esses cursos assim que nem sei se existe mas provavelmente sim. ai ai acho que preciso de um psicologo. apenas não quero perder tempo a vida é tão curta. Desculpa se te deixei um pouco confuso mas desabafei legal é exatamente assim que me sinto confuso se estou indo pelo caminho certo para alcançar meus objetivos.. brigado pelas respostas que deu as pessoas e pelo o que escreveu ! e não sinta que precisa responder eu apenas quis escrever o que esta se passando comigo até para eu rever tudo. um grande abraço e vou salvar esse site nos meus favoritos! parabéns!

  34. felipe martins says:

    eu odiei essa reportagem mais e eu nao gostei!!!!!!!!

  35. Herisson Chaves says:

    Eu gostei muito da reportagem, pois me ajudou muito, pois eu estou naquela fase de escolha que profissão paga melhor e aquilo outro. Pois eu estou quero exercer na área de game designer, mas no Brasil ainda é um mercado novo, mas eu tenho grade expectativas…

    O importante o quanto você ganha e sim o quanto você AMA o que faz.

  36. admin says:

    Olá pessoal! Todos os comentários foram devidamente respondidos em novos artigos e os autores já foram notificados, exceto o comentário de Felipe Martins que, sinceramente, não pede resposta, não é mesmo?

    Publico somente para que não digam que só publico comentários que me agrade, mas só respondo àqueles que trazem alguma afirmação que possa ser respondida, em outras palavras, se quer criticar, seja claro quanto ao que e por que está criticando, ok? 🙂

  37. Danilo says:

    Eu achei esse artigo inútil… não falou nada estatistico… soh a opnião do autor, que parece mais opnião de consultor de RH. Fraco demais…
    existem profissões que dão mais dinheiro sim, e isso é comprovado estatisticamente… tem até um site onde você acha qual faixa salarial hoje está ganhando mais dinheiro em uma profissão específica do brasil (salariômetro do governo)… pra quem procura informações sobre SALARIO, não interessa afinidade… eu por exemplo odeio o que faço, mas mudei de profissão de uma que gostava para uma que eu não gosto de fazer porquê? PORQUE DA MAIS DINHEIRO! nunca ouviu essa história? ouço muito por aí, e é o meu caso… nem sempre profissão mais facil da menos, e profissão mais dificil da mais dinheiro… mas que existem umas que oferecem muito mais oportunidade, respeito e dinheiro EXISTEM, este artigo é uma bobagem…

  38. jonas says:

    Nossa! Muito bom, não é atoa que vocês se identifiquem como “CLUBE DO DINHEIRO”. É exatamente isto.
    Estava com muita dúvida em relação a que profissão escolher, esse artigo me ajudou bastante a tomar uma decisão. Obrigado!

  39. Giovanna says:

    Tenho que dizer que adorei o artigo ! Sou uma menina de apenas 14 anos interessada na minha profissão no futuro, e esse artigo abriu vários caminhos em minha mente.
    Muito obrigada (:

  40. Jéssica says:

    Me ajudou muito mesmo.
    Parabéns! =)

  41. ADO says:

    Muito bom! Concordo com o que foi dito!

  42. Fabio Humberto Biazin says:

    Nossa muito bom seu artigo, PARABENS caro amigo

    Estou me mudando de auxiliar de contabeis para cozinheiro aos poucos porque é algo que amo de verdade e o dinheiro, isso sei que vem com muito trabalho e suor.

  43. Suelem says:

    É importante amar o que faz sim, mas remuneração baixa não motiva ninguém. Eu sou psicóloga, ganho o mesmo que uma manicure e decidi que mesmo amando muito a psicologia vou mudar de area. Vou tentar ir para alguma engenharia, apesar de não me identificar com a area, mas é bem valorizada e motivante de para continuar estudando

  44. joseane carla ponciano alves says:

    olá gostei muito de seu ensino isso me ajudou um pouco mas gostaria se possivel vc me desse um conselho pois ainda sim, tenho duvidas em concluir um curso e segui-lo para profissão. eu estou no 2 periodo de enfermagem estou nele por insentivo da familia e também porque gosto muito de ajudar as pessoas, mas á algo que falta para me. por outro lado trabalho com vendas a 10 anos e já estou cansada de fazer isso, mas têm pessoas que me insentiva fazer um curso nesta area tipo markent, gerenciamento financeiro para eu aproveitar e não perder os 10 anos de conhecimento. porfavor gostaria de sua opinião seria posivel ? obrigado.

  45. wanessa says:

    eu tenho 11 anos estou no 7 ano e ate hoje nao escolhi uma profissao tenho medo de chegar o dia e nao ter o que seguir.
    Meu pai falou para mim seguir a carreira de administração e eu estava pesquisando sobre esta carreira e cheguei ate aqui neste site, mas afinal queria lhe pedir que me informasse sobre admntçao. Será que vc poderia dar uma ideia para o que eu seguir? Sou boa em hist, geo, cien, port, literatura, nao sou boa em matematica gostaria que me ajudasse.

  46. Carol says:

    Muito bom o post!
    Obrigada.

  47. julha says:

    não achei nada de mais isso é uma bobagem

  48. Bianca says:

    Ola meu nome e Bianca estou no 3º ano do ensinoo mediooo,mais eu to em duvida entre Arquiteta ou,Estilista mais ainda nao sei qual ganha mais sera que alguem pode me responder istoo?.

  49. fernanda eduarda meira says:

    eu adorei o artigo tb eu adoro ajudar as pessoas tenho 14 anos tb gosto muito de estar ajudando principalmente crianças eu quero muito fazer a faculdade de medicina especializada em pediatria pulmonar valeu pelo artigo

  50. Sara says:

    Adorei tudo que escreveu, me identifiquei muito com tudo que li, e agora tenho mais certeza ainda do que quero, vou começar uma graduação de Psicologia esse ano, e vou continuar lutando para conseguir fazer minha tão sonhada medicina, adoro as duas áreas e me encantam poder ajudar as pessoas, por isso posso unir o útil ao agradável, rsrsrs, sou grata a voçê por suas palavras que fazem com que pessoas como eu se estimulem a perseguir seus sonhos. Abraços.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print