Você é bom em seguir um plano?

O que aprendi na prática sobre gestão de projetos (no processo de criação de jogos como um freelancer ou na sala de aula como professor) é que sucesso em qualquer empreendimento significa que você consegue realizar com êxito três coisas: (1) planejar; (2) executar o plano; e (3) ser flexível e inteligente quando lidando com mudanças ou adversidades.

Enfim, se você souber planejar, executar o plano e lidar com mudanças de forma adequada, você deverá encontrar o sucesso que tanto almeja mais cedo ou mais tarde, entretanto, se lhe parece simples, quando lendo essas palavras, concluir cada uma das atividades apresentadas, é porque talvez você não conheça o tamanho do desafio que há em cada uma delas. E como o nosso foco aqui é quanto à execução do plano, deixarei para falar mais sobre planejamento e saber lidar com mudanças em outro momento mais oportuno.

Vamos então começar a falar um pouco sobre porque você deve seguir um plano, seja para conseguir estudar para um concurso público, seja para lançar um novo infoproduto na web…

E por que preciso seguir um plano?

Imagine o seu plano como sendo seu mapa e bússola em meio a um mar bastante bravio em uma noite muito escura: se você possui mapa e bússola e pode interpretar suas informações, conseguirá escapar da tempestade. Mas se você não souber como fazer isso (ou não tiver as ferramentas adequadas), aí você poderá estar em sérios apuros.

Então, se você fez o seu dever de casa direito e elaborou um plano de projeto para o seu negócio (ou para qualquer outra funcionalidade que seja), você saberá como executar cada passo e como proceder caso enfrente ameaças. Se você está estudando para concursos, por exemplo, ameaças podem ser possíveis interrupções no horário de estudos ou dificuldade de acesso a certas referências bibliográficas ou recursos. Se você está iniciando seu próprio negócio, ameaças podem ser lançamento de novos produtos ou serviços pelos concorrentes ou problemas quanto ao acesso de tecnologias necessárias para o sucesso do projeto.

E como este é o Clube do Dinheiro, é bem provável que esteja aqui para descobrir se você é bom em seguir um plano com o intuito de faturar alto em seu negócio, não é mesmo? Então vamos lá…

Você é bom em seguir um plano?

Responda com sim ou não cada item:
1. Ao começar o dia, você sabe exatamente o que precisará fazer até o fim de seu expediente?
2. Você analisa o progresso de suas atividades em nível diário e/ou semanal?
3. Ao encerrar seu dia de trabalho, sente-se bem e com a sensação de dever cumprido?
4. Durante os seus dias de trabalho, você elimina toda e qualquer forma de interrupção, não “dando espaço” à procrastinação?
5. Você emprega ferramentas que facilitem definir, lembrar e acompanhar suas atividades e tarefas?

Se você disse sim a todas essas perguntas, então você está no caminho certo quanto ao seu planejamento, mas se não, então está na hora de voltar aos livros e/ou cursos rápidos sobre gestão e planejamento, reforçar o que sabe sobre o assunto e repensar a forma como você trabalha hoje. Uma pequena melhoria aqui e acolá no seu fluxo de trabalho pode representar melhorias de 10 a 20% quanto aos gastos ou demanda de tempo, que por sua vez lhe permitirá investir mais em aperfeiçoar-se e aprimorar seu modelo de negócio.

Como melhorar a rotina por meio de um plano?

Em primeiro lugar, você precisa mudar como você trabalha ou age hoje tal que cada uma das perguntas anteriores receba um “sim”. Algo fácil de entender, mas que exigirá dedicação de sua parte.

Depois disso, dependerá e muito de sua competência em planejar para saber até onde poderá chegar, mas dito em linhas gerais, para planejar bem você precisa:
1. Estudar profundamente o problema;
2. Identificar inúmeras possíveis soluções e escolher a mais viável;
3. Definir detalhadamente os passos necessários para a execução da solução escolhida.
4. Executar as tarefas, monitorando tempo dispendido em cada uma delas bem como revisando e atualizando seu plano sempre que necessário.

O PDCA está aqui!


Você provavelmente já conhece o famoso ciclo PDCA (plan-do-check-act), pois já falamos sobre o mesmo em outra ocasião, mas se não conhece, saiba que é uma abordagem para gestão de projetos baseada em ciclos bastante fácil de aprender porém muito poderosa. Suas principais vantagens são a presença de etapas (ou atividades) bem definidas dentro do ciclo PDCA e o incentivo à explicitação do conhecimento, o que pode representar uma verdadeira mina de ouro para você, caso tenha um modelo de negócio bem legal e ajustado para o seu público.

No PDCA, você não precisa ter medo de errar, pois cada ciclo lhe permitirá não somente planejar (plan) e executar (do), mas também verificar (check) o que funcionou ou não e atuar de forma corretiva (act). O PDCA é, assim, um convite à exploração do problema.

E qual a sua estratégia para seguir seu plano e não se desviar do mesmo?

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Email
Print